WhatsApp pago: boato fala que serviço deixará de ser gratuito

Boato – Herberth, diretor do MSN WhatsApp, diz que única forma do serviço continuar gratuito é repassando uma mensagem para amigos.

O WhatsApp é um serviço que agrada tanto os usuários de smartphone que o que não faltam são pessoas que têm medo que o serviço deixe de ser gratuito. E o que não falta são boatos que isso está prestes a acontecer.

Notícia falsa diz que WhatsApp vai sair do ar
Notícia falsa diz que WhatsApp vai sair do ar

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99432-5485 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Já falamos diversas vezes no Boatos.org sobre histórias que circularam na internet e falavam sobre o WhatsApp pago.Vamos citar alguns por aqui: a de que o WhatsApp ia cobrar 0,37 centavos por mensagem, a de que o serviço cobraria 0,25 centavos, a de que o WhatsApp só tinha 530 contas, a de que o WhatsBook seria lançado. Dessa vez, a história que aparece é a seguinte (confira o texto e os nosso apontamentos):

Assista ao nosso desmentido sobre o WhatsApp pago em vídeo

1 – Olá, meu nome é Heberth, diretor do MSN WhatsApp e agora, esta mensagem é para informar a todos os nossos usuários que temos apenas 530 contas disponíveis para novos celulares, e que os nossos servidores foram recentemente muito congestionado. Então nós estamos pedindo a sua ajuda para resolver este problema. Precisamos de você!

Para começar, não existe “MSN WhatsApp”. A utilização do nome do serviço já finado da Microsoft mostra que a história não é tão nova. Também não existe nenhum Herberth. Aliás, todos os boatos apontam para a apresentação de alguém. E como em uma das histórias que já desmentimos, fala de 530 contas disponíveis.

2 – Nossos usuários ativos devem transmitir esta mensagem a cada uma das pessoas da sua lista de contatos, a fim de confirmar os nossos usuários ativos que usam WhatsApp. Se você não enviar esta mensagem para todos os seus contatos para WhatsApp, sua conta permanecerá inativa, com a consequência de perder todos os seus contatos.

Uma das grandes características que um boato é o tom alarmista da mensagem. E pode notar que há um tanto de alarmismo nela.

3 – O símbolo de renovação aparecerá automaticamente em seu smartphone, após a transmissão da mensagem. O smartphone será atualizado dentro de 24. horas, e contará com um novo design, uma nova cor para bate-papo e seu ícone muda de verde para azul. Whatsapp não terá pagamento. A menos que você seja um usuário frequente.

Outra característica de boatos está relacionada em explicações um tanto quanto complicadas (isso é muito usado em teorias da conspiração). Não existe nada de símbolo de atualização após repasse de mensagem. Até porque de que forma um dispositivo atualiza com envio de mensagens?

4 – Se você tem pelo menos 10 contatos enviar esta sms, e logo se tornará vermelho para indicar que você é um usuário freqüente. Amanhã começam a receber mensagens para WhatsApp para 0,37 centavos. Envie esta mensagem para mais de 9 pessoas a partir de seus contatos. Confirmando este é o novo ícone WhatsApp Envie para todos os seus contatos para atualizar o aplicativo! enviá-lo para 10 pessoas. Para ativar o WhatsApp novo gratuitamente. E desfrutar da nova versão 4,0.

Por fim, o pedido de compartilhamento. Só para constar: grande parte dos boatos sobrevivem porque as pessoas realmente compartilham as mensagens. Para além disso, o texto volta ao papo furado de cobrança de 0,37 centavos.

Explicado que o texto não tem o mínimo sentido, vamos a informação que vai sacramentar a questão do WhatsApp pago: esse link mostra que o serviço não cobra por mensagens. Esse outro fala que o serviço cobra US$ 0,99 após o período de um ano de gratuidade.

Sendo assim, chegamos à conclusão de que o WhatsApp realmente cobra uma taxa de US$ 0,99 após um ano de uso. Porém, essas taxas nada têm a ver com correntes e mensagens que circulam pelo serviço.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)