Atacadão obriga que funcionários usem roupas camufladas em homenagem ao golpe de 1964 #boato

Boato – Imagem mostra que o supermercado Atacadão, da rede Carrefour, obrigou seus funcionários a usarem roupa camuflada em homenagem ao 31 de março de 1964.  

Hoje o dia é 1º de abril, mas parece que a data que mais tem gerado polêmica por aí é a do 31 de março. Depois de “batalhas jurídicas”, grupos saíram às ruas para comemorar ou protestar contra os 55 anos do início da Ditadura Militar no Brasil.

Chamada por alguns de “golpe” e por outros de “revolução”, a data está (mais do nunca) cercada de polêmicas. É claro que, no meio disso, não poderiam faltar notícias falsas a respeito do assunto.

No caso que vamos falar hoje, o compartilhamento foi, digamos, muito democrático. Tanto a turma “do golpe” como a turma “da revolução” está compartilhando uma imagem que seria de funcionários da rede de supermercados Atacadão vestidos com roupas camufladas (similares a do Exército).

De um lado, pessoas comemoraram a “homenagem ao dia 31 de março de 1964”. Do outro, muitos começaram a pregar o boicote à rede. Leia mensagens que circulam na web:

Versão 1: Atacadão obriga os funcionários a usarem roupa camuflada em homenagem ao golpe Versão 2: Rede Atacadão, obriga seus empregados a usarem roupas camufladas, em comemoração ao Golpe Militar de 1964

Versão 3: Funcionários do Supermercado Atacadão com uniforme padrão, camuflado. Feliz 31 de Março de 1964 A esquerda pira! Chorem Comunistas!! Versão 4: ABSURDO: rede atacadão obriga seus funcionários usar uniformes camuflados em comemoração ao golpe militar de 1964 #ditaduranucamais.

Versão 5: Palhaçada! Supermercado Atacadão do Grajaú – DF obriga seus funcionários a usarem roupas camufladas para ” COMEMORAR ” a porra do Golpe Militar no Brasil. Boicote a esse tipo de empresa , Denúnciar essas práticas que empresários vagabundos tentam fazer. Atacadão é do Grupo Carrefour, o mesmo mercado onde o segurança assassinou aquele cachorrinho.

Atacadão obriga funcionários a usarem roupas camufladas por causa do golpe de 1964?

Muitos comemoraram e tantos outros protestaram. Mas será mesmo que a rede Atacadão obrigou os funcionários a usarem as roupas camufladas por causa do 31 de março de 1964? A resposta é não. Calma que a gente explica tudo.

Trata-se de uma notícia falsa em dois níveis. A primeira informação falsa está no local em que a fotografia foi feita. Ao contrário do que apontam as mensagens, o supermercado da foto não é o Atacadão. É possível de se perceber que as cores do local são diferentes. O Atacadão tem uma identidade visual laranja, cor praticamente ausente na imagem. Foi justamente isso que, por meio da página do Facebook, a rede desmentiu a informação. Leia:

Olá, esta foto não foi feita no Atacadão, trata-se de outro estabelecimento. Algumas pessoas estão compartilhando esta falsa informação, mas basta reparar que as cores do local e o tipo de equipamento dos caixas, não condizem com as nossas lojas. Estamos à disposição para quaisquer esclarecimentos, e contamos com sua ajuda para compartilhar esta informação.

A segunda balela está na tese de que foi uma “homenagem ao 31 de março de 1964”. Buscamos mais um pouco e descobrimos que a rede em questão é a do Atacadão Dia a Dia, rede de supermercados do Distrito Federal e de Goiás. Só tem um detalhe: não tem nada homenagem nos uniformes. Trata-se apenas de uma ação promocional iniciada em fevereiro e o mercado não tem posicionamento político. Olha o que foi dito na página:

Queremos esclarecer que nossa missão é atender a cada dia melhor aos nossos clientes. Não temos posicionamento político e essa camiseta faz parte de uma campanha muito bacana (que começou em fevereiro!) de reconhecimento dos nossos melhores colaboradores da frente de caixa. Eles merecem!

Só para não perder o hábito, vale destacar duas coisas: 1) a mensagem (mesmo antes da explicação) mereceria uma segunda apuração pois carrega algumas das principais características de boatos online: é vaga, alarmista, com erros de português e não cita fontes confiáveis.

2) Uma campanha “de marketing” em homenagem a um tema tão polêmico é quase “suicida” para uma empresa que vende produtos a “todos os tipos de público” como um supermercado. Um pouco de bom senso e seria possível de se perceber que havia algo errado.

Resumindo: a história que aponta que o supermercado Atacadão resolveu homenagear o 31 de março de 1964 ao colocar os funcionários para usarem roupas camufladas é falsa. O mercado em questão é o Atacadão Dia a Dia e a ação não tem nada a ver com “golpe” ou “revolução gloriosa”.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

2 comentários em “Atacadão obriga que funcionários usem roupas camufladas em homenagem ao golpe de 1964 #boato

  • 02/04/2019 em 10:35
    Permalink

    Viva! Boatos.org sempre esclarecendo. Maravilha!

  • 01/04/2019 em 19:28
    Permalink

    Ok. Esclarecido o boato, pergunto, de onde é essa foto, pois como vocês desmentiram, devem saber de onde é a imagem. Aguado.

Fechado para comentários.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)