Luciano Hang, dono da Havan, se cadastrou e recebeu auxílio emergencial #boato

Boato – Luciano Hang, dono da Havan, se cadastrou e recebeu auxílio emergencial de R$ 600 do governo isso é provado por documento da Caixa Econômica Federal.

Já imaginou um bilionário recebendo o auxílio emergencial do governo? Dentre os causos que circulam sobre o assunto durante a pandemia, uma curiosa história, que tinha tudo para ser uma piada (de péssimo gosto), chamou a atenção dos internautas nos últimos dias após o vazamento de dados de Luciano Hang, maior e mais rico empresário do ramo de comércio varejista brasileiro.

De acordo com uma publicação que está circulando nas redes sociais, Luciano Hang, dono da Havan, teria se cadastrado e recebido o auxílio emergencial de R$ 600, algo confirmado em documento da Caixa Econômica Federal, no qual o nome de Luciano Hang, de fato, aparece na lista de beneficiários.

A informação teria sido delatada depois que os dados do empresário foram vazados pelo grupo de hackers Anonymous Brasil, que também divulgou dados de outras pessoas públicas e autoridades.

De acordo com os hackers, ao tentarem cadastrar Luciano Hang no chamado ‘Coronavoucher’, o sistema da Caixa informou que o nome dele já constava entre os beneficiários do programa, mesmo sendo um dos maiores bilionários do país, segundo a revista Forbes.

A notícia deixou os internautas revoltados, principalmente por colocar em xeque a funcionalidade dos bancos de dados do governo. Confira, a seguir, as versões do texto original da publicação que está rodando online: “Luciano Hang recebeu auxílio emergencial de R$ 600” e “Luciano Hang recebeu parcela de 600 reais de auxílio do governo, confirma documento da CEF”.

Luciano Hang, dono da Havan, se cadastrou e recebeu auxílio emergencial?

Como era de se esperar, a publicação viralizou rapidamente. Mas será mesmo que Luciano Hang, dono da Havan, se cadastrou e recebeu o auxílio emergencial do governo? Tudo indica que não! E o porquê você confere a seguir.

Para começar, verdade seja dita: o nome de Luciano Hang realmente consta na lista de beneficiários do ‘Coronavoucher’. Porém, o fato é que existe uma enorme diferença entre o nome dele constar como cadastrado do programa e ele ter recebido o auxílio.

Há poucos dias, por exemplo, nós também tivemos que desmentir aqui no Boatos.org o caso do filho de William Bonner, Vinícius Bonemer, que também apareceu como beneficiário do auxílio emergencial do governo, mesmo sem ter solicitado ou recebido o dinheiro, já que não se enquadra no perfil de pessoas que precisam da ajuda de custo de R$ 600.

O que aconteceu é que Vinícius teve o CPF vazado na internet e serviu como ‘laranja’ de golpistas que utilizaram os seus dados para fraudar o sistema do programa. E assim como no caso do filho de Bonner e Fátima Bernardes, temos que concordar que essa história do Luciano Hang também não tem nenhuma lógica, já que ele não precisaria sequer perder tempo pedindo o ‘Coronavoucher’, visto que o processo de solicitação, principalmente nos primeiros dias, exige tempo, e também é dono de uma fortuna avaliada em mais de R$ 18 bilhões.

No entanto, como o número do seu CPF é público, não por causa de invasão hacker, mas por causa de processos judiciais, que são muito comuns na vida de empresários (com uma rápida busca por “Luciano Hang + CPF”, você já acha o dado), não é difícil imaginar que o seu nome também tenha sido usado indevidamente para fraudar o sistema do auxílio emergencial do governo.

Mais que isso, não há provas de que o dono da Havan tenha recebido o dinheiro. Até porque, como falamos, o valor de R$ 600 não é nada perto do montante que ele tem, de mais de R$ 18 bilhões, o que o coloca na posição de 7º homem mais rico do Brasil.

Por fim, o próprio Luciano Hang se pronunciou em seu perfil oficial no Facebook sobre a denúncia, negando que tenha recebido o dinheiro do programa, já que o cadastro em seu nome sequer chegou a ser aprovado, além do fato de que ele teve os dados vazados pelo grupo de hackers Anonymous Brasil:

“Alguém me passou a perna, pegou o dinheiro e sumiu. kkkk É Fake News, pessoal. Realmente o cadastro foi feito, não sabemos como, mas acredito que através dos dados vazados pelo Anonymous Brasil. Ao contrário do que andam divulgando, até agora o auxílio não foi aprovado. Não deixe que usem isso para tirar o crédito de um programa que já ajudou mais de 50 milhões de brasileiros. Vamos em frente torcer pelo bem do Brasil. Se o país vai bem, todos ganham”, escreveu.

Resumindo: Assim como no caso do filho de William Bonner, apesar de o nome de Luciano Hang constar como beneficiário do auxílio emergencial do governo, não há provas de que o empresário tenha se cadastrado no programa e recebido os R$ 600, visto que ele não precisaria da ajuda de custo, por ser dono de uma fortuna avaliada em mais de R$ 18 bilhões, além do fato de que o seu CPF é público, podendo ser utilizado por golpistas para fraudar o sistema.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3df26qp

 

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)