Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Brasil > Projeto que prevê abate de animais de rua não visa destinar carne de cachorro para creches

Projeto que prevê abate de animais de rua não visa destinar carne de cachorro para creches

Projeto prevê abate de cachorros e gatos e destinação da carne para creches, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Um projeto prevê a destinação da carne de cachorros abatidos para creches. 

  Análise

Um projeto (real) do município de Apodi (RN) está causando polêmica na internet. Criado pelo vereador Charton Rêgo (MDB), ele prevê o abate de animais de rua não reclamados em até oito dias. No projeto, há um item que prevê a destinação de algumas destas carnes para creches da cidade.

Em meio a isso, há pessoas que, além da indignação contra o projeto, estão apontando que a carne de cachorros abatidos seria destinada a creches das escolas. Leia algumas das mensagens que estão circulando online:

Versão 1: Vereadores aprovam abate de cães abandonados e doação da carne para consumo em creches, no Rio Grande do Norte Parlamentares propõem medida polêmica para lidar com população de animais de rua na cidade

Vídeo: é falso que Centauro faliu e está fazendo liquidação em site Liquida Tauro

Versão 2: Essa notícia vem do Rio Grande do Norte. Vereador apresenta projeto para ABATER animais abandonados e doar a carne para CRECHES! Eu acho que tem mais pinel na política do que em qualquer outra atividade. O MUNDO INTEIRO POUPANDO ANIMAIS E ESSE DESGRAÇADO QUERENDO DAR CARNE DE CACHORRO PRAS CRIANÇAS!

Há alguns pontos a se ponderar na mensagem. O principal é que as mensagens estão sendo viralizadas junto com imagens de cachorros. Por isso, mesmo quando o conteúdo em texto é dúbio, tem gente falando que se tratariam de abate de cães.

Checagem

As perguntas que serão respondidas são as seguintes: 1) É verdade que o projeto em questão prevê o abate de cachorros e a destinação da carne para creches? 2) O que diz o projeto que fala do abate de animais de rua? 3) Ele será aprovado?

É verdade que o projeto em questão prevê o abate de cachorros e a destinação da carne para creches?

Não é verdade. Na realidade, o texto do projeto prevê duas coisas. A primeira é a previsão de abate de animais que não forem reclamados em até oito dias após a apreensão. Isso vale para todos os tipos de animais abandonados.

A segunda é a destinação, no caso de animais “culturalmente usados para consumo humano”, para creches e escolas municipais. Como se sabe, não faz parte da cultura no Brasil se alimentar de carne de cachorro.

O que diz o projeto que fala do abate de animais de rua, incluindo cachorros?

Além do que foi apontado, o projeto tem como caput (cabeçalho) “estabelece normas de apreensão de animais no perímetro urbano; determina critérios para a liberação e dá outras providências”. Além de dar um prazo de oito dias para retirada, o órgão também prevê o pagamento de uma taxa para o dono que queira reclamar o animal encontrado.

Vamos combinar que o projeto em questão vai contra toda a política de cuidado com animais. Aliás, o projeto se utilizada de uma prática já ultrapassada (a da famosa carrocinha). Hoje, as melhores formas de se evitar o problema se causar sofrimento aos animais são as seguintes: castração de animais em situação de rua, campanhas para que se evite o abandono de animais e fomento para que se adote animais em vez de os comprar.

Ele será aprovado?

O projeto já foi aprovado pela Câmara de Vereadores de Apodi (RN). Porém, a polêmica em torno ao texto do projeto fez com que o prefeito da cidade Alan Silveira (também do MDB) vetasse o projeto. Agora, fica nas mãos dos vereadores da cidade de aprovar a medida. Se for aprovada, vai virar notícia de novo (muito provavelmente, negativa).

Conclusão

Fake news ❌

Apesar de o projeto que prevê abate de animais abandonados ser real, é falso que ele previa o consumo da carne de cachorro para consumo humano. Metade da culpa foi pela “ideia genial”, outra metade é por parte de quem a não leu direito.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610)

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe o nosso link