Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Brasil > É falso que base do Exército no Rio Içá, no Amazonas, tenha sido atacada por narcotraficantes

É falso que base do Exército no Rio Içá, no Amazonas, tenha sido atacada por narcotraficantes

Narcotraficantes atacaram base do Exército Brasileiro no rio Içá, diz boato (Foto: Reprodução/Twitter)

Boato – O Exército Brasileiro teve a sua base atacada no Rio Içá, no Amazonas, por narcotraficantes.

Análise

Está circulando em redes sociais como o Facebook, TikTok e Twitter (inclusive de pessoas influentes) um vídeo que mostraria a base do Exército Brasileira sendo atacada nas margens do Rio Içá, no Amazonas.

Mensagens que acompanham o vídeo apontam que o ataque havia sido realizado por narcotraficantes e que essa seria a prova que de o governo Lula teria deixado as Forças Armadas de mãos atadas. Leia a mensagem que circula online e assista ao vídeo:

Olha aí os narcotraficantes atacando a base do Exército Brasileiro no Rio Iça, no Amazonas, na data de hoje, 25/12/2023 Força Armada que fica submissa a um Governo Federal Comunista e não se impõe, perde o respeito! Nome disso é Efeito colateral. É DISSO PARA PIOR

Vídeo: é falso que médico favorável a Ivermectina ganhou prêmio de Melhor Cientista do mundo

 

Checagem

A história, é claro, causou um alvoroço, mas não é bem assim (na verdade, não é nada assim). Para fazer a checagem do conteúdo, vamos responder às seguintes questões: 1) É verdade que o vídeo que está circulando mostra um ataque de narcotraficantes a um quartel do Exército nas margens do Rio Içá? 2) Qual é o contexto do vídeo que mostra a base do Exército Brasileiro no Rio Içá, no Amazonas? 3) O que podemos falar da apreensão de drogas citada na nota?

É verdade que o vídeo que está circulando mostra um ataque de narcotraficantes a um quartel do Exército nas margens do Rio Içá?

Não é verdade. É fato que o vídeo foi gravado em uma base do Exército Brasileiro no Rio Içá, no Amazonas. Porém, o vídeo não mostra um ataque de narcotraficantes ao Exército Brasileiro e não denota nada sobre o governo atual e autonomia das Forças Armadas.

Qual é o contexto do vídeo que mostra a base do Exército Brasileiro no Rio Içá, no Amazonas?

Quando a história se espalhou entre pessoas influentes e começou a ser compartilhada, inclusive, por sites ligados ao meio militar, as Forças Armadas lançaram uma nota que ajudou a explicar o caso. Leia:

O Centro de Comunicação Social do Exército informa que não ocorreu nenhum ataque a Organização Militar do Exército Brasileiro, após a apreensão de 750 quilos de drogas, na fronteira com a Colômbia. O vídeo que circula nas redes sociais mostra o acionamento do Plano de Defesa do Aquartelamento, como medida preventiva a uma possível tentativa de resgate da droga, fato que não ocorreu. A falsa informação de ataque para resgate dos entorpecentes apenas contribuem para a desinformação da nossa sociedade.

O que podemos falar da apreensão de drogas citada na nota?

No dia 24 de dezembro, o Comando de Fronteira do Exército da região do Solimões apreendeu nada menos do que 750 quilos de Skank (um tipo de maconha mais forte). A apreensão foi feita no curso do rio e estavam em barcos rústicos. Essa nota fala sobre a ação e, claro, não cita nenhum ataque. 

Conclusão

Fake news ❌

É falso que narcotraficantes atacaram a base do Exército Brasileiro na região do Rio Içá, no Amazonas. O vídeo que está viralizando na internet é de uma ação preventiva ocorrida após uma grande apreensão de drogas.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610)