Aluno da UnB sofre rompimento em parte íntima durante protesto contra o MEC #boato

Boato – Após protesto contra corte de verbas promovido pelo MEC, aluno da UnB sofre rompimento em parte íntima e precisa ser hospitalizado. 

Nos últimos dias, o assunto mais discutido nas universidades federais do país é o corte de verbas anunciado pelo Ministério da Educação (MEC) no final de abril. Após afirmar que os cortes seriam uma punição por “balbúrdia”, o governo voltou atrás e anunciou que todas as universidades federais teriam um corte de 30% em seus orçamentos.

Diversas universidades já manifestaram que o contingenciamento pode paralisar as atividades acadêmicas já no primeiro semestre de 2019. Com isso, diversos estudantes, professores, pesquisadores e funcionários resolveram organizar protestos contra a decisão do MEC.

E, de acordo com uma história que anda circulando nas redes sociais, um aluno da UnB teria se ferido durante uma das manifestações promovidas pelos estudantes. Segundo a mensagem, o aluno teria sofrido uma fissura em uma parte íntima após introduzir parte de um manequim no reto. Confira:

“Manifestação artística contra corte de verbas da UNB termina com rompimento a… de aluno. A manhã da UNB foi marcada por uma série de manifestações contra os cortes na educação promovidos pelo MEC. A Universidade que foi responsável pelo início dos cortes por permitir manifestações partidárias em suas dependências reuniu cerca de 500 alunos numa manifestação artística anti-cortes e anti-bolsonaro.

A manifestação consistia na introdução do braço de um manequim com um relógio Cassio, representando o braço do presidente Jair Bolsonaro, no reto dos alunos. Em dado momento um desses, mais empolgado, sofreu uma ruptura no canal do reto e precisou ser hospitalizado com forte sangramento na região. Até o momento as informações são de que o aluno passou por uma longa cirurgia para conter a hemorragia. O relógio ainda não foi encontrado, mas o aluno passa bem. otarionista”.

Aluno da UnB sofreu rompimento em parte íntima durante protesto contra o MEC?

A notícia causou espanto nas redes sociais, especialmente por parte daqueles que apoiam a decisão do corte de verbas por balbúrdia. Na internet, diversas críticas ao estudante e à universidade. Mas o que essas pessoas não se perguntaram é se a história é verdadeira. Será que o estudante realmente teria se ferido durante a manifestação? A resposta é não!

Vamos aos fatos! Uma olhada rápida no texto já mostra que a mensagem apresenta diversas características de boatos online: é vaga, alarmista e não cita fontes confiáveis. Além disso, o texto possui um tom irônico que nos deixou bastante desconfiados.

Resolvemos, então, buscar pela imagem que aparece no texto. Ao pesquisar pela foto, descobrimos que, na verdade, ela não tem nada a ver com protesto ou com a UnB. Na realidade, o registro foi feito em 2016, durante o atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), em Brasília. Na oportunidade, um idoso havia sofrido uma parada cardiorrespiratória e acabou falecendo no local.

Ao buscar pela história na internet, descobrimos que, apesar dela estar sendo compartilhada como verdade, ela surgiu no site de humor Otarionista. Como já dissemos em outras oportunidades, caso a história tivesse sido apenas publicada na página, nossa equipe não a desmentiria. Vale lembrar que o slogan do site é ‘fake news de verdade’, indicando que se trata de uma página de humor e que publica histórias falsas.

Porém, como o texto acabou viralizando nas redes sociais, houve a necessidade de contar toda a verdade aqui. Por fim, não é novidade ver textos do site de humor Otarionista desmentidos por aqui. Recentemente, nossa equipe desmentiu a história em que Maria do Rosário teria perdido sua dentadura durante a votação da Reforma da Previdência.

Em resumo: a história que diz que um aluno da UnB teria sofrido uma fissura no reto após uma manifestação contra o MEC é falsa! O texto, além de não fazer sentido algum, a imagem utilizada na história não tem nada a ver com protesto ou a UnB, mas sim com um atendimento do Samu. Por fim, a história surgiu em um site de humor. Ou seja, pura balela. Até a próxima!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Compartilhe este artigo:
error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)