Pastor é preso após organizar suruba evangélica, diz notícia falsa

Pastor é preso após organizar subura evangélica, diz boato
Pastor é preso após organizar subura evangélica, diz boato

Boato – O pastor Gilbran Henrique foi preso na cidade de João Monlevade, em Minas Gerais, após organizar uma “suruba evangélica”.

“Suruba” e “evangélico”. Ao procurar seus significados, encontramos como uma definição de suruba: relação sexual realizada em grupo, sexo grupal, orgia; e para o evangélico: que pertence à religião protestante, que segue a lei de Cristo. Agora, você consegue imaginar essas duas palavras em uma mesma sentença?

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Pasmem, pois a tal da “suruba evangélica” aconteceu! Foi em Minas Gerais, na cidade de João Monlevade, que o pastor Gilbran Henrique de 36 anos convencia os fieis a se despirem de suas roupas e de sua moral.

O pastor foi preso após denúncias de que estaria promovendo encontros sexuais na Igreja do Reavivamento Divino. As testemunhas foram ouvidas na 27ª Delegacia Regional João Monlevade e os depoimentos são bizarros. Leia a notícia:

Giovana Duarte Sarmento, estudante de 27 anos disse em depoimento que o pastor selecionava as moças e rapazes de beleza mais evidente para os “encontros de aprofundamento”, nestes encontros ele afirmava que para entrar em conexão direta com Deus precisariam tirar as roupas e tomar o sangue de Cristo, que era representado por cálices de Cabernet Sauvignon.

Depois de dezenas de cálices de vinho o pastor Gibran promovia a chamada ‘comunhão com os irmãos’, que segundo depoimento de Letícia Duila Cabral, radialista de 26 anos, seria uma espécie de abraço coletivo onde todos deveriam sentir integralmente o corpo dos irmãos.

O depoimento mais chocante foi o da enfermeira Melissa Farias, que aos 32 anos viveu momentos de horror que jamais deseja lembrar. Segundo ela o pastor Gibran dizia que quem quer ser amado precisa amar, que era preciso amar ao próximo como a ti mesmo. . Só que o ‘amor’ neste caso seria um eufemismo de sexo. E ela confessou ter sido submetida a sessões de ‘sexo pervertido’ com dois irmãos simultaneamente.

A história gerou muita polêmica e vários sites e blogs compartilharam a notícia, publicada primeiramente pelo Tramado por Mulheres. Mas, um detalhe, que faz toda diferença, foi deixado de lado na hora de divulgar o ocorrido.

É só observar em que categoria a notícia se encaixa no site: “Bizarro, Blá blá blá, Jornalismo Mentira”. Bom, isso explica um bocado. A suruba evangélica na verdade nem existe! Só mais uma historinha pra apavorar os religiosos e até pra desconsertar os que não tem crença.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

4 comentários em “Pastor é preso após organizar suruba evangélica, diz notícia falsa

  • 29/07/2016 em 23:52
    Permalink

    Estou perlexa com essas declerações imbecis, que mundo é esse meu Deus,,, isso é uma religião ou um cabaré ambulante…..kakakkak santo Deussssssssss

    Resposta
  • 28/03/2015 em 23:52
    Permalink

    Realmente a noticia chocou, mas chamou a atenção que nenhum portal de noticias mais “famoso” tivesse divulgado o fato.
    Assunto esclarecido.

    Resposta
  • 19/02/2015 em 12:46
    Permalink

    Que absurdo a prisão desse pastor. Qual o problema criar uma religião onde os membros, todos maiores de idade, façam suruba? Se você não concorda com isso é só não ser fiel dessa religião. Que crime o pastor cometeu? Como base em que ele foi preso?

    Resposta
  • 19/02/2015 em 12:46
    Permalink

    Que absurdo a prisão desse pastor. Qual o problema criar uma religião onde os membros, todos maiores de idade, façam suruba? Se você não concorda com isso é só não ser fiel dessa religião. Que crime o pastor cometeu? Como base em que ele foi preso?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)