Macacos estão transmitindo vírus mortal; doença é pandemia #boato

By | 25/10/2016

Boato – Macacos estão transmitindo vírus mortal, a Fiocuz está contratando todos os zootecnistas para decifrar o que está acontecendo.

Antes mesmo que se termine de contar as vítimas do surto de Dengue e Zika Vírus, o Brasil se prepara para viver mais uma epidemia. Pelo menos é o que indica as informações compartilhadas pelo WhatsApp nos últimos dias.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Macacos transmitem vírus mortal, dia boato

Macacos transmitem vírus mortal, dia boato

Segundo as informações, existe um princípio de pandemia que está sendo abafada, mas que a Fundação Oswaldo Cruz está contratando zootecnistas do mercado para decifrar o que está acontecendo. Fique atendo. Leia o que diz o áudio:

Meninas, bom dia. Essa mensagem ai em cima foi até o Eduardo que passou para um grupo, que a gente faz parte, pessoal que faz as trilhas e tudo mais, tá? Essa história procede. Foi repassada por um amigo nosso, ele é professor de zootecnia nos serviços da Fiocruz e parece que essa história da morte dos macacos é mais séria do que a gente imagina, tá? Então, como a gente aqui no Rio mora perto de mata e essa coisa toda. Está sempre passeando nesses lugares, em parques públicos, com muita mata, muito bichinho e muito macaquinho e pra tomar um pouco de cuidado que parece que a coisa é muito séria. Eu fiquei preocupada, tinha até um piquenique na floresta da Tijuca esse final de semana e nem vou, por que ele estava até falando dessa coisa do mosquito picando macaco e pessoa. Eles ainda não sabem exatamente o que é, mas sabem que a doença é mortal mesmo. Ontem eu vi no RJ TV falando sobre encefalite, que era uma encefalite sem cura. Agora, hoje, parece que a história mudou um pouco. Então, vamos ficar de olho ai e quem tiver mais um pouco de informação passa adiante. Tá bom? Bjo.

Em outro áudio, a mensagem traz mais detalhes:

Bom dia. Atenção ai a todos. Acabei de receber a notícia de um amigo zootecnista, o Martins conhece, não sei se o Pacheco conhece. A Cintia também conhece. É o Luiz Picorele, ele faz parte do grupo lá do PSS, ele acabou de informar que já existe um principio de pandemia, tá? Isso tá sendo abafado ainda, mas o pessoal da Fiocruz está contratando todos os zootecnistas do mercado para tentar decifrar o que está acontecendo. Essa mortalidade de macacos é a nível mundial. A última notícia de morte em seres humanos foi na Nicarágua e estão dizendo que ele transmite um vírus que ataca o sistema nervoso central e causa a morte em aproximadamente uma semana. Então, evitem os macacos, os micos, os zoológicos e matas. Não fiquem nunca próximos a macacos. E quem tem mata próxima de casa coloca tela na janela. Essas são as instruções iniciais que ele passou, tá? Fiquem atentos ai por que pelo jeito o negócio é sério e pode ser que cause mais problemas. Abraço ai no pessoal do grupo.

Macacos estão transmitindo vírus mortal?

O assunto é sério e realmente preocupante. Mas, se você faz parte daqueles que deixaram de lado o piquenique no domingo ou a corridinha no parque, fique sabendo que você caiu em mais uma “cilada” da internet. Acontece que essa história de pandemia não faz o menor sentido. Vamos entender os porquês.

Pois bem. É fato que teve mortes de macacos no Rio de Janeiro e, realmente, o caso gerou grande preocupação na população e em instituições, como o Ibama e Fiocruz, que publicaram recomendações para a população sobre o manuseio de animais doentes. Mas, até ai nada de pandemia ou vírus mortal e, muito menos, contratação de zootecnistas.

Além disso, o laudo da Fiacruz, entregues à Superintendência de Vigilância Epidemiológica e Ambiental, não permitiram confirmar ou descartar qualquer hipótese. Por isso, o material será analisado novamente. Até o momento, a principal hipótese é de que os animais tenham contraído uma doença infectocontagiosa, como herpes.

Mas, vamos à raiz do problema e ver de onde saiu essa história. Depois do episódio com os macacos, no dia 10 de outubro, surgiram os áudios falando que eles estariam passando um vírus mortal para as pessoas. Após a repercussão, a Fiocruz divulgou uma nota sobre os áudios compartilhados por aplicativos de mensagens. Confira:

Por: Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)

NOTA OFICIAL: Alguns áudios têm circulado no Whatsapp sobre um princípio de pandemia mundial gerado por uma doença letal que estaria sendo transmitida por macacos. Os áudios citam ainda que a Fiocruz estaria contratando vários zootecnistas do mercado para trabalhar no caso. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) esclarece que essas informações são inverídicas. Não há uma pandemia mundial sendo ‘abafada’ e não se pode falar em qualquer doença até o momento, uma vez que o laudo definitivo ainda não foi emitido. A Fiocruz confirma o recebimento de amostras de primatas da cidade do Rio de Janeiro para análise laboratorial no dia 13/10. Destacamos, no entanto, que não houve e nem haverá contratação de zootecnistas para avaliar o caso. As amostras seguem o protocolo e o fluxo padrão da Fiocruz para seu processamento. O laudo definitivo será enviado à Secretaria Estadual de Saúde. A Fiocruz vem trabalhando em estreita articulação com a Secretaria Estadual de Saúde, o Jardim Botânico do Rio de Janeiro e a Universidade Estácio de Sá.

Com isso, podemos concluir que a história de macacos transmitindo vírus mortal e pandemia é #boato. As mortes aconteceram, mas uma pandemia é, hoje, improvável.

Lembrando que para resgatar macacos doentes ou mortos, você deve entrar em contato com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente ou o Instituto Estadual do Ambiente ou entre em contato com a Patrulha Ambiental (1746), ou no Cras (99695-99070).

Ps.: Esse artigo é uma sugestão dos leitores Marcia Bianco e Douglas Alencar. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou pelo WhatsApp no número (61) 99331-6821.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *