Cedae alerta que ninguém deve consumir água da torneira ou de filtro #boato

Boato – Depois de água turva ter sido encontrada em locais do Rio de Janeiro, a Cedae alertou que ninguém deve beber água da torneira e filtro porque ela está contaminada.

Nos últimos dias, muitos moradores do Rio de Janeiro relataram algo estranho na água fornecida pela Companhia Estadual de Abastecimento de Água e Esgoto (Cedae). Imagens e vídeos mostram uma água  com uma coloração diferente da tradicional (transparente).

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Siga o Boatos.org no Twitter:

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/39Tje3u

Confira o nosso Instagram:

Instagram

É claro que episódios como esses (reais, diga-se de passagem) deixaram muitas pessoas assustadas. Essas pessoas ficaram mais assustadas ainda quando souberam de uma mensagem na qual a própria Cedae teria dito que a água está contaminada e que não deve ser consumida por ninguém. Leia a mensagem que circula online:

Enviado pelo grupo de médicos do Samaritano. A Cedae emitiu um alerta URGENTE. NINGUÉM deve consumir água da torneira nem do filtro, só fervida e mineral de marca boa. Tão pouco as de galão de 20 litros sem procedência certa. Comprar somente água de garrafa marca conhecida. Contaminação na água, e os hospitais estão lotados de gente passando mal. Tem gente que a água está com cheiro de esgoto Passem um alerta por todo grande Rio

Cedae alertou que ninguém deve consumir água da torneira ou de filtro?

Pois é. Muita gente deve até ter deixado de tomar banho depois da tal mensagem. Mas será mesmo que a Cedae proibiu o consumo de água da torneira ou de filtro no Rio de Janeiro? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo para vocês.

Como falamos antes, está claro que uma situação como essa deixa as pessoas assustadas. Afinal, aprendemos desde pequeno que a água é incolor, inodora e insípida. Vale dizer que, depois deste episódio, uma especialista em saúde recomendou que se a água estivesse “barrenta” não deveria ser consumida pela população. 

Porém, o posicionamento da Cedae em relação ao caso da água (posicionamento baseado em testes e que foi feito após a declaração da especialista em saúde) é justamente contrário ao que aponta a mensagem. De acordo com a companhia, a substância encontrada na água é a Geosmina, substância produzida por algas, e que o teste feito em amostras de água foi considerado satisfatório. Leia nota da empresa:

– Após análises finalizadas nesta terça-feira (07/01), técnicos da Cedae detectaram a presença da substância Geosmina em amostras de água. A Geosmina é uma substância orgânica produzida por algas e que não representa nenhum risco à saúde dos consumidores. Desta forma, a água fornecida pode ser consumida pela população.

– A substância não oferece riscos à saúde, mas altera o gosto e o cheiro da água. O fenômeno natural e raro de aumento de algas em mananciais, em função de variações de temperatura, luminosidade e índice pluviométrico, causa o aumento da presença deste composto orgânico, levando a água a apresentar “gosto e cheiro de terra”. Casos semelhantes ocorreram no Rio de Janeiro 18 anos atrás; em São Paulo, em 2008, e em municípios dos estados da Paraíba e do Rio Grande do Sul em 2018, por exemplo.

– Cabe informar que as amostras já analisadas na tarde desta terça-feira (07/01) na Estação de Tratamento do Guandu não apresentaram alteração quanto ao cheiro e ao gosto, estando dentro dos padrões. Ao longo do sistema, porém, a água ainda pode apresentar gosto e cheiro alterados em alguns locais. Por isto, a Cedae continuará monitorando todo o sistema de abastecimento ao longo da semana. Análises realizadas em unidades do macrossistema de abastecimento do Rio também estavam dentro dos indicadores estabelecidos pelas normas do Ministério da Saúde.

É importante citar que, apesar de a Cedae não ter se proibido o consumo de água da torneira, a empresa foi rebatida por especialistas. Neste sentido, fica ao critério de cada pessoa consumir a água da torneira no Rio de Janeiro (particularmente, se eu visse a água com coloração fora da comum, não consumiria).

Resumindo: apesar de, de fato, existir relatos relacionados à coloração da água das torneiras do Rio de Janeiro, a informação que a aponta que a Cedae orientou as pessoas a não consumirem água da torneira é falsa. Por isso, fica ao critério de casa seguir a orientação da companhia. Se eu fosse você, observava bem como está saindo a água da sua torneira.

P.S.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/39Tje3u

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)