Peppa Pig causa danos às crianças, diz psicólogo de Harvard #boato

By | 09/09/2016

Boato – Estudo de Harvard afirma que crianças que assistem ao desenho Peppa Pig têm mais chances de ter problemas psicológicos.

As crianças de hoje em dia estão por dentro de praticamente tudo. Cada vez mais jovens e com mais facilidade, elas têm acesso à informação e ao entretenimento. Com a tecnologia quase tudo é possível e, com um clique, quase tudo é alcançável para os pequenos.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Dessa forma, já não se resume à televisão o acesso das crianças a diversos conteúdos. Os desenhos animados, por exemplo, seguem fazendo sucesso. Agora, em tablets e celulares e a qualquer hora do dia. E nesse cenário, surge a dúvida: esse “boom” de informações que as crianças acabam recebendo todos os dias faz mal?

Boato afirma que ver Peppa Pig causa problemas psicológicos nas crianças

Boato afirma que ver Peppa Pig causa problemas psicológicos nas crianças

Pois, segundo uma notícia que está se espalhando na web, um estudo de Harvard chegou bem próximo da resposta. Conforme a informação divulgada, o que as crianças assistem pode ter consequências negativas sim, e o perigo maior está no desenho da Peppa Pig. Confira:

Criada em maio de 2004, na Inglaterra por Neville Astley e Mark Baker, a série que apresenta uma família de porcos com animações, desenhos simples, cores brilhantes e histórias diárias sem complexidade. Uma série que não parece prejudicial a olho nu, no entanto, um estudo realizado pela Universidade de Harvard mostrou os danos causados nas atitudes das crianças cognitivamente.

Em 2012, o estudo constatou que a série infantil pode causar problemas de ajuste social em crianças, além de desenvolvimento de complexos psicológicos graves, causado pelo estímulo recebido pelas crianças na fase inicial do desenvolvimento cognitivo, marcando sua maneira de funcionar na sociedade.

Marc Wildemberg, um dos psicólogos que conduzem o estudo, diz que as crianças que vêem o programa por mais de 80 minutos por dia aumentam as chances de distúrbios quando socializam em desenvolvimento, de modo que as crianças não desenvolvem a capacidade de entender as pessoas nem de ser tolerante com outros pensamentos.

Tudo isso é resultado do exemplo que oferece a protagonista da série: Peppa, que é mostrada como superior aos outros, mostrando nenhum respeito nem para sua família, nem por objetos estranhos. Portanto, um complexo de superioridade seria criado em seus espectadores jovens, desenvolvendo a sua falta de respeito e falta de tolerância para outras opiniões ou pessoas.

“O desenho mostrou grande popularidade e deixou de ser exibido, a fim de evitar que mais crianças possam vê-la, mas, infelizmente, muitos pais continuam mostrando para os seus jovens através de plataformas como o YouTube, causando um grande dano no desenvolvimento da personalidade dessas crianças”.

Ver Peppa Pig causa danos às crianças?

Muitos pais devem ter se deparado com essa história e proibido os filhos de ver a esse mal disfarçado de porquinha. No entanto, os que fizeram isso estão errados e desinformados uma vez que a pesquisa é totalmente falsa.

Primeiro e mais importante de tudo é saber que Harvard nunca fez um estudo sobre os efeitos do desenho Peppa Pig nas crianças. Nunca. E soubemos disso de uma forma bem simples – procurando entre as pesquisas do Departamento de Psicologia da renomada universidade. Não encontramos nada sobre isso (nada). Ah, e não existe um pesquisador Marc Wildemberg em Harvard, ele não aparece no quadro de professores e pesquisadores do Departamento de Psicologia e todas as buscas associadas a isso na web levam à notícia falsa.

Depois, também vale saber que essa história não começou a ser compartilhada agora, e nem aqui. O boato surgiu em um site mexicano chamado Fuerza Informativa, um portal bem pouco confiável (o site tem várias notícias falsas, entre as quais, a história de que a atriz que interpretava a Chiquinha do programa Chaves, morreu).

A versão em espanhol foi editada para o português e teve inclusive alguns trechos “relevantes” removidos. Na versão original da balela o estudo de Harvard havia supostamente constatado que ver Peppa Pig causava autismo nas crianças. Uma informação mais absurda ainda, porque ninguém desenvolve autismo, as evidências indicam que as pessoas nascem com essa diferença neurológica.

Por fim, o desenho não deixou de ser exibido por causa do suposto estudo. Continua sendo transmitido em canais britânicos (país de origem dos criadores), e no Brasil está disponível no canal a cabo Discovery Kids e na TV Cultura.

Logo, não há nada que seja verdadeiro na história de que crianças que veem Peppa Pig têm problemas psicológicos ou autismo. Também não há estudo de Harvard sobre o tema, nem pesquisador famoso defendendo essa história  e nem desenho suspenso por causa dos malefícios que causa. É tudo, tudinho, mentira. Deixem os pequenos curtirem a Peppa em paz.

PS: Esse artigo foi uma sugestão do leitor Sandro Xavier. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site ou pelo Facebook.

15 thoughts on “Peppa Pig causa danos às crianças, diz psicólogo de Harvard #boato

  1. Jacqueline

    Minha filha tem 2 anos antes dela fazer dois anos começou assistir quero tira ela tá demais teimosa pirraceta mal criada mentida ela não era assim

    Reply
  2. josy

    Meu filho tem 2 anos antes que eu o deisasse ver pepa pig le fazia xixi e coco no banheiro e me pedia pra fazer tudo tipo mae eu posso pegar isso posso comer aquilo. Agora que ele ver esse desenho dimais ta mimado faz xixi e coco na roupa ta agressivo com outras criancas e ate. Comigo eo pai anda me chamando de mamae pig e o pai dele tbm de papAi pig. Esse desenho realmente deicham as criancas com outro tipo de comportamento bem como porcos mesmo

    Reply
  3. graciela

    minha opinião sendo falsa a pesquisa ou não, a realidade é que palavras como papai bobinho, mamãe bobinha e dezobediência aos pais são visiveis neste desenho,meu filho chora pra ver pepa pig, porem estou fazendo de tudo para ele nao assistir invento qualquer outro desenho brincadeiras pra enterte-lo.Concordo com as outras pessoas acima sobre esse desenho que não é nada educativo por isso ainda melhor programa pra mim é a cultura

    Reply
  4. franciely cerqueira lopes

    Bom! Assisti esse desenho da peppa uma vez, e achei ridículo, e as crianças tentam ser igual a peppa, folgada, mal educada. Se estudo é verdade não sei, mas que peppa é um desenho que influencia as crianças a serem chatas e mimadas isso não tenho duvidas, nem precisa de um estudo pra ver que esse desenho é uma bosta

    Reply
  5. denise

    Eu e que nao quero meu filho vendo estes desenho imudo

    Reply
  6. Newton Neves Júnior

    Que coisa chata esse negócio de não poder copiar o texto…. Eu quero compartilhar o link mas já prevendo que algumas pessoas não irão abrir, queria transcrever os pontos mais importantes, mas a página não deixa.

    Reply
  7. Maria Teresa

    E Os Simpsons então?….Quer desenho nada instrutivo que virou uma febre. Sempre achei que era mais para adultos do que para crianças.

    Reply
    1. Gabriel

      Não é à toa que Simpsons tem classificação indicativa para adolescentes acima de 14 anos, justo por não ser um desenho parar crianças. Se os pais deixam suas crianças assistir é pura irresponsabilidade por parte deles.

      Reply
    2. Mario

      Mas os Simpsons É uma série para adultos. Durante o dia são exibidos os episódios mais leves.

      Reply
    3. Raissa

      Mas Os Simpsons é feito para os adultos. É só ver a classificação… rs

      Reply
    4. Paula

      Achou certo!!! Simpsons é um desenho para adultos !!!

      Reply
  8. David Leonardo

    Olha do meu ponto de vista como Pai, ja percebi mudanças de comportamento da minha filha após ver este desenho. Nao tem nada de educativo, parece mais um desenho para adultos do que para crianças.

    Reply
  9. Tays

    É importante saber que é um boato feio, mas não é preciso Harvard constatar.
    Peppa nunca foi fofinha, nunca foi boa menina, não é boa coleguinha e nem é boa irmãzinha. É ciumenta, egoísta, mesquinha e não recebe bronca nem educação dos pais, os quais ela também não respeita

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *