Foto de ponte rachada mostra que está prestes a cair #boato

Boato – Rachadura em ponte está aumentando e ela ameaça cair a qualquer momento.

Ao que parece é muito comum ao brasileiro a síndrome da perda de memória recente. Isso ou somos, em grande maioria, muito distraídos. Ou, a pior hipótese é que gostamos de ser desinformados e enganados.

Há pouco mais de um ano desmentimos aqui no Boatos.org a história da rachadura na ponte Rio-Niterói, a maior do país. Com tráfego anual de mais de 55 milhões de veículos, a ponte que liga a capital carioca a cidade de Niterói é muito importante.

De forma totalmente compreensiva, muita gente se assustou com a foto de uma rachadura enorme na ponte que foi compartilhada nas redes ano passado. A comoção das pessoas foi tanta que a então concessionária da ponte, a CCR, emitiu uma nota de esclarecimento sobre a suposta rachadura.

Pois não é que a foto está abalando as redes sociais outra vez? Isso mesmo, há uma semana uma usuária do Facebook repostou a foto da ponte Rio-Niterói e a imagem está causando muita comoção. Confira a legenda:

‘Amigos, usuários da segunda ponte estamos correndo risco de vida, pois a mesma encontrar-se com uma enorme rachadura que aumenta à cada dia, e os órgãos responsáveis finge que de nada sabe, então por favor ajudem a compartilhar e que Deus nos guarde’.

A espécie de pedido de socorro junto com a imagem da suposta rachadura já rendeu 148.650 compartilhamentos, e muito provavelmente quando encerrarmos esse texto esse número terá aumentado. Acontece que algumas pessoas estão confusas porque a legenda não explica a que ponte se refere e onde ela fica nem associa a imagem à ponte Rio-Niterói.

E pior, a falta de informação resultou no compartilhamento da foto em vários estados com a rachadura sendo atribuída a pontes diferentes. Em uma busca rápida encontramos a imagem sendo associada à ponte Presidente José Sarney, no Maranhão; a uma das pontes que liga a Ilha de Florianópolis ao continente em Santa Catarina; a um pontilhão em Araraquara, interior de São Paulo; à Segunda Ponte, no Espírito Santo e até mesmo a uma ponte no Vale do Reginaldo, em Maceió, Alagoas.

As pessoas esqueceram que essa história da rachadura já foi desmentida e que não se trata de um problema, mas sim de um recurso de engenharia civil necessário. Chamada de junta de dilatação, o vão na ponte foi feito propositalmente para permitir que a estrutura suporte as variações térmicas (contração e dilatação) sem rachar.

Como comentamos no início do texto, essa história da rachadura foi desmentida aqui no site e até virou notícia no G1 e no O Globo ano passado. Os argumentos e explicações permanecem os mesmos, a única alteração de lá para cá é que a CCR deixou de ser a concessionária da ponte. Só isso.

Então, esclarecido que essa rachadura mostrada na foto não é na verdade uma junta de dilatação e que essa foto corresponde à ponte Rio-Niterói, voltemos à verdadeira questão de hoje: ou o brasileiro sofre de perda de memória recente, ou é distraído por natureza, ou gosta mesmo de ser enganado/desinformado.

ps: O número de compartilhamentos já chegou a 148.754, opa, 148.765, 148.944 e subindo.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)