Hoax: governo brasileiro teria proibido mídia de cobrir protestos na Venezuela

By | 17/02/2014

Boato – A mídia brasileira não está divulgando informações sobre o que está acontecendo na Venezuela. Isso acontece porque o governo brasileiro teria proibido a imprensa de fazer a cobertura dos protestos contra Nicolás Maduro.

Os protestos que estão acontecendo na Venezuela desde o início de fevereiro de 2014 estão rendendo informações desencontradas na internet. Um pouco deste problema é pode ser culpa do próprio governo local, que, de acordo com esta reportagem da BBC, está restringido a atividade da imprensa no país.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Pois o boato que vamos falar hoje trata justamente da questão mídia x protestos na Venezuela. Um texto que tem circulado na internet (provavelmente tomando como base a informação de “censura” na Venezuela) acusa o governo brasileiro de ter baixado uma norma para que mídia não fale sobre o que está acontecendo nos protestos na Venezuela.

De acordo com o boato, o “governo socialista de Dilma” proibiu todos os canais de mídia brasileiros de tratar sobre o assunto. O texto aponta que a “guerra na Venezuela” está sendo tratada apenas pela BBC e mídia independente. Na realidade, milhares de pessoas já teriam sido mortas e a situação tende a piorar quando o governo venezuela receber reforço de soldados chineses. Leia o texto:

Além dessa história (compartilhada mais de 5 mil vezes em um dia) um link do Portal i9 (que volta e meia ganha destaque aqui no Boatos.org) fala categoricamente que o “PT paga 10 Bi para canais de televisão não divulgarem genocídio na Venezuela”. O texto aponta os valores pagos entre 2000 e 2012 pelo governo brasileiro.

Agora vamos aos fatos. Os textos apresentados têm diversas imprecisões e erros (como dizer que 2000 era um período do governo do PT, falar sobre milhares de mortos na Venezuela e sobre a chegada de soldados chineses), mas vamos focar apenas na questão de censura da imprensa.

A hipótese de censura das notícias sobre a Venezuela é, no mínimo, contraditória com o que a mídia do Brasil tem feito nos últimos dias. Fizemos uma análise sobre notícias envolvendo os protestos na Venezuela e achamos algumas notícias sim dos meios de comunicação brasileiros.

No dia 16 de fevereiro, a Agência Brasil (Agência pública de comunicação) deu a notícia “Venezuela vive noite de tensão com nova onda de protestos”. Já a notícia sobre 23 feridos em protestos foram dados pelo Globo.com e pelo IG. Já a notícia sobre o líder da oposição na Venezuela foi publicada pelo Terra e pelo Opera Mundi (parceiro do UOL). 

Se o governo brasileiro realmente proibiu a mídia de dar informações sobre a Venezuela, a ordem está sendo descumprida sumariamente. Vale lembrar que alguns órgãos de imprensa no Brasil fazem claramente oposição aos atos do governo e nem por isso são censurados. Se a imprensa não é censurada em relação ao que fala do Brasil por que seria censurada sobre o que se fala sobre a Venezuela?

Mas e as imagens que acompanham a mensagem? A primeira delas, de um homem morto é de uma notícia policial na Bahia. A segunda é do atentado na maratona de Boston. A terceira (de um homem ferido) e a quarta (de Dilma com Chavez) são, aparentemente, verdadeiras.

Conclusão: não há censura por parte do governo brasileiro em relação aos protestos na Venezuela e algumas das imagens divulgadas na internet não são relativas ao que está acontecendo no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *