Informação errada: óleo de canola é um veneno para a saúde

Oléo de canola faz mal à saúde, diz boato

Oléo de canola faz mal à saúde, diz boato

Boato – O óleo de canola é usado para armas químicas e animais não o comem. Produto é um veneno para a saúde.

Ah, a polêmica dos transgênicos! A acusação dos riscos que esses produtos trazem à nossa saúde e ao ambiente onde vivemos e a defesa de que são produtos geneticamente melhorados que não apresentam riscos.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Entre prós e contras, a bola da vez é o óleo de canola. Derivada da semente de colza, a canola é uma semente oleosa desenvolvida por cientistas canadenses, por meio da engenharia genética. Há um bom tempo textos se espalham na web, informando os supostos malefícios que o óleo traz.

Segundo as informações divulgadas em blogs, fóruns e no Facebook, a colza foi uma planta utilizada nas grandes guerras para fazer um gás letal, contém altos níveis de ácido erúcico altamente mortal que, na natureza, os animais não ingerem. Leia o texto:

de que é feito o óleo de canola? de canola, não existe esta planta o que existe e nos enganam é a colza planta industrial e utilizado nas ultimas grandes guerras para fazer um gás letal. contem altos níveis de ácido erúcico altamente mortal e que na natureza animais não ingerem.

Ele é caro e te adoece detalhe ainda é transgênico é a colza modificada geneticamente. Esse está matando você e sua família aos poucos. Pesquise e procure pela planta canola!!! o nome real é “canandian oil”. REPASSE PARA O MAIOR NUMERO DE PESSOAS.

Mas será que o texto faz sentido? Não. São inúmeras as suposições a respeito do malefício do óleo, mas é claro que nada se confirma. A Empbrapa aponta que a canola (Brassica napus L. e Brassica rapa L.) é uma planta da família das crucíferas (como o repolho e as couves) e pertence ao gênero Brassica. Os grãos de canola produzidos no Brasil possuem em torno de 24 a 27% de proteína e de 34 a 40% de óleo.

Ainda de acordo com a Embrapa, o óleo de canola é um dos mais saudáveis, pois possui elevada quantidade de Ômega-3 (reduz triglicerídios e controla arteriosclerose), vitamina E (antioxidante que reduz radicais livres), gorduras mono-insaturadas (reduzem LDL) e o menor teor de gordura saturada (controle do colesterol) de todos os óleos vegetais.

Médicos e nutricionistas indicam o óleo de canola como o de melhor composição de ácidos graxos para as pessoas interessadas em dietas saudáveis. O farelo de canola possui 34 a 38% de proteínas, sendo um excelente suplemento protéico na formulação de rações para bovinos, suínos, ovinos e aves.

As principais academias de ciências do mundo e instituições como a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) são unânimes em dizer que os transgênicos (como a canola) são seguros e que a tecnologia de manipulação genética realizada sob o controle dos atuais protocolos de segurança não representa risco maior do que técnicas agrícolas convencionais de cruzamento de plantas.

Agora, claro que você não vai sair usando o óleo de canola para milhares de frituras. Bem, aí ele pode ser tornar nocivo à saúde. Aliás, todo alimento consumido em excesso faz mal. E a regra vale para o óleo de canola, é claro.

Por enquanto, nada justifica que as pessoas deixem de usar o óleo de canola em seus alimentos, nenhum malefício foi comprovado, só o que circula são boatos sensacionalistas de pessoas anônimas. Os que querem acreditar, acreditam, e os que têm bom senso, desconfiam dessas histórias. E a polêmica continua!

18 thoughts on “Informação errada: óleo de canola é um veneno para a saúde

  1. Eu

    LAMENTÁVEL A FALTA DE INFORMAÇÃO DE QUEM ESCREVEU ESSA BOBAGEM. FIQUE COM SEU ÓLEO VENENOSO E BOA SORTE…….

    Reply
    1. Bianca

      esse boato sobre o oleo de canola é verdadeiro sim, eu não vi no whatss eu vi médicos e cientistas respeitados que afirmam isso.

      Reply
  2. Maurício

    “É mais fácil enganar as pessoas do que mostrar a elas que foram enganadas” – Mark Twain

    Ao dono deste site:
    Trabalhe e pesquise mais antes de postar publicamente informações que podem fazer mal à quem ler. Já imaginou quanta gente voltou a usar ou continuou usando óleo de Canola por causa do que vc escreveu? Vc causou um des-serviço a todas elas.
    Quer escrever sobre boatos?
    Estude primeiro.

    Reply
  3. Vinicius

    Fiquem à vontade para fritarem com óleo de canola, milho e soja. Fiquem com a excelente saúde dos americanos. O bom da reportagem é que fala que a canola não tem gordura saturada. Gordura saturada é mais estável, por isso o óleo de coco, formado essencialmente por gordura saturada de cadeia média é considerado, de longe, o óleo mais saudável existente. Médicos não são as melhores referências para perguntar sobre a estabilidade da gordura saturada e insaturada. Os químicos dizem que a gordura satura é muito mais estável e demora mais para ficar rançosa.
    Antes de 1930, cardiologia era ramo da medicina considerado não rendoso. Depois com a inserção de comidas como margarina, óleos de soja e milho para substituir os saudáveis óleos de coco e banha de porco, o número de pessoas com problemas cardíacos começou a aumentar em progessão alarmante.
    O processo de extraçao desse óleos em grandes empresas é feito aquecimento a 110 graus celsius e por meio de pressão com 10 a toneladas por polegada. o processo de desoridação, última etapa do refino, para remover sabores e odores indesejáveis, com destilação com arraste de vapor a 200 graus celsius já torna o óleo em transsaturado. Vcs acham mesmo que esse óleo de canola faz bem?? Fora isso, estudos recentes indicam que o óleo de canola na verdade cria deficiência de vitamina E requerida para boa saúde do sistema vascular. Outros estudos indicam que o ácido erucico, mesmo em baixa quantidade, provoca lesões no coração, especialmente quando a dieta é baixa em gordura saturada.

    Reply
  4. Eliane

    Prezados, opinião todos nós temos, que somos enganados acredito que muitos sabem, temos que saber filtrar o que lemos e ouvimos, tambem dá para deixar de consumir certos alimentos de origem duvidosa, devemos ter uma alimentação mais próxima possível da natural aquela que nossos pais e avos tinham. Respeito a opinião de todos e hoje sinceramente acredito apenas nas conclusões que consigo tirar de temas como esse.Uma coisa é certa- somos o que comemos.Eu sou saudável livre de doenças pelo menos até agora com 42 anos.

    Reply
  5. Jackson

    E quais as suas fontes, Camila? Nome de médicos não podem ser citados como fontes bibliográficas ou científicas. Médicos cuidam de pessoas, entendem de doenças. Se forem pesquisadores cite os trabalhos publicados e comprovados. Sobre o gás mostarda, saiba que ele é obtido industrialmente através de dicloreto de enxofre e etileno.
    Poderia também explicar o que é planta industrializada? E qual o problema de algus óleos comestíveis serem utilzados em outros processos industriais? Você sabe o que é um polímero? Sabe que são óleos vegetais sintéticos?
    No meu ver, a únia desinformada aqui é você que ainda cita nomes de pessoas aqui. Quanta falta de ética!

    Reply
  6. Eliseu

    Não é de hoje que rola este terrorismo alimentar na internete. Eles fazem Coca-Cola virar arma de guerra (da Pepsi ninguém fala). Se fosse acreditar nisso seria melhor fazer um curso de faquir e não comer ou beber mais nada.

    Reply
  7. Chicão

    Essa Camila, além de acreditar em qualquer bobagem quê, as repete. Olhem só a bobagem: “A colza é da família das mostardas e não das crucíferas”. Estude um pouco mais filhota: couve, nabo, rabanete, colza, mostarda, couve-de-bruxelas couve-flor são da família Brassicaceae, gênero Brassica. E o gás mostarda é um composto químico, não é “retirado” da mostarda. Ignorância é veneno!

    Reply
  8. Speck neto

    Pelo simples fato de ser um produto transgênico, já é uma tremenda merda.

    Reply
    1. Elias

      Então pare de comer qualquer alimento industrializado. Praticamente todos utilizam milho e soja geneticamente modificados.

      Reply
  9. camila

    olha, eu não sei qual a fonte de vocês, mas estão completamente equivocados. Bastam fazer uma rápida pesquisa e terão as respostas corretas.
    A colza é da família das mostardas e não das crucíferas (aliás gostaria de saber a fonte de vocês para disseminar tamanha inverdade!).
    Ela é uma planta industrial utilizada inicialmente para fazer velas, batons, sabonetes, tintas, lubrificantes e biocombustível e, SIM: O GÁS MOSTARDA DA GUERRA.
    Foi decepcionante ver que vocês publicaram tamanha desinformação, atrapalhando que realmente estava acessando informações que a mainstream não divulga.
    Quem quiser uma fonte com credibilidade basta buscar a opinião de médicos reconhecidos como Dr. Lair Ribeiro, Dr. Alexandre Feldman e várias outras fontes internacionais renomadas como o Dr. Mercolla.
    REAFIRMO NOVAMENTE: ÓLEO DE CANOLA É UM VENENO!!!NÃO CONSUMAM O QUE A INDÚSTRIA INESCRUPULOSA VOMITA SOBRE VOCÊ!

    Reply
    1. Carlos

      Não, o gás mostarda só recebe esse nome por causa de sua cor e forte odor e é sintetizado em processamento industrial, sem nada a ver com colza ou mostarda.
      O óleo de soja também é usado para produzir combustível (biodiesel), cosméticos etc. Por “parentesco, eliminemos o consumo de rabanete, brócolis, repolho e outros. Ah, chocolate nem pensar também, pois a manteiga de cacau é usada na produção de cosméticos também.
      Muito barulho por nada. Os teores de Ômega 3 e 6 são altos, o que o torna, sim, benéfico à saúde.

      Reply
    2. Thomas

      Camila, Lamento mas o Lair Ribeiro aproveita dos medos das pessoas para vender poções. Ele não é confiável. Que tal o PubMed, simplesemente a fonte das fontes. O Mercola é uma piada nos meios científicos americanos, o Dr Oz igualmente. O Lair Ribeiro deve ter aprendido com eles.
      Esse site não permite colar links, mas faça um Google “Canola oil pubmed”. E também Canola Oil Council.

      Reply
      1. Vinicius

        Não para confiar em pesquisas médicas publicada em revistas especializadas porque muitas vezes são financiadas por grupos com intresse no resultado da pesquisa. Não há janta grátis. Quanta inocência acreditar na bondade dos financiadores de pesquisas sem interesse em retorno lucrativo, só para o bem da humanidade.

        Reply
      2. Maurício

        Thomas, por quê falas mal do Dr Lair?
        Já é o segundo site que vejo vc falando mal dele.
        Poderia explicar o motivo?

        Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *