Menina de 14 anos procurou padre antes de cometer suicídio em Petrolina (PE) #boato

Boato – Publicações afirmam que, em vídeo, padre disse que menina de 14 anos foi se confessar e falou sobre planos de suicídio em Petrolina (PE). 

Setembro chegou. E, com ele, o calor, a primavera e um lembrete: a saúde mental importa e também merece atenção. Para mostrar isso, no mês de setembro são realizadas diversas atividades em prol da saúde mental e orientações sobre medidas contra o suicídio.

A escolha do mês de setembro não é a toa. Desde 2003, o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio é celebrado neste mês. E apesar de tanta informação disponível, muita gente ainda acredita em diversos mitos em torno do assunto, o que acaba dificultando a ajuda a familiares e amigos próximos que estejam passando por momentos de angústia.

Infelizmente, os dados sobre suicídio continuam crescendo (mostrando que o assunto é questão de saúde pública e precisa ser debatido). Em Petrolina (PE), uma jovem de apenas 14 anos acabou entrando para as estatísticas. A partir do caso (real), um história surgiu em redes sociais.

Segundo a história, a adolescente teria procurado um padre, logo após sair da escola, para se confessar. Ainda de acordo com a postagem, ela teria indicado seu plano de tirar a própria vida. A história foi reforçada por um vídeo com o depoimento do próprio padre. Confira:

Versão 1: “Essa foi a menina que se matou em Petrolina , antes procurou o padre Pra falar do seu plano”. Versão 2: “Essa foi a menina que cometeu suicídio em Petrolina-PB; antes procurou um Padre para conversar e falou como estava se sentindo, e o seu desejo de tirar a própria vida… Vejam o video do Padre testemunhando; é muito triste a situação das famílias hoje… “Famílias doentes gera uma sociedade doente”.

Menina de 14 anos procurou padre antes e cometer suicídio em Petrolina (PE)?

Por estarmos justamente no mês de combate e prevenção ao suicídio, a história viralizou rapidamente nas redes sociais e se tornou o assunto principal na cidade onde o fato teria ocorrido. Mas será que a adolescente de 14 anos de Petrolina (PE) realmente procurou o padre para se confessar antes de cometer suicídio? A resposta é não!

Vamos aos fatos! A publicação, que acompanha uma suposta foto da jovem e um vídeo (onde o padre diz que uma garota de 14 anos o procurou para se confessar e afirmou que tinha planos de se matar), deixa muitas dúvidas. A mensagem é vaga (não dá informações sobre o vídeo do padre). Além disso, o texto é completamente alarmista (transformando o caso em uma situação ainda mais dolorosa para familiares e amigos da adolescente), possui erros de português e não cita fontes confiáveis.

Ao contrário do que muita gente pensa, em nenhum relato sobre a morte da jovem de Petrolina (PE) há o indicativo de que ela teria procurado um padre para se confessar. Essa história só surgiu depois que o caso ganhou notoriedade nas redes sociais.

A equipe do Boatos.org, então, resolveu procurar mais informações sobre o vídeo e chegou à verdade: ele não tem relação alguma com o caso da jovem de 14 anos de Petrolina (PE). O homem que aparece no vídeo, na realidade, é o padre Luiz Augusto, pároco de uma igreja em Aparecida de Goiânia (GO).

O padre possui uma página nas redes sociais (com um grande número de seguidores), onde publica diversas mensagens e vídeos. O vídeo, em questão, foi postado em maio de 2018. Ou seja, não é recente e muito menos faz alusão a uma situação no município de Petrolina (PE).

Em resumo: a história que diz que uma menina de 14 anos procurou padre antes e cometer suicídio em Petrolina (PE) é falsa! O caso do suicídio, infelizmente, é real. Porém, a história de que a jovem de 14 anos teria procurado o padre não é verdadeira. Alguém usou um vídeo antigo, de um pároco de outra cidade (e estado!), e criou uma relação totalmente falsa. Ou seja, a história, além de cruel, não é verdadeira! Não compartilhe!

PS: Durante momentos difíceis ou quando nos encontramos doentes, nossa mente pode ser o nosso pior inimigo. Isso porque, nesses casos, nossa mente pode fazer relações ou indicar situações que não são reais. Portanto, quando se sentir angustiado ou sem esperanças, lembre-se que sua vida importa e que existem pessoas que podem lhe ajudar, como o Centro de Valorização da Vida (que pode ser contatado, gratuitamente para todo o Brasil, pelo telefone 188) ou as emergências psiquiátricas nos pronto socorros. Caso sua cidade não possua esse tipo de atendimento, você pode procurar os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) que possuem atendimento 24h. Não deixe de procurar ajuda! Sua dor merece atenção e cuidados. 

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)