Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Brasil > Golpe em redes sociais cita cashback de cartão de crédito e anúncio de William Bonner

Golpe em redes sociais cita cashback de cartão de crédito e anúncio de William Bonner

Procon obrigou empresas de cartão de crédito a darem cashback de R$ 4.500 a brasileiros, diz boato (Foto: Reprodução/Internet)

Boato – William Bonner anunciou no Jornal Nacional da Globo que o Procon obrigou empresas de cartão de crédito a darem um cashback de R$ 4.500 para brasileiros.

Análise

Praticamente todos os dias o Boatos.org tem que vir a público para desmentir algum golpe que está viralizando em redes sociais. Hoje não foi diferente.

A última história que tivemos acesso aponta para algo que teria ocorrido em uma matéria do Jornal Nacional. No vídeo, William Bonner fala sobre uma “oportunidade para os brasileiros”.

Ele teria dito que o Procon teria obrigado as empresas de cartão de crédito a devolverem em cashback R$ 4.500 para todos os brasileiros. Para conseguir o benefício, a pessoa teria “apenas” que entrar em um site “incrível”. Leia a mensagem que circula na internet:

Vídeo: é falso que médico favorável a Ivermectina ganhou prêmio de Melhor Cientista do mundo

Você usa cartão de crédito? Você Brasileiro tem o direito de retirar até R$4.500,00 em cashbacks, Consulte agora em Saiba Mais
Hoje às 23h59 se encerra a oportunidade para você Brasileiro verificar e sacar até R$4.500,00 em cashbacks escondido pelas principais bandeiras de cartões. “Por obrigação do Procon”

Checagem

Para realizar, a checagem do conteúdo, vamos responder às seguintes perguntas: 1) É verdade que o Procon obrigou as empresas de cartão de crédito a devolverem R$ 4.500 para todos os brasileiros? 2) William Bonner e o Jornal Nacional anunciaram que o Procon obrigou as empresas de cartão de crédito a devolverem R$ 4.500 para todos os brasileiros? 3) O que acontece se você “clicar” em saiba mais e tiver acesso ao “benefício”?

É verdade que o Procon obrigou as empresas de cartão de crédito a devolverem R$ 4.500 para todos os brasileiros?

Não. Não há registro em fontes confiáveis de nenhuma medida que obrigue as empresas de cartão de crédito de crédito a devolverem dinheiro para as pessoas.

A história circulou tanto que o próprio Procon teve que vir a público para desmentir a balela. Leia o que o Procon de São Paulo falou sobre o assunto: 

É FALSO O VÍDEO que está circulando pela internet em que aparece o jornalista Willian Bonner informando que Procon obrigou empresas a pagar uma multa e devolver aos clientes valores de cashback. Trata-se de uma montagem! O Procon-SP não atende via chat ou Whatsapp.

Vale apontar que o modus operandi utilizado no golpe é o mesmo de tantas outras mensagens falsas que têm circulado na internet. Ele perpassa pelas seguintes etapas: 1) Os golpistas criam uma página falsa de algum veículo de mídia (no caso, o Jornal Nacional). 2) Eles criam um suposto site do serviço com um “atendimento” e pedido de pagamento por meio de uma plataforma (que sempre é utilizada por golpistas). 3) Eles espalham o conteúdo por meio de links pagos em redes sociais (como o Facebook, Instagram e YouTube).

William Bonner e o Jornal Nacional anunciaram que o Procon obrigou as empresas de cartão de crédito a devolverem R$ 4.500 para todos os brasileiros?

Com a nossa resposta anterior, você já pode imaginar que não. Na realidade, se trata de um mesmo mecanismo utilizado em outros fakes com o intuito de criar golpes.

A fala de William Bonner é editada com a ajuda de ferramentas de inteligência artificial ao mesmo ponto que a página do veículo que está anunciando é falsa. Há pouco tempo, o próprio William Bonner se disse espantando com este tipo de golpe.

O que acontece se você “clicar” em saiba mais e tiver acesso ao “benefício”?

Há só um destino: a perda de dinheiro. Depois de entrar no “serviço”, você é instado a pagar uma taxa ou a fazer um “curso” para descobrir como recuperar o dinheiro. O final todo mundo já sabe: as pessoas somem com o seu valor e não entregam nada.

Vale apontar que recomendamos que se entre em contato com a plataforma utilizada para pagamentos, se registre uma reclamação no Procon ou Reclame Aqui e, ainda, se faça um boletim de ocorrência na polícia. Isso que está ocorrendo é roubo.

Conclusão

Golpe ⚠️

A história que aponta que o Procon está obrigando empresas de cartão de crédito a devolverem dinheiro para as pessoas não passa de mais um golpe que visa enganar inocentes e angariar fundos para grupos sem muito caráter.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610).