Aspartame causa mal de Alzheimer e é um veneno #boato

Boato – Adoçantes a base de aspartame são perigosos. Aviso denuncia que o adoçante é um veneno que causa Alzheimer.

Os cuidados com a alimentação são necessários e indicados por grande parte da classe médica. Na era da pressa e da correria, somos cada vez mais displicentes com aquilo que comemos, apelamos para alimentos fast food, para salgadinhos, doces e as tentações diárias sem muito filtro.

Enquanto isso, na internet uma espécie de disputa vem se formando. De um lado há quem defenda a liberdade para consumir açúcar e carboidratos e do outro quem condena veemente alimentos ricos nesses nutrientes.

O fato é que frente às preocupantes estatísticas de obesidade, problemas cardíacos, de diabetes, pressão alta, entre outros, é valido que exista uma onda de paranoia nas questões relacionadas à comida. Talvez por isso, muita gente tem compartilhado o texto que denuncia os riscos do aspartame e os males que o adoçante causa no corpo – entre os destaques está o mal de Alzheimer. Confira:

ADVERTÊNCIA: VOLTEM PARA O AÇÚCAR. Voltem para o velho e bom açúcar, que no Brasil há mais de 500 anos alimenta a nossa população e nossos antepassados não apresentavam esses sintomas das doenças “modernas”. Passei alguns dias falando na CONFERÊNCIA MUNDIAL DE MEIO AMBIENTE a respeito do ASPARTAME, conhecido como Nutrasweet, Equal, Zerocal, Finn e Spoonful.

Eles anunciaram que existia uma epidemia de Esclerose Múltipla e Lúpus sistêmico, e não entendiam que toxina estava fazendo com que essas doenças assolassem os Estados Unidos tão rapidamente.[…] ALZHEIMER, MAL DO ADOÇANTE. (Artigo escrito pela Dra. Mancy Arckle)

Quando a temperatura excede 30º C, o álcool contido no ASPARTAME se converte em formaldeído e daí para ácido fórmico (o ácido fórmico é o veneno das formigas), que provoca acidose metabólica. A toxicidade do metanol imita a esclerose múltipla e as pessoas recebem diagnóstico errado de esclerose múltipla. A Esclerose múltipla não se constitui em sentença de morte, mas a toxicidade do metanol sim.

...O Aspartame é especialmente mortal para os diabéticos. O Dr. H.J. Roberts, especialista diabético e perito mundial em envenenamento pelo Aspartame, escreveu um livro entitulado: DEFESA CONTRA A DOENÇA DE ALZHEIMER. Dr. Roberts conta como o envenenamento pelo Aspartame está relacionado à doença de Alzheimer. E realmente está. Mulheres de 30 anos estão sendo internadas com Alzheimer. Dr. Russell Blaylock e Dr. Roberts estão escrevendo uma carta-posição com alguns casos relatados e vão colocá-la na Internet.

PEDIMOS QUE VOCÊ SE ENGAJE TAMBÉM. Imprima este artigo e avise todas as pessoas que você conhece. TIRE TUDO O QUE CONTÉM ASPARTAME DO ARMÁRIO […].

 O aspartame causa mal de Alzheimer e outras doenças?

O artigo acima é grave, denuncia diversos males e aponta o aspartame como o culpado de todos. Acontece que não é bem assim, as informações divulgadas não refletem a realidade e apesar da repercussão que está ganhando na web trata-se de um conjunto de informações incompletas e falsas. Vamos esclarecê-las por partes:

– A denúncia mais séria (sobre o Alzheimer) não é real. Buscamos por fontes, estudos e qualquer relação entre a doença e o aditivo alimentar, mas não encontramos nada. Igualmente buscamos pela suposta Dra. Marncy Marckle ou seu artigo original e não encontramos vestígio da mulher a não ser nos sites que compartilharam essa “denúncia” sobre o aspartame.

– Quanto à questão do Lúpus e da Esclerose Múltipla, o Snopes, já esclareceu que não há relação entre o consumo do aspartame e essas doenças. Detalhe que esta história foi esclarecida no site em 2015, quando o diretor da Divisão de Avaliação de Efeitos para a Saúde da FDA (tipo a Anvisa dos EUA) refutou ponto a ponto das acusações que são feitas nessa história.

– O tal artigo que condena o aspartame circula na internet desde pelo menos 2009 e ano após ano tem ganhado atualizações, entre as recentes o acréscimo do Alzheimer como efeito do consumo.

– Claro que, como qualquer alimento, existe a indicação ideal de consumo e a melhor forma de fazê-lo. A Anvisa divulgou a Ingestão Diária Aceitável de todos os tipos de adoçante, essas quantidades foram estabelecidas por um braço da Organização Mundial de Saúde (OMS) após a realização de diversas pesquisas.

Por tudo que destacamos acima, não há como acreditar nessa história de aspartame que causa Alzheimer e diversas doenças. Não existem estudos que comprovem esta relação até o momento e a própria OMS indica a forma correta de consumir esses produtos. Diante disso resta como escolha acreditar na maior instituição de saúde do mundo ou em um artigo que ninguém encontra, ou sua autora.

PS: Este artigo foi uma sugestão de diversos leitores via WhatsApp. Se você quer sugerir temas para o Boatos.org entre contato com a gente pelo site, Facebook ou pelo WhatsApp no número (61) 99331-6821.

2 comentários em “Aspartame causa mal de Alzheimer e é um veneno #boato

  • 15/01/2018 em 17:27
    Permalink

    Esse tipo de consulta pode ser feito à ANVISA. Veja contatos na página da entidade. Já o fiz uma vez, sobre o Aspartame, e a resposta (não foi imediata) é compatível com o que está acima, ou seja, não há evidências que suportem as alegações do boato.

    Resposta
  • 21/06/2017 em 14:01
    Permalink

    Gostaria de ouvir a opinião de um químico sobre o aspartame se converter em formaldeído.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)