Lista dos generais do Exército que vão assumir batalhões da PM é divulgada #boato

Boato – Lista dos generais do Exército que serão comandantes dos batalhões da Polícia Militar vazou na internet. Agora todo comandante de batalhão do Rio de Janeiro será um general do Exército.

Lá vamos nós falar sobre o “tema do momento”. Nos últimos dias, o que mais tem aparecido na internet é anúncio falso sobre detalhes da intervenção federal no Rio de Janeiro. A tal intervenção está sendo vendida para os mais “à direita” (e também para alguns mais “à esquerda”) como “o primeiro passo” para a chegada dos militares ao poder.

Com isso, os “mais empolgados” (ou mais “apavorados”) estão fazendo alarde com “diversas ações” dos militares. A última delas dá conta de que o comando dos batalhões da Polícia Militar do Rio de Janeiro irá para a mão do Exército. De acordo com o texto, há até uma lista de comandantes e batalhões. Leia o texto que circula online:

Decidido agora! Os Coronéis comandantes dos Batalhões da PM, serão destituídos e cada batalhão terá como comandante um general de exército! Novos CMT de batalhões da PMERJ: 2 BPM General Bonfim Neto, 3 BPM General Rui Brito, 4 BPM General Cesar Lobo, 5 BPM General Vitor Caldas, 7 BPM General Peixoto Martins, 9 BPM General Alfredo Barbosa, 12 BPM General Filho de Sá, 14 BPM General Fábio Melo, 15 BPM General Danilo lobão, 16 BPM General Brito Lacerda, 17 BPM General Saldanha Neto, 18 BPM General Galvão de costa filho, 19 BPM General José Abreu romano, 20 BPM General Fábio Pires, 21 BPM General Duílio Braga, 22 BPM General Renato Fortes, 23 BPM General Borges Braga Neto e 27 BPM General Romeu lima Neto

Lista dos generais do Exército que vão assumir batalhões da PM vazou na web?

O que não tem faltado nos últimos dias são devaneios em relação à intervenção. E essa história de lista de generais de batalhões da PM, pelo menos por enquanto, não passa de mais uma obra de ficção. Para você entender tudo, vamos aos fatos.

Primeiro e definitivo ponto: já repetimos diversas vezes e vamos repetir novamente. Até o momento da publicação deste texto (tarde de 20/02/2018), sequer o decreto que autoriza a intervenção federal no Rio de Janeiro havia sido aprovado no Congresso (ainda falta o Senado). Até o momento NADA sobre ações práticas está definido. Deu para entender? NADA está definido.

Mesmo sabendo que nada foi definido, tentamos procurar algo sobre essa “tal troca de comando”. Com exceção do texto no WhatsApp, não encontramos nenhuma informação a respeito do assunto. Do jeito que a intervenção federal tem recebido atenção da mídia, com certeza o assunto já teria sido publicado se fosse verdade.

Se você ainda não está acreditando no “textão do zazap”, apuramos mais duas informações nele: a primeira é que os batalhões listados não são “todos” da PM do Rio de Janeiro. Ou seja: a informação está incompleta. Se você acha que tem só isso, achamos algo pior. Ao todo, 18 generais são citados no texto. Buscamos, um por um no Google e chegamos ao seguinte resultado: 16 dos nomes citados não existem.

As nossas buscas retornaram resultados apenas para o general Alfredo Barbosa e para o general Rui Brito. Detalhe: nenhum dos dois poderá assumir batalhões da PM. O general Alfredo Barbosa (que chegou a ser comandante do Exército em 1909) se aposentou em 1913 e já é falecido. Já o general Rui Manuel Pires de Brito Elvas está vivo. Mas ele é português e não tem nenhum vínculo com o Brasil.

Texto sem fontes, não há nenhuma notícia a respeito do assunto, nem todos batalhões estão descritos e nenhum dos generais estão na ativa do Exército Brasileiro. Precisa de mais alguma coisa para classificarmos essa história de lista de generais como boato?

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)