Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Brasil > Falsa decisão da Justiça sobre “piada do Ponto Frio” é utilizada em golpe na internet

Falsa decisão da Justiça sobre “piada do Ponto Frio” é utilizada em golpe na internet

Justiça condenou Ponto Frio a vender fogão e cervejeira em promoção por causa de piada sobre carnaval, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – A Justiça condenou o Ponto Frio a vender fogão e geladeira em promoção por causa de uma piada de mau gosto sobre carnaval.

Análise

O carnaval está chegando e, pelo jeito, os golpistas já estão se aproveitando para aplicar das suas. Neste sentido, está circulando na internet uma mensagem que aponta que o Ponto Frio se viu obrigado a vender uma cervejeira e um fogão por R$ 200.

O motivo seria uma condenação na Justiça por conta de uma suposta piada que o perfil em redes sociais da empresa teria feito sobre o carnaval de homens e o carnaval de mulheres.

Vídeo: é falso que Sadia esteja dando prêmios para quem compartilhar no WhatsApp

O conteúdo está circulando por meio de anúncios pagos em redes sociais e por meio de falsos print de veículos de mídia como, por exemplo, a Folha, e encaminha a pessoa para um site de venda dos supostos produtos. Leia uma das mensagens que circula online:

Confira o desmentido em vídeo:

Ponto Frio faz piada de mau gosto sobre o carnaval e é punida tendo que vender fogão e cervejeira por menos de R$ 200 Após a empresa realizar uma postagem no Facebook que gerou polêmica, ministério público interviu e obrigou a empresa a prestar uma “indenização coletiva”.

O ministério público determinou que o Ponto Frio disponibilizasse 1.0000 cervejeiras e 1.000 fogões de 4 bocas, ao custo de R$ 179,90 cada, como forma de indenização coletiva, bem como a retirada da propaganda de suas redes sociais. Materia completa na Folha.

Ponto. Para os homens no carnaval, temos cervejeira em promoção! Já para as mulheres que vão ficar em casa, temos uma promoção imperdível de fogão 4 bocas CARNAVAL DELES VS CARNAVAL DELAS

Checagem

Para realizar a checagem do conteúdo, vamos responder às seguintes questões: 1) É verdade que a Justiça obrigou o Ponto Frio a vender fogão e cervejeira a R$ 200? 2) O Ponto Frio chegou a fazer a tal “piada” de mau gosto sobre o carnaval de homens e mulheres? 3) O que acontece se você tentar comprar o produto no site da suposta oferta?

É verdade que a Justiça obrigou o Ponto Frio a vender fogão e cervejeira a R$ 200?

Não é verdade. Ao buscar pelo assunto, (como imaginávamos) nada encontramos sobre a Justiça ter obrigado o Ponto Frio a vender um fogão e uma cervejeira a R$ 200 (nem mesmo na Folha). Não conseguimos ter acesso ao link citado, mas a nossa experiência com este tipo de golpe nos permite inferir que estão utilizando um site clone do veículo de mídia.

Não bastasse isso, não faz o mínimo sentido a “Justiça obrigar uma promoção” por conta de uma postagem em redes sociais. Além disso, não há condenação porque não há elemento de culpa.

O Ponto Frio chegou a fazer a tal “piada” de mau gosto sobre o carnaval de homens e mulheres?

Outro ponto que diminui a chance de a história ser real está no fato de não termos encontrado nenhuma mensagem nas redes sociais do Ponto Frio apontando para o tal “carnaval de homens e mulheres”. Além de, de fato, ser de péssimo gosto e não parecer ser factível alguma empresa publicar isso, não há qualquer registro (além de o post do golpe, claro).

O que acontece se você tentar comprar o produto no site da suposta oferta?

Essa resposta já está pronta e já foi utilizada em postagens similares: infelizmente, a tendência é você perder o dinheiro pago. Em todo este golpe, tem um mecanismo final: um sistema de pagamentos difícil de rastrear o beneficiário do dinheiro.

Sugerimos que você tente reclamar com a empresa que fez a intermediação do pagamento, fazer um BO na polícia e também reclamar em plataformas como o Reclame Aqui.

Conclusão

Fake news ❌

Não é verdade que a Justiça tenha condenado o Ponto Frio a vender produtos em promoção por conta de uma “piada de mau gosto”. Trata-se de uma fake news que, na realidade, esconde um golpe que circula online.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610).