Mulher morre após tentar colar vagina com Super Bonder no Piauí #boato

Boato – Para enganar noivo e parecer virgem, mulher tenta colar vagina com Super Bonder e morre no interior do Piauí.

Quando o assunto é balela, um dos temas preferidos dos “produtores profissionais” são as histórias bizarras. Quanto mais bizarro o conteúdo, maior a chance de viralizar. No caso de hoje, a estratégia não foi diferente.

Isso porque circula no Facebook e no WhatsApp a informação de que uma mulher no interior do Piauí morreu após tentar colar sua vagina com Super Bonder (cola instantânea). De acordo com a publicação, a mulher tentou “enganar o seu noivo tentando parecer virgem” e “colou as partes íntimas com Super Bonder”. Leia o que diz a publicação:

TRAGÉDIA NO PIAUÍ: Mulher morre após colar a vagina com super bonder fingindo ser virgem  Uma mulher do interior do Piauí fez uma tremenda bobagem que custou sua vida, ao tentar enganar o seu noivo tentando parecer virgem, ela colou as partes intimas com Super Bonder com medo do mesmo desistir do casamento ao saber da verdade.A mulher disse para o seu noivo que nunca havia tido relações sexuais e o dia do casamento chegou…

O desespero bateu, o casamento aconteceu e a noite de núpcias chegou… sem outra alternativa, após um ano de mentira, a jovem resolveu passar uma super cola em suas genitálias.A brilhante ideia de passar Super Bonder nas partes íntimas, era para mostrar ao seu noivo que seu corpo era intocado, e ela permanecia virgem. Seu noivo, em depoimento posterior ao acontecido, informou que achou estranho, pois a menina estava muito apertada, ele não conseguia penetração. O pesadelo da mulher de 22 anos estava só começando. […]

Mulher morre após tentar colar vagina com Super Bonder no Piauí?

A notícia da morte da mulher deixou até os mais céticos intrigados. Mas será mesmo que uma mulher morreu após tentar colar vagina com Super Bonder no Piauí? A resposta é não. Sem mais delongas, vamos aos fatos.

Ao bater o olho no texto, percebemos que ele “tenta” ser jornalístico, mas é muito mal escrito. Digo isso porque o texto não responde àquelas perguntas básicas de qualquer notícia como, por exemplo, o nome da mulher, quando ocorreu o caso e qual a cidade. E não adianta dizer que “aconteceu” no interior do Piauí ou que a mulher não quis se identificar, afinal, temos uma foto do rosto dela e “interior do Piauí” não é informação. Não preciso nem dizer que informações vagas ajudam a caracterizar um boato, né?

Junte isso ao fato de que, ao buscar sobre o assunto, não encontramos nenhum site de notícias confiável que tenha divulgado a informação. Mais do que isso: descobrimos que a história nasceu em um blog que volta e meia cria notícias falsas para ganhar audiência. Aliás, há pouco dias, a mesma página publicou uma história estranhamente parecida “homem é preso após colar vagina da esposa com Super Bonder”. Ou seja, a fonte da informação não é das mais confiáveis.

Da história citada para a hoje, as únicas diferenças estão na motivação e na localidade. Enquanto Francisco Severino da Silva colava o órgão genital da esposa com medo de “ser corno”, a “mulher do Piauí” se aventurava com a supercola para tentar parecer virgem. No caso de Francisco, o episódio ocorreu em Pernambuco. Já com a mulher, a história aconteceu no interior do Piauí. Quer dizer, coincidência demais para um simples “site” de notícias.

Se isso não é suficiente para provar que é boato, fique sabendo que as imagens não têm nada a ver com o caso. A primeira delas, onde há um caixão, faz parte do registro do velório das vítimas de um acidente em Araçagy, São Luís no final do ano passado. Na época, o acidente causou a morte de quatro pessoas.

Para a nossa surpresa, a jovem na outra imagem, de fato, faleceu. Mas, ao contrário do que se imagina, não foi por causa do Super Bonder. Na realidade, a mulher morreu após ter sido agredida pelo namorado, em maio de 2018, em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. Já foto do Super Bonder é só uma imagem aleatória (por sinal, a mesma usada na “versão Pernambuco” do boato).

Resumindo: a história de que uma mulher morreu após tentar colar vagina com Super Bonder no Piauí é fruto de uma invenção de um site de fake news que se utilizou de imagens fora de contexto. Ou seja, tudo balela.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

3 comentários em “Mulher morre após tentar colar vagina com Super Bonder no Piauí #boato

  • 07/08/2018 em 09:29
    Permalink

    A única coisa que tenho a dizer é agradecer à boatos.org. quase não leio mais nada porque já é difícil acreditar até nas verdades.
    Imaginem quando uma pessoa não sabe o que fazer com as notícias?!!!

    Resposta
  • 07/08/2018 em 09:05
    Permalink

    As pessoas estão abusando dos boatos, cada um sem noção!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)