Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Brasil > Mulher está abandonada no Hospital Souza Aguiar #boato

Mulher está abandonada no Hospital Souza Aguiar #boato

Boato – Senhora abandonada no Souza Aguiar não lembra quem é e precisa da colaboração de todos para encontrar a família.

As correntes na internet se espalham em velocidade impressionante. Muito mais rápidas que o tal ‘boca a boca’, uma foto, um status, uma mensagem terminada em ‘compartilhem’ e de repente temos um assunto circulando todo o país. Com as mensagens instantâneas e os grupos de WhatsApp a coisa vai mais longe ainda, chega para muita gente e de uma só vez.

E mais, tem sempre uma ‘boa intenção’ envolvida. É aí que mora o perigo de tudo. Lembremos (sempre) que foi graças a correntes com boas intenções que uma mulher foi assassinada no Guarujá e outra foi escrachada por supostamente sequestrar crianças.

Estrelando a corrente da qual falaremos nesse texto, uma idosa, abandonada no hospital Souza Aguiar sem saber quem é sua família. A imagem da senhora está mobilizando muitas boas almas e sendo massivamente compartilhada no Facebook. Com a foto, a seguinte legenda:

‘Tá abandonada no Souza Aguiar sem saber quem é. Mande para os amigos para saber se alguém conhece’.

Mulher está no Souza Aguiar perdida?

Vídeo: é falso que Lula foi flagrado beijando Suzanne von Richtofhen

Todos se compadecem, certo? Errado. Não se compadecer, mas fazê-lo por uma causa falsa. A história de que a senhora não se lembra da família e precisa ser recuperada pela família é falsa, além de tudo é antiga. Apesar de repostada na internet esta semana, a imagem circula na web desde 2014 e já foi desmentida naquele ano.

O Diário do Nordeste em novembro de 2014 esclareceu que a senhora desmemoriada não estava internada na Santa Casa de Fortaleza, como se dava a entender. O mesmo aconteceu com o Extra, que esclareceu uma semana depois que a mesma idosa não estava internada no Hospital Municipal Souza Aguiar, do Rio de Janeiro, e que a foto pertencia a Enenísia Rosa Reis, moradora de Anápolis (GO).

Dona Enenísia foi de fato internada em Anápolis por causa de uma lesão no pé e recebeu alta dias depois. Ela, inclusive, sabia exatamente quem era sua família, apesar de ter sido levada ao hospital pelos vizinhos.

A foto da senhora não só foi repassada de forma equivocada, como rodou dois estados diferentes – Rio de Janeiro e Ceará. Correntes falsas geralmente seguem esse padrão, aparecem em diferentes lugares com informações pontuais alteradas. Quem lembra a história da ponte rachada?

Recaptulando, dona Enenísia não está sem memória e abandonada em um hospital. A foto dela tem sido utilizada irresponsavelmente há pelo menos dois anos. Toda essa comoção tem sido feita por um #boato.