Jovem coloca adesivo de autoescola em carro e dirige sem CNH por três anos #boato

Boato – Após colocar adesivo com identificação de autoescola em carro, jovem consegue burlar lei e dirige por três anos sem habilitação (CNH).

Conseguir a tão sonhada carteira de habilitação (CNH) tem se tornado uma empreitada bastante difícil. Nos últimos anos, as regras têm se tornado cada vez mais rígidas, com direito à presença confirmada por leitura biométrica, aumento do número de aulas teóricas e práticas e até a utilização de simuladores.

Com isso, além do processo ter se tornado mais rígido, também ficou mais longo. Assim, o sonho de muita gente era encontrar um jeito de tornar todo o processo mais rápido. E, de acordo com uma história que está circulando nas redes sociais, um jovem conseguiu burlar o sistema.

Segundo a postagem, o jovem teria adesivado o carro com a identificação de autoescola. Ainda de acordo com o texto, ele teria conseguido dirigir por três sem qualquer habilitação. Confira:

Versão 1: “ACONTECEU NO SUL. JOVEM ADESIVA SEU PRÓPRIO CARRO COM EMBLEMA DE AUTO ESCOLA E DIRIGE POR 05 ANOS SEM CNH !!!!!”. Versão 2: “Da série: Q.I. mais de 3000. Jovem adesiva carro ‘simulando auto-escola’ e dirige sem habilitação por 3 anos”. Versão 3: “Jovem adesviva seu carro e dirige sem CNH por 3 anos…”.

Jovem colocou adesivo de autoescola em carro e dirigiu sem habilitação por três anos?

A história, claro, logo viralizou nas redes sociais e mobilizou muitos internautas. Na internet, muitas pessoas se divertiram com o caso e alguns até cogitaram fazer o mesmo. Mas será que é verdade que um jovem conseguiu dirigir por 3 anos sem habilitação após adesivar seu carro simulando uma autoescola? A resposta é não!

Vamos aos fatos! Ao ler a mensagem, achamos a história bastante estranha. Ela é completamente vaga: não informa a identidade do jovem, nem o local onde o fato teria ocorrido e muito menos datas. Além disso, as postagens são alarmistas, possuem erros de português e não citam fontes confiáveis.

Uma rápida análise dos textos também mostra que há divergências entre as versões dessa história (algumas falam em 3 anos, outras em 5) e as fotos utilizadas nas publicações. Ao procurar por mais informações sobre o caso (que, no mínimo, seria digno de uma notícia com destaque), não encontramos nada. Chegamos, inclusive, a pesquisar no site indicado em uma das imagens, mas sem sucesso.

Ao buscar pelas imagens, descobrimos que, na verdade, elas não tem nada a ver com a história. Uma delas é um registro de fiscalização do Detran de Mato Grosso do Sul a veículos de autoescola. Já outra é de uma autuação. Nesse caso, o veículo de autoescola foi removido por estacionar em local irregular.

Vale destacar que um carro de autoescola precisa atender inúmeras exigências. Dentre elas, não ter mais do que 8 anos de fabricação, estar devidamente identificado de acordo com a identidade visual específica de cada estado e estar adaptado para as aulas. Além disso, durante aula, obrigatoriamente o veículo de autoescola precisa da presença de instrutor autorizado. E não é permitido que mais de três pessoas estejam dentro do veículo de aprendizagem (aluno, instrutor e um acompanhante).

Por fim, os veículos destinados a esse tipo de função possuem alvará apenas para essa finalidade. Ou seja, não podem ser utilizados para outros fins que não o de aprendizagem. Vale lembrar também que a fiscalização de autoescolas é prática regular do DETRAN de cada estado. Dessa forma, seria bastante difícil alguém manter um carro de autoescola falso por tanto tempo. Sem contar que toda a ação se configura como crime.

Em resumo: a história que diz que um jovem colocou um adesivo de auto-escola e dirigiu sem habilitação por três anos é falsa! Além da publicação não informar quem é a pessoa ou onde e quando o fato teria ocorrido, não encontramos nenhuma informação sobre o assunto. As fotos utilizadas no texto também não têm nada a ver com a história. Por fim, as exigências de um carro de autoescola são inúmeras (sem contar nas fiscalizações rotineiras do DETRAN). Ou seja, seria bem difícil alguém manter a farsa por tanto tempo (que se configura como crime). Dessa forma, a história não passa de balela. Não compartilhe!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

Compartilhe este artigo:
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)