Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Brasil > Cedae alerta que ninguém deve consumir água da torneira ou de filtro #boato

Cedae alerta que ninguém deve consumir água da torneira ou de filtro #boato

Cedae alerta que ninguém deve consumir água da torneira ou de filtro, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Depois de água turva ter sido encontrada em locais do Rio de Janeiro, a Cedae alertou que ninguém deve beber água da torneira e filtro porque ela está contaminada.

Nos últimos dias, muitos moradores do Rio de Janeiro relataram algo estranho na água fornecida pela Companhia Estadual de Abastecimento de Água e Esgoto (Cedae). Imagens e vídeos mostram uma água  com uma coloração diferente da tradicional (transparente).

É claro que episódios como esses (reais, diga-se de passagem) deixaram muitas pessoas assustadas. Essas pessoas ficaram mais assustadas ainda quando souberam de uma mensagem na qual a própria Cedae teria dito que a água está contaminada e que não deve ser consumida por ninguém. Leia a mensagem que circula online:

Enviado pelo grupo de médicos do Samaritano. A Cedae emitiu um alerta URGENTE. NINGUÉM deve consumir água da torneira nem do filtro, só fervida e mineral de marca boa. Tão pouco as de galão de 20 litros sem procedência certa. Comprar somente água de garrafa marca conhecida. Contaminação na água, e os hospitais estão lotados de gente passando mal. Tem gente que a água está com cheiro de esgoto Passem um alerta por todo grande Rio

Cedae alertou que ninguém deve consumir água da torneira ou de filtro?

Vídeo: é falso que Elon Musk colocou imagem do Lula ladrão no prédio

Pois é. Muita gente deve até ter deixado de tomar banho depois da tal mensagem. Mas será mesmo que a Cedae proibiu o consumo de água da torneira ou de filtro no Rio de Janeiro? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo para vocês.

Como falamos antes, está claro que uma situação como essa deixa as pessoas assustadas. Afinal, aprendemos desde pequeno que a água é incolor, inodora e insípida. Vale dizer que, depois deste episódio, uma especialista em saúde recomendou que se a água estivesse “barrenta” não deveria ser consumida pela população. 

Porém, o posicionamento da Cedae em relação ao caso da água (posicionamento baseado em testes e que foi feito após a declaração da especialista em saúde) é justamente contrário ao que aponta a mensagem. De acordo com a companhia, a substância encontrada na água é a Geosmina, substância produzida por algas, e que o teste feito em amostras de água foi considerado satisfatório. Leia nota da empresa:

– Após análises finalizadas nesta terça-feira (07/01), técnicos da Cedae detectaram a presença da substância Geosmina em amostras de água. A Geosmina é uma substância orgânica produzida por algas e que não representa nenhum risco à saúde dos consumidores. Desta forma, a água fornecida pode ser consumida pela população.

– A substância não oferece riscos à saúde, mas altera o gosto e o cheiro da água. O fenômeno natural e raro de aumento de algas em mananciais, em função de variações de temperatura, luminosidade e índice pluviométrico, causa o aumento da presença deste composto orgânico, levando a água a apresentar “gosto e cheiro de terra”. Casos semelhantes ocorreram no Rio de Janeiro 18 anos atrás; em São Paulo, em 2008, e em municípios dos estados da Paraíba e do Rio Grande do Sul em 2018, por exemplo.

– Cabe informar que as amostras já analisadas na tarde desta terça-feira (07/01) na Estação de Tratamento do Guandu não apresentaram alteração quanto ao cheiro e ao gosto, estando dentro dos padrões. Ao longo do sistema, porém, a água ainda pode apresentar gosto e cheiro alterados em alguns locais. Por isto, a Cedae continuará monitorando todo o sistema de abastecimento ao longo da semana. Análises realizadas em unidades do macrossistema de abastecimento do Rio também estavam dentro dos indicadores estabelecidos pelas normas do Ministério da Saúde.

É importante citar que, apesar de a Cedae não ter se proibido o consumo de água da torneira, a empresa foi rebatida por especialistas. Neste sentido, fica ao critério de cada pessoa consumir a água da torneira no Rio de Janeiro (particularmente, se eu visse a água com coloração fora da comum, não consumiria).

Resumindo: apesar de, de fato, existir relatos relacionados à coloração da água das torneiras do Rio de Janeiro, a informação que a aponta que a Cedae orientou as pessoas a não consumirem água da torneira é falsa. Por isso, fica ao critério de casa seguir a orientação da companhia. Se eu fosse você, observava bem como está saindo a água da sua torneira.

P.S.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/39Tje3u