Informação falsa: soja está criando geração de meninos gays

By | 16/05/2014
Boaro diz que soja deixa meninos gays

Boaro diz que soja deixa meninos gays

Boato – O uso da soja na alimentação estaria afetando a sexualidade dos meninos

Um artigo publicado em 2006, pelo pastor americano James Rutz aponta que o uso de alimentos com soja na infância afeta o desenvolvimento sexual dos meninos. A culpa seria dos altos níveis de estrógenos que o alimento contém. A publicação, que circula por blogs e páginas ligadas a igrejas, também aponta que o consumo de soja estaria relacionado com diminuição do tamanho do pênis, atraso da puberdade masculina e antecipação da feminina.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

No texto, o pastor diz que os danos da soja são fatais. Bebês alimentados com soja estariam consumindo o equivalente a cerca de cinco pílulas anticoncepcionais em hormônios. O artigo liga o “aumento da homossexualidade” com o aumento no consumo de leite de soja e condena a substituição de qualquer alimentação pelo consumo de derivados da soja. Leia o texto em português aqui.

Algo tão polêmico e revelador provavelmente deve ser sustentado por fontes médicas e científicas, mas não é o caso do artigo do pastor Rutz. Todas as informações são apenas ditas e nem mesmo são apontadas fontes externas para os “efeitos maléficos” da soja. Ou seja, tudo não passa do “achismo” do pastor, que não possui nenhuma qualificação de pesquisador segundo seu perfil na internet. Evidentemente, algumas religiões não estão abertas a debates relacionados à sexualidade, ligando condição sexual com distúrbios ou manifestações malignas.

Porém, existe o alerta da comunidade científica sobre o consumo excessivo de soja, algo que durante a infância poderia levar á puberdade precoce em meninas e retardamento em meninos, mas são casos isolados na literatura médica. Contudo, a soja é responsável por boa parte da alimentação global, sendo um alimento de grande valor econômico e social, algo que não seria possível caso causasse algum mal a saúde. E se você possui alguma dúvida a respeito do consumo de soja e até mesmo alimentos transgênicos, uma rápida pesquisa na internet pode render resultados sobre os benefícios e malefícios da soja. Confira mais informações aqui.

Assim, não existe nenhuma pesquisa que conclua que a soja esteja envolvida com a sexualidade das crianças, ou que seja responsável por alguma mudança física ou mental. O artigo do pastor Rutz, apenas defende a opinião de sua igreja, utilizando métodos novos como a alimentação do mundo moderno, para tratar como problema algo natural do ser humano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *