Deputados vão ganhar R$ 6 mi para votar reforma da Previdência #boato

Boato – Governo de Michel Temer vai pagar R$ 6 milhões para cada um dos deputados que votar a favor da reforma da Previdência.

Em meio ao furacão político que atravessa, o governo tenta a todo custo aprovar as “tais reformas” (trabalhista e da Previdência) que, segundo o presidente Michel Temer, são “fundamentais para o Brasil”.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Quem acompanha o cotidiano do país sabe que aprovar as reformas não é fácil. Além da própria impopularidade delas (que, de fato, endurecem benefícios para a população trabalhadora), o governo tem que enfrentar a resistência do Congresso em meio a crise. Então, qual seria a solução?

De acordo com um texto que circula online, a solução seria “comprar” os deputados. A matéria, publicada em um blog dito de esquerda, aponta que Temer vai dar R$ 6 milhões para cada deputado que votar a favor da reforma da Previdência. Leia o texto que circula online:

R$6 milhões, é o valor que vai receber cada deputado que votar pela Reforma da Previdência que corta sua aposentadoria Segundo matéria de hoje (9) da Folha de S.Paulo, o “presidente” Michel Temer (PMDB) planeja acelerar a liberação de verbas para pagar emendas de deputados que se comprometerem a votar a favor da reforma da Previdência”. Ou seja, em Português mais claro, o governo quer comprar deputados para acabar com a aposentadoria de milhões de brasileiros.

Acordão de máfia! Segundo ainda a Folha: “O governo estima que os projetos indicados por esses parlamentares ainda têm R$ 1,9 bilhão a receber até o fim do ano — média de quase R$ 6 milhões para cada um.” (Grifo nosso). “A ideia é pagar parte agora para reduzir a resistência dos deputados na votação. As liberações devem ser feitas nas próximas três semanas.”

Como se vê, é uma trapaça própria de mafiosos, onde primeiro “se paga uma parte e, depois do crime realizado, paga-se a seguinte. Até quando o povo vai suportar esse desgoverno e seus escândalos?

No WhatsApp, a informação foi compartilhada da seguinte forma:

R$6 milhões, é o valor que vai receber cada deputado que votar pela Reforma da Previdência que corta sua aposentadoria. Estão querendo tirar o zap do ar pra que essa mensagem nâo viralize áté eles tomarem uma providencia! VAMOS VIRALIZAR! MANDE PRA TODOS SEUS CONTATOS! A Globo está tentando esconder a todo custo, mas o zap vai divulgando… Repassem sem sem dó! Isto tem que alcançar o maximo possível de pessoas.

Deputados vão ganhar R$ 6 milhões para votar reforma da Previdência?

Não é preciso nem dizer que a história causou indignação nas pessoas (seja de esquerda ou não). O grande problema é que, apesar de, de fato, o governo negociar com deputados, a história não é bem assim. Vamos aos fatos.

Tudo começou no início do ano, quando o governo realizou um contingenciamento de gastos. No meio da economia, esteve previsto que o corte no pagamento das emendas parlamentares em R$ 5,4 bilhões e que o valor restante seria realizado apenas no final do ano. Vamos fazer um parênteses aqui.

Todo o deputado tem direito a uma cota de dinheiro (calculado com base no orçamento) para realizar obras em seus redutos eleitorais (seja estado ou município). Para tanto, ele precisa fazer um projeto, o projeto ser aprovado dentro do Congresso e o governo liberar a verba. Neste ano, os deputados têm direto a R$ 8,7 bilhões (já contando o que foi cortado).

Voltando à cronologia. Em meio aos debates para “convencer” os deputados da base aliada, o governo acenou com a possibilidade de liberar o dinheiro das emendas parlamentares em um período anterior ao previsto. Foi justamente sobre isso que falou a matéria da Folha que falava sobre a liberação dos recursos.

Dois pontos importantes que fazem o texto do blog crítico ao governo ser classificado como boato (ao contrário da matéria da Folha). O primeiro é que o dinheiro das emendas não é destinado diretamente aos deputados. Em teoria, o dinheiro é destinado para obras.

O segundo erro é em relação ao valor. Não são “R$ 6 milhões” para cada deputado. Na realidade, a destinação do valor de R$ 1,9 bilhões é definida de acordo com os projetos apresentados. Vale apontar que esse valor não foi a primeira parcela liberada e não será a última. De acordo com o Diário Oficial, os valores serão liberados entre abril e dezembro. Por sinal, todos os deputados vão se beneficiar das emendas parlamentares.

Vale fazer mais uma observação. Apesar de o adiantamento do pagamento de emendas para deputados votarem matérias de interesse do Executivo não ser uma atitude (para não dizer outra coisa) louvável, não é exclusividade de Temer fazer isso. Nos governos de Lula e Dilma, a negociação foi feita algumas vezes.

Resumindo: a história que aponta que o governo vai pagar R$ 6 milhões para cada deputado que aprovar a reforma da Previdência é falsa. Há sim uma negociação entre Executivo e Legislativo, mas a coisa é muito mais sutil do que os sites que soltam boatos na internet descrevem.

Em tempo: sobre a história de “vão tirar o WhatsApp do ar e a Globo está tentando esconder, temos tudo explicado aqui”. Leia e entenda.

PS: Este artigo foi uma sugestão de José Luiz Menezes, Afoncardjf, Luiz Felipe Pereira, Marisgdo e de diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp, no número (61) 9331 6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

7 comentários em “Deputados vão ganhar R$ 6 mi para votar reforma da Previdência #boato

  • 08/07/2017 em 14:35
    Permalink

    Muito bem Josiane! Disse tudo. Quanto ao amigo Luan, ou é inocente demais, ou não quer saber da verdadeira verdade por trás dos bastidores podres da política. Não adianta fechar os olhos pra isso Luan e não me admiraria que alguém dissesse que cada deputado recebeu/receberá muito mais do que apenas 6 milhões conforme está explícito.

    Resposta
  • 19/06/2017 em 17:16
    Permalink

    Eu acho que de forna indireta, e sempre bem fundamentada, o governo que detém o controle do orçamento compra aqueles deputados que votam a favor dos projetos de seu interesse.
    Aliás esse governo também ja vem com esse prpo$ito de realizar as mudanças que são do interesse dos mega empresários e banqueiros.

    Resposta
  • 16/06/2017 em 14:56
    Permalink

    Me desculpe, mas é isso que acontece por trás da política suja sim! Os deputados tem que escrever seus projetos (emendas parlamentares) para que tenham direito a essa cota do orçamento. Acontece que o executivo, que gerencia as verbas dessa cota, libera a verba como quer. O executivo privilegia sim os deputados que votam com ele, e assim garante a tal “governabilidade”. Sim, é verdade que o dinheiro vai para as obras, ou como aqui no Paraná, vai para as ambulâncias, que os deputados se vangloriam de ter conseguido para os seus currais, ops, redutos eleitorais. Dessa forma, ganham votos na próxima eleição e o ciclo sujo da política em benefício próprio continua. Vimos isso aqui no Parana em 2015: os deputados entregaram 8 bilhões do fundo de previdência dos servidores ao governo do Estado, ao custo de algumas ambulâncias nos meses seguintes. Os deputados que votaram contra não tiveram a mesma “sorte” de ter as verbas de suas emendas liberadas. Então, nesse caso, liberação de verbas é sim uma forma de comprar apoio.
    Gosto de consultar este site para verificar a veracidade de algumas notícias. Mas os argumentos dessa matéria são facilmente desconstruídos para quem conhece só um pouquinho dos bastidores da política.

    Resposta
    • 17/06/2017 em 11:19
      Permalink

      Quem sabe somente um pouquinho da falta de caráter desse governo ,é bem possível que por baixo dos panos os deputados recebam uma verba “extra ” para votar a favor do projeto do governo sobre a reforma da Previdência

      Resposta
    • 17/06/2017 em 20:25
      Permalink

      Muito boa sua explicação, mas isso continua sendo boato.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)