Hoax: quadrilha usa falsa pesquisa de qualidade da educação em sequestros

Hoax fala de golpe aplicado por telefone
Hoax fala de golpe aplicado por telefone

Boato – Os bandidos estariam usando um novo golpe. A bola da vez é uma falsa pesquisa sobre a qualidade da Educação do Estado do Rio de Janeiro. Bandidos pegam dados da vítima por meio desta pesquisa.

Este é mais um boato na internet envolvendo supostos crimes. A bola da vez é a utilização de falsas pesquisas sobre qualidade da educação que bandidos do Rio de Janeiro estariam fazendo para pegar dados das crianças e, posteriormente, sequestrar as crianças. Leia a mensagem:

ATENÇÃO MÃES, PAIS E RESPONSÁVEIS!!! SE RECEBEREM LIGAÇÕES DIZENDO QUE É UMA PESQUISA DO ESTADO SOBRE QUALIDADE DE

EDUCAÇÃO NO RIO DE JANEIRO, NÃO RESPONDAM!!! EXISTE UMA QUADRILHA QUE ESTÁ FAZENDO ISSO PARA SEQUESTRAR PESSOAS E, PRINCIPALMENTE, CRIANÇAS NAS ESCOLAS. ELES PERGUNTAM SE ESTÃO

SATISFEITOS COM A ESCOLA, QUAL ESCOLA, QUANTOS FILHOS EM QUAIS ESCOLAS, NOME E IDADE DOS FILHOS. SEM PERCEBER E, INOCENTEMENTE, AS PESSOAS DÃO DADOS QUE OS LEVAM ATÉ A VÍTIMA!!! NAO EXISTE PESQUISA DE QUALQUER ÓRGÃO DO

GOVERNO POR TELEFONE! SE POSSÍVEL COMPARTILHE, COPIE, MAS DIVULGUE PARA TODOS!

É fato que a Secretaria de Educação de nenhum lugar vai fazer uma pesquisa sobre qualidade do ensino por telefone. Tanto o MEC como as secretarias estaduais têm inúmeros indicadores para medir a qualidade do ensino como, por exemplo, o Ideb ou o Enade. 

Porém, não encontramos nenhum caso de bandidos aplicando o tal golpe por telefone. Se formos pensar bem seria meio arriscado para eles fazer a tal pesquisa. E depois como seria o sequestro¿ Será que não seria mais fácil eles fazerem o tal sequestro e depois ligar para as vítima.

Pela falta de fontes e todas as características do texto (alarmista, com caixa alta e pedido de compartilhamento) chegamos à conclusão que tudo não passa de um hoax. Mesmo assim, se algum bandido “gostar” da ideia e tentar o golpe, siga o conselho do hoax: não responda à pesquisa. Se tiver dúvidas, ligue para o número de atendimento da secretaria de educação da sua cidade.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet