Para curtir e não acreditar: 7 sites de notícias falsas que enganam incautos

Por incrível que pareça, o volume de boatos na internet diminuiu no dia 1º de abril. É tanta mentira nos dias em que se deveria falar a verdade que não sobrou muita coisa para hoje. Graças a esta aparente “tranquilidade” nos boatos, vamos escrever um artigo especial.

Sites de notícias falsas
Sites de notícias falsas

Em volume muito maior do que os sites que desmentem notícias falsas, os sites que criam balelas em forma de notícias divertem muitas pessoas. Porém, algumas dessas mentiras acabam sendo compartilhadas mil vezes (ou mais) e viram verdade. Separamos sete destes sites para você ler, curtir e não acreditar em nada do que dizem.

O Sensacionalista

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Siga o Boatos.org no Twitter:


Se inscreva no nosso canal no Youtube

 

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/320iXsb

Confira o nosso Instagram:

Instagram

Sem dúvida, é o site de notícias falsas que gera mais buzz na internet brasileira. Criado em 2009, o site já teve programa de TV no Multishow e é parceiro do UOL. Com quase três milhões de likes no Facebook, muita gente já sabe que o site é “isento de verdade”. Mas nem sempre foi assim. Houve um tempo em que o Boatos.org tinha que desmentir histórias que nasciam lá e eram compartilhadas como verdadeiras. Um delas foi a do homem que gastou todo o dinheiro da Mega-Sena em água. Parece mentira, mas muita gente acreditou.

Sacizento

Outro site parceiro do UOL, mas não tão conhecido como o Sensacionalista. O Sacizento é uma página de humor que tem como slogan “90% daqui é invenção. Só 10% é mentira”. Apesar do anúncio e dos mais de 200 mil likes no Facebook, muita gente acredita no que é escrito lá. Já desmentimos a história da namorada do filho do dono da Friboi, a que de o pastor Waldemiro Santiago teria dito que Hellmann’s é do diabo e outras. Vale ficar atento.

Diário Pernambucano

É um dos mais sites clássicos de notícias falsas. A grande armadilha do site está no nome. Como tem o nome parecido com o Diário de Pernambuco, muita gente acredita que as notícias postadas lá são verdadeiras. O mais famoso boato da página é o que Suzane Von Richthofen teria virado pastora e presidente de Comissão na Câmara. Mas até hoje o site engana os incautos por aí. Nem mesmo o slogan “Falsiê, mas sem farsas”, ajuda.

Joselito Muller

Da nossa lista, o blog de Joselito Muller talvez seja o mais polêmico. Especialista em notícias falsas de personagens da esquerda (?) política brasileira, ele é amado por alguns e odiado por outros. O site se vende como de notícias falsas, mas muitas de suas histórias acabam virando “verdades” quando replicados por outras páginas e blogs contra o governo. Separamos duas das muitas histórias de lá que foram para no Boatos.org: a bolsa-prostituição e o que dizia que Jean Wyllys queria mexer na Bíblia.  

G17

Já foi um dos sites mais famosos de notícias falsas no Brasil, mas o crescimento do Sensacionalista (e de outros boateiros) fez o ritmo de postagens de lá diminuir. Mesmo assim, já enganou muita gente. Um dos clássicos de lá que sempre volta a circular é a história que aponta que Saturno vai passar raspando pela Terra. Um dos motivos do engano também é o nome do site, parecido com o G1.

Enfu (Seção Shownarlismo)
Se outros sites enganam pelo nome, esse não tem desculpa para quem compartilha. Mas mesmo assim, o Enfu engana muita gente. Um dos fatores que engana é que a página têm notícias verdadeiras misturadas com falsas. Mas os boatos (pelo menos os intencionais) são publicados na categoria Shownarlismo. Sabe a história do Tiririca pode ser presidente? Pois é, nasceu lá no Enfu.

Não Entendo Direito (Seção Embuste)

Para fechar a nossa lista, também colocamos uma seção de um site de humor. Dentro da página Não Entendo Direito, há uma seção chamada Embuste. E lá, histórias falsas de julgamentos, petições e etc são publicadas. Algumas enganam o povão. Um dos exemplo é o caso do juiz que respondeu advogado que colocou pamonha na petição.

Para além destes sites citados, há muitos outros que publicam informações falsas. Mas vamos deixar a lista para um dia em que não tivermos muitos boatos na internet. Um boa data pode ser o 1º de abril de 2017.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)