Médico alerta para bactéria de conjuntivite viral nível 3 sem tratamento #boato

Boato – Um médico do SUS publicou um texto alertando para o surgimento de uma bactéria de um surto absurdo de conjuntivite viral nível 3. Ela pode ter sido criada em laboratório e é sem tratamento até o momento.

Já falamos diversas vezes sobre boatos que se modificam com o passar do tempo (e dos compartilhamentos) e nos forçam a refazer alguns desmentidos. Nos últimos dias, dois boatos do tipo voltaram a viralizar. Um trata da indisposição do papa Francisco. Outro fala sobre a conjuntivite. Depois que desmentimos um texto exagerado que falava de “surto de conjuntivite na América do Sul”, um “gênio” resolveu “chutar o balde” e aumentar “só um pouquinho” a história.

Além de todos os elementos da mensagem anterior, o novo texto tinha um “alerta de um médico do SUS”, e as informações de que a doença é uma “bactéria de um surto absurdo de conjuntivite viral nível 3 e sem tratamento até o momento”, de que a “Secretaria de Estado da Saúde abafou o caso” e de que a “bactéria pode ter sido criada em laboratório e ter vindo para nosso continente por acidente”. Leia o texto que viralizou no WhatsApp e aponta para um site “daqueles”.

ALERTA, REPASSEM URGENTE. Pessoal, sou medico do SUS e estou mandando essa mensagem para vocês pra alertar a todos sobre uma bactéria muito perigosa que esta se espalhando rapidamente! Trata-se de uma Bactéria de um Surto Absurdo de conjuntivite Viral nivel 3 e sem tratamento até o momento. Dentro desses próximos 3 meses, vocês verão um Surto Absurdo de conjuntivite Viral, Bacteriana , e até complicações graves!!! Preparem-se, Higiene a todos lugares e momentos!! […]

INFELIZMENTE A Secretaria de Estado da Saúde abafou o caso pois estão sem verbas para tratamento em massa! e não se manifestou e por isso estou enviado esta mensagem para que vocês repassem ta. Esta bactéria pode ter sido criada em laboratório e ter vindo para nosso continente por acidente. Por favor, repassem esta mensagem urgente! Fonte: [site]

Médico alertou para bactéria de conjuntivite viral nível 3 sem tratamento?

A versão da bactéria viral se espalhou com força na internet. Mas será mesmo que o alerta do médico é real e temos um vírus criado em laboratório que não tem tratamento? A resposta é não. Para você entender tudo, vamos aos fatos.

O próprio “caminho da história” já denuncia a farsa. Como dito antes, ele é uma “evolução” de um boato já desmentido por aqui. Tudo começou com um surto (real) de conjuntivite viral (que não é a mais grave) em algumas cidades de Minas Gerais. Com o surto, um médico postou um alerta (real) de como se prevenir. O problema começou quando alguém resolveu ampliar a gravidade da doença e “ampliou” o surto para toda América do Sul. E aí o Boatos.org desmentiu.

Depois do nosso desmentido, um site de fake news aumentou a gravidade do problema e “jogou” o alarme no WhatsApp. Detalhe: apenas o tal site (que já inventou diversas outras notícias desmentidas por aqui) publicou o tal alerta do “médico do SUS”. Ao buscarmos por fontes confiáveis, nada é encontrado. Nem sobre a doença, nem sobre ela ter sido criada em laboratório.

O próprio texto carrega alguns elementos tão absurdos que já se desmentem por si só. 1) Se houvesse um “surto” na América do Sul, não seria surto. Seria epidemia. Um médico saberia dessa classificação. 2) Um médico também saberia que não existe uma “bactéria viral”. Bactéria é uma coisa. Vírus é outra. 3) O tal doutor também saberia que não existem “níveis” de conjuntivite.

Falando no texto, ele tem as principais características de um boato na internet: é vago (não cita sequer o nome do médico), alarmista (tanto que começa com “alerta”), com erros de português (como no “esta” sem acento), pedido de compartilhamento (muitos pedidos, aliás) e uma fonte não confiável.

Vamos recapitular: temos uma notícia já desmentida no Boatos.org publicada em um site de fake news, que não está em nenhuma página confiável e que tem informações absurdas. Resumindo: só mais um boato (com todas características de boatos) que circula online. Não caia nessa.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)