Oficial de justiça falso deixa papel com telefone para realizar assaltos #boato

Boato – Atenção! Novo golpe está sendo aplicado por um falso oficial de justiça. Ele deixa um papel com telefone na caixa de Correio para depois assaltar.

Que o Brasil não é um dos países mais seguros do mundo, quase todos já sabemos. No nosso cotidiano, precisamos mudar uma série de hábitos para não sermos roubados. Para “ajudar”, o noticiário sensacionalista (que mostra só o pior das grandes cidades) e a internet só auxiliam no aumento da nossa paranoia. Hoje temos, justamente, um exemplo de “colaboração” da web com isso.

Circula na internet um alerta que aponta que um falso oficial de justiça está aplicando um novo golpe. Um áudio que viralizou no WhatsApp aponta que a pessoa está deixando “um papel” na caixa de correio das residências e pedindo para que retornem a ligação. Depois disso, o bandido simplesmente combina um encontro e assalta a vítima.

Junto à mensagem, que pode ser ouvida ou ter a transcrição lida logo abaixo, aparecia uma foto com os seguintes dizeres: “Urgente! Mandado [número do mandado]. Oficial de Justiça [número de telefone] Ícaro Taveira Neves”. Confira:

Pessoal, é o seguinte: ontem, deixaram esse documento na caixinha do correio, na minha casa. Oficial de justiça e tudo. Aí, eu peguei e liguei para a advogada porque não estou devendo nada para ninguém, eu não entendi. Aí ela foi hoje lá no cartório… no… não sei aonde. Chegou hoje, esse número de processo não existe. Esse oficial de justiça não existe. Então, o que tá acontecendo:

Eles deixam esse papel na caixinha do correio, você telefona neste número. Aí eles se passam por oficial de justiça dizendo que passa na sua casa, para levar para você o processo, que você tá com processo e tal… toca a campainha, no momento em que você abre a porta, é assalto. Então, se alguém colocar esse papel na caixinha da casa de vocês, não é para telefonar neste número.

E mesmo se alguém tocar a campainha dizendo eu vim trazer um documento, sou oficial de justiça, a senhora tem que assinar. Não é para abrir a porta. Fala agora não posso, manda por e-mail, manda para o meu advogado, qualquer coisa. Não abra a porta porque é assaltante.

Oficial de Justiça falso deixa papel com telefone para realizar assaltos?

A história se espalhou muito no WhatsApp e deixou muitos internautas assustados. Mas será mesmo que alguém está fingindo ser um oficial de justiça e realizando assaltos? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Quem nos acompanha já sabe que dicas falsas de segurança são uma constante no WhatsApp. E muitas delas carregam algumas características em comum (principalmente se estamos falando em áudios): são alarmistas (já que mexem com uma situação de risco de morte), pedem o repasse (por se disfarçarem de utilidade pública), são vagas e têm erros e contradições. Com essa história não é diferente. E isso já nos faz ficar desconfiados.

A partir daí, resolvemos buscar pelas poucas pistas que a mensagem nos passou. A primeira foi procurar por casos de roubos a residências causados por falsos oficiais de justiça. Até achamos casos de pessoas presas por se passarem por falsos oficiais. Porém não achamos nenhum caso com o modus operandi descrito no áudio.

Fizemos, ainda, um cruzamento de dados com os casos catalogados e o DDD do telefone deixado no papel (que é da região de Ribeirão Preto). Não conseguimos descobrir nenhum relato de caso de roubo de residências por um falso oficial de justiça na região.

Para além disso, a autora do áudio dá umas escorregadas. A mulher chega a falar que pediu para o advogado entrar “no cartório” para ver o processo. Não é à toa que não tenha achado nada, uma vez que cartório não guarda processos.

Outro ponto em que a autora do áudio escorrega é ao dizer que Ícaro Taveira Neves não é oficial de justiça. Uma busca na internet mostra que ele é sim funcionário do Judiciário (da comarca de Sertãozinho, São Paulo). Mais do que isso, a prima dele publicou, no Facebook, um conteúdo muito interessante desmentindo a história. Leia:

ESSE OFICIAL EXISTE SIM! Estão circulando pela região de Ribeirão Preto (Sertãozinho principalmente) que esse oficial de justiça não existe e que é assalto, inclusive com áudio de uma mulher que deveria levar o maior processo da vida dela na minha opinião. ELE EXISTE SIM, foi nomeado conforme diário oficial e é meu primo! Uma das pessoas mais íntegras e honestas que já conheci! Peço aos amigos que me ajudem a acabar com essa farsa.

Resumindo: não achamos nenhum caso (por enquanto) de oficial de justiça que deixou um papel na caixa de correio e voltou para assaltar e a pessoa citada é, de fato, um profissional da área. Ou seja, trata-se de uma história falsa e que pode atrapalhar ainda mais o trabalho de quem tem a dura missão de entregar intimações.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 994325485.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

4 comentários em “Oficial de justiça falso deixa papel com telefone para realizar assaltos #boato

  • 12/12/2017 em 21:29
    Permalink

    Trabalho no Judiciário Paulista, esse número não é de um processo e sim o número do “mandado” tal qual está escrito no papel … que advogada é essa que não sabe a diferença de número de processo pra número de mandado ???

    Outra coisa… não julgarmos pois a moça que recebeu o comunicado pode ser vítima ou simplesmente uma testemunha arrolada por alguma parte … simples assim

    Resposta
  • 10/12/2017 em 20:30
    Permalink

    Essa louca varrida inventou essa história, devia pagar suas contas, assim não receberia oficiais de justiça em sua casa…

    Resposta
  • 10/12/2017 em 18:43
    Permalink

    Só um detalhe: “cartório não guarda processo”, guarda sim.
    O ofício judicial, lugar onde ficam os processos, é comumente chamado de cartório.

    Resposta
  • 10/12/2017 em 17:35
    Permalink

    Parabéns pelo seu trabalho investigativo.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)