Criança morre após usar pula-pula com pipoca e refri no pulmão #boato

Boato – Criança comeu pipoca, tomou refrigerante e usou pula-pula. Ela morreu com comida no pulmão e abraçada na mãe.

Festa de criança é uma maravilha. Enquanto os pais e mães ficam vigiando os pequenos para não aconteça nada de errado, elas se divertem, correm e pulam. Quando há um brinquedo na festa, a diversão é dobrada, certo? De acordo com um texto que circula na internet, a resposta é não.

Criança morre após usar pula-pula, diz boato
Criança morre após usar pula-pula, diz boato

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:

Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99432-5485 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Se inscreva no nosso canal no Youtube

Um alerta sobre o uso do pula-pula tem circulado online. De acordo com o texto, uma criança comeu pipoca, tomou refrigerante, usou o pula-pula, chamou a mãe e morreu nos braços dela. Leia o texto que circula online:

Meninas, aqui queria pedir a vcs um pouco de cuidado com as crianças no pula pula em aniversário, uma criança de três anos de uma colega minha faleceu sábado ao comer pipoca tomar regrigerante após pular chamou a mãe e quando ela chegou perto ele a abraçou e morreu em pouco tempo, o pulmão estava cheio de pipoca e regrigerante

 Muito triste, foi enterrado ontem, a mãe grávida nos dias de ter outro bebê está inconformada e o médico pediu para as mães tomarem muito cuidado. REPASSANDO FATO REAL VALE APENA TER CUIDADO.

Criança morreu após usar pula-pula com pipoca e refri no pulmão?

É claro que muita gente ficou preocupada com isso. Mas será mesmo que o pula-pula é um dos grandes perigos para as crianças e que aconteceu a tal história macabra? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Primeiro, o texto em si. Assim como a grande maioria dos boatos da internet (sim, a gente vai bater nesta tecla de novo), ele não cita fontes (onde aconteceu, qual o nome da mãe, qual o nome da criança, quando foi), tem um caráter alarmista, tem erros de concordância, português e pede o compartilhamento. Para ter o “pacote completo”, só faltou ser um áudio.

Mesmo sem muitas informações a respeito do assunto, tentamos procurar algum caso parecido. Como era de se esperar, achamos alguns casos de mortes no brinquedo. Porém, nenhum deles era de morte relacionada à ingestão de alimentos ou tinha narrativa semelhante à descrita acima.

Outra coisa. A questão do alimento “chegar” até o pulmão só acontece durante a ingestão do alimento (o popular “comida no buraco errado”) ou por problemas digestivos como, por exemplo, o refluxo. Ou seja, se a criança não tem um desses problemas, é impossível a pipoca que ela consumiu ir para o pulmão.

Uma hipótese que poderia ter acontecido seria um caso de congestão. O que com pipoca é algo muito difícil, visto o grau de saciedade do alimento (você não precisa comer muita pipoca para ficar satisfeito). Se a criança tivesse comido uma dobradinha ou uma feijoada e ido para o pula-pula, o caso seria diferente.

Resumindo: a característica do texto, a falta de um “caso catalogado” e a própria falta de nexo da história faz a gente chegar à conclusão de que se trata de um boato. Não houve caso de morte por congestão em um pula-pula, muito menos com pipoca.

PS: Esse artigo foi uma sugestão dos leitores (e amiga) Liliane Farias, Karla Nogueira, Maurício Marinho de Souza, Emmanuel Gerk, Débora Gomes e outros três leitores que não se identificaram. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org entre em contato com a gente pelo site, no Facebook ou no WhatsApp, pelo telefone 61 99331 6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

13 comentários em “Criança morre após usar pula-pula com pipoca e refri no pulmão #boato

  • 15/01/2017 em 00:06
    Permalink

    Seria bom pesquisar primeiro antes de dar o veredito trabalho na upa Pampulha belo horizonte MG e o caso foi verídico façam uma pesquisa realmente é confirmem

    Resposta
  • 17/11/2016 em 14:46
    Permalink

    Angelina, suspirou o que? Qual psf? Qual cidade? Qual medico atendeu?

    Resposta
  • 09/11/2016 em 14:41
    Permalink

    As pessoas acham que todos são idiotas ?
    Quem diz que é verdade diga a data e a cidade do ocorrido.E se o laudo deu algum tipo de traumatismo ?
    Difícil acreditar em algo sem dados concretos .
    As pessoas gostam de propagar mentiras e idiotices.

    Resposta
  • 07/11/2016 em 12:59
    Permalink

    Bom dia.
    Tinha é que ter um meio de proibir essas baboseiras, ou ter um meio de bloqueio, para acabar com isso. Pois quando for uma coisa séria, ninguém vai acreditar mais.

    Resposta
  • 06/11/2016 em 23:49
    Permalink

    Olá a todos de fato este caso ocorreu e verdade sou agente de saúde não vou da informação da família mais darei informação sobre o caso isso é verdade repito pous sei é choramos muito com esta notícia que deixou todos nós aqui muito triste pois era uma criança muito alegre.

    Resposta
    • 10/11/2016 em 16:16
      Permalink

      As pessoas deviam ter vergonha de difundir notícias alarmistas mentirosas e incentivadoras desta cultura do medo e do drama. Já bastam os dramas reais que vivemos. Milhões de crianças brincam no pula pula com mínimos acidentes!

      Resposta
    • 13/11/2016 em 10:05
      Permalink

      “… mais (“sic”) darei informação sobre o caso.”
      E continuou sem dar nenhuma informação.
      Francamente!

      Resposta
    • 17/11/2016 em 18:47
      Permalink

      É agente de saúde, mas de português não entende nada… “Mais”, vírgulas, pontuação…

      Resposta
    • 01/12/2016 em 03:05
      Permalink

      Realmente quem propaga boatos escreve errado que até dói a alma. “Da” conjugado errado (usar infinitivo para que?). “Mais”, virgula e pontuação nem pensar.

      Resposta
  • 06/11/2016 em 16:38
    Permalink

    Desculpem ,mas a historia não e boato, pode nao ter acontecido da forma relatada, mas e verdade. Conheço uma pessoa que trabalha no do PSF que atende a familia da criança e ela disse que o que chegou ate o centro de saude, é que a criança, acho de 4 anos menino, estava comendo pipoca e pulando no pula-pula quando aspirou e foi socorrida mas faleceu.

    Resposta
    • 07/11/2016 em 23:27
      Permalink

      Vcs tinham que ter vergonha de ficar tentando causar pânico …pra criança morrer rapidamente assim por corpo estranho só em caso de asfixia ,caso contrário o motivo foi outro ….e falo isso como médico

      Resposta
      • 08/11/2016 em 23:00
        Permalink

        Desculpe Sr Jose Geraldo, mas infelizmente a historia é veridica. Não sei dizer em quanto tempo a criança faleceu, mas como disse conheço uma pessoa que trabalha no psf que atende a familia. Acho tb que a materia deveria ter sido melhor editada para passar informação as pessoas e não panico. Mas infelizmente não e boato!

        Resposta
  • 06/11/2016 em 00:58
    Permalink

    Voces inventam as mentiras e vcs mesmo a dismente,,, procurem uma materia mais interessante,,que falta de criatividade…kakakakak

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)