Bolsonaro diz que vai metralhar favela da Rocinha se for eleito #boato

Boato – Durante um evento com empresários, o deputado federal e pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSC-RJ) disse que vai metralhar a favela da Rocinha (no Rio de Janeiro) para acabar com a criminalidade no local.

Como já foi dito diversas vezes por aqui, o ano de 2018 promete ser agitado no mundo da boataria. Já em fevereiro estamos com algumas mostras de que tudo (absolutamente tudo) será utilizado para convencer a opinião pública de que A é melhor que B (ou que B é melhor do que A). No momento, a “arma” mais potente que está sendo utilizada na web é uma fala atribuída ao deputado federal  e pré-candidato Jair Bolsonaro (PSC-RJ).

No último domingo, 11 de fevereiro, uma nota do jornal O Globo apontava que Bolsonaro teria dado uma “solução” para o problema da violência na Rocinha: metralhar a favela inteira. De acordo com as informações veiculadas em uma coluna do jornal, ele teria dado a declaração durante uma palestra para empresários promovida pelo banco BTG Pactual, no dia 6 de fevereiro.

A nota dizia o seguinte: “A uma plateia de mil executivos do mercado financeiro, Bolsonaro disse que mandaria um helicóptero derramar milhares de folhetos sobre a favela, avisando que daria um prazo de seis horas para os bandidos se entregarem. Findo este tempo, se a bandidagem continuasse escondida, metralharia a Rocinha”. Leia a publicação completa na imagem abaixo:

Reprodução da nota que diz que Bolsonaro vai metralhar a Rocinha
Reprodução da nota que diz que Bolsonaro vai metralhar a Rocinha

Jair Bolsonaro diz que vai metralhar favela da Rocinha se for eleito?

A história circulou muito na internet e, claro, diversos políticos e sites mais contrários a ele aproveitaram para lançar “dúzias” de críticas contra o político. Mas será mesmo que Bolsonaro falou em metralhar a Rocinha se for eleito? A resposta é não. Vamos contextualizar a situação para vocês entenderem “todos os passos” do caso.

O evento para o qual Bolsonaro foi convidado se chamava CEO Conference, que estava na 19ª edição e foi promovida pelo banco BTG Pactual. A palestra de Bolsonaro e uma entrevista dele com o jornalista Augusto Nunes (Veja) foram fechadas à imprensa e não há nenhum registro de áudio e vídeo na web (pelo menos não encontramos).

Assim que a fala de Bolsonaro terminou, alguns veículos repercutiram a palestra com base em depoimentos de pessoas que estavam presentes. O Valor vendeu a pauta com o título “Bolsonaro entretém empresários e investidores em evento do BTG Pactual”. A Folha publicou que ele seria uma das “estrelas” do evento: “Bolsonaro é estrela em evento do mercado financeiro”.

Vimos outras publicações a respeito do assunto (até da Revista Fórum, que apoia abertamente a candidatura de Lula). Todas as matérias foram feitas com base em declarações de pessoas que assistiram ao evento e nenhuma citou a fala de “metralhar a Rocinha se for eleito”.

Com o evento fechado à imprensa e sem vídeos e áudios a respeito, devemos pressupor que a nota do O Globo falando da fala de metralhar a Rocinha se deu por meio de um depoimento de “alguém que estava lá”. Só tem um problema: depois que a nota foi publicada, encontramos três desmentidos sobre o assunto.

O primeiro está na própria nota do O Globo (na versão web, claro). No final da tarde de domingo, a coluna publicou o seguinte texto, enviado pela assessoria do deputado e pré-candidato à Presidência da República:

“O deputado esclarece que, ao mencionar a Rocinha no evento, se referiu exclusivamente à guerra travada entre traficantes, em setembro do ano passado, quando 200 marginais fugiram pela mata no alto da comunidade e se espalharam e se refugiaram em outras favelas na zona norte do Rio, levando pânico e terror à população carioca. A fuga foi acompanhada por helicópteros da polícia e de emissoras de TV, sem que os policiais os tivessem detido, pois o Estado não os permite agir, pela falta de retaguarda jurídica. Ao falar daquele episódio específico da Rocinha, uma vez que os marginais estavam claramente afastados da comunidade e, portanto, passíveis de sofrer efetiva ação policial para prisão, sem o risco de ferir os cidadãos de bem que moravam no local, o deputado tomou tal exemplo para se manifestar, no sentido de ser favorável a ações efetivas por parte do Estado, inclusive atirando em casos de confronto ou não rendição. O deputado lembra que, em episódio bastante similar, o Brasil também assistiu, estarrecido, à fuga em massa de traficantes armados da Vila Cruzeiro e Complexo do Alemão em novembro de 2010. O deputado afirma que tais episódios não voltarão a ocorrer caso seja eleito este ano”.

O próprio Bolsonaro publicou um vídeo em redes sociais negando que teria falado algo sobre o assunto. Além de negar que disse a frase, ele apontou que “se tivesse falado em metralhar a Rocinha”, a mídia teria dado a informação na época. Assista ao vídeo:

Tanto a nota publicada pela assessoria como a fala do deputado federal ajudam a desmentir a história, mas não valem como prova definitiva. Porém, outra testemunha ocular veio a público para esclarecer, de vez, a história: o jornalista Augusto Nunes, que entrevistou Bolsonaro no evento.

Ao programa Morning Show, da rádio Jovem Pan, Nunes disse que Bolsonaro não deu declaração alguma sobre “metralhar a Rocinha”. Para ele, a coluna que publicou a declaração foi “induzida ao erro”. Leia trecho sobre o assunto (que aponta que Bolsonaro falou sobre a fuga de traficantes da favela) e assista ao vídeo completo da entrevista (a partir do 5º minuto do vídeo):

Acho que o Lauro foi induzido ao erro. Para minha surpresa, não tem registro em áudio, vídeo nem nada disso. Na verdade, o Bolsonaro se referiu especificamente ao episódio ocorrido no ano passado quando 200 traficantes fugiram com helicópteros em uma cena semelhante àquela de 2010 no Alemão. Ele falou que, nesse caso, ele procuraria a detenção dos caras e, se reagissem, a polícia deveria encarar como um confronto e usar armas de fogo se fosse preciso. Ele não falou em nenhum momento sobre metralhar a Rocinha, isso seria demais.

Já está claro que a publicação sobre a declaração de Bolsonaro foi escrita apenas cinco dias depois do evento e após uma dúzia de matérias que não falaram nada sobre a fala. Mais do isso: a nota não foi escrita com base em algo que o “jornalista viu” ou “provas materiais” como áudios e vídeos e sim por algo que “alguém que esteve lá falou”.

Por outro lado, um jornalista que “viu” a palestra de Bolsonaro “cravou” que ele não falou nada sobre metralhar a Rocinha. Levando-se em conta que o ônus da prova é de quem acusa e o peso dos desmentidos que circulam online, podemos cravar que a informação que aponta que Bolsonaro falou em metralhar a Rocinha não passa (pelo menos por enquanto) de mais um boato que circula na web.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99432-5485.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

22 comentários em “Bolsonaro diz que vai metralhar favela da Rocinha se for eleito #boato

  • 16/03/2018 em 19:08
    Permalink

    engraçado é ver a decepção das luletes. aparecem aqui com toda esperança de conseguir alguma coisa pra falar do Bolsonaro, não encontram e ficam de mimimi kkkk. agora se fosse pró lula, estariam batendo palmas

    Resposta
  • 14/03/2018 em 18:44
    Permalink

    É nisso que dá realizar eventos fechados à imprensa. Se fosse aberto, tudo seria gravado e estaria tudo resolvido.

    Resposta
  • 20/02/2018 em 22:24
    Permalink

    Augusto Nunes é defensor do Bolsonaro. É como perguntar pro Aloísio Nunes se o Temer deu um golpe na Dilma.
    Se o Lauro Jardim deu a informação, talvez tenha alguém que não goste tanto assim do Bolsonaro lá no Pactual.

    Resposta
  • 19/02/2018 em 17:40
    Permalink

    Interressante. Afinal pra desmentir basta ele falar que nao disse ? Cade uma prova mais palpável ? Afinal a versao escrita do jornal está ai ….

    Resposta
  • 18/02/2018 em 22:42
    Permalink

    Como sempre só rola boatos em torno do Bolsonaro, esses que envolve matar, estrupar e ódio contra homossexuais! Mas isso é tudo boatos não é mesmo, ele nunca disse nada, só escapa as vezes sem ele querer kkkkkkk

    Resposta
  • 18/02/2018 em 13:08
    Permalink

    Enquanto tivermos lulas, gleises, lindbhergs, requiões, zarattinis, marias do rosario e toda corja esquerdista que venera o comunismo, teremos que ler esses nomes lixos que criam e sustentam o caos.

    Resposta
  • 18/02/2018 em 10:04
    Permalink

    O que impressiona é a total falta de profissionalismo dos jornalistas. Esta matéria não foi publicada em um “jornaleco”. O nível é muito baixo mesmo. Devemos duvidar de tudo o que lemos.
    Não são profissionais, são torcedores políticos.

    Resposta
  • 16/02/2018 em 03:21
    Permalink

    o engraçado que tempos atras foi sugerido algo similar de avisar sobre operação policial depois da morte de uma criança se não me engano na favela da mare e não teve tanto mimimi tão com medo de perder os filhotes de bandidos os quais os petista amam ne afinal ele fez tanta coisa boa pelo brasil que ta cheio de bandido cheio de morador de comunidade etc etc

    Resposta
  • 15/02/2018 em 20:15
    Permalink

    Deixem de ser manipulados por essas noticias, leiam: goo.gl/eV5vMF

    Resposta
  • 14/02/2018 em 23:14
    Permalink

    Desde quando a esquerda petista é comprometida com a verdade?

    Vou só dar um exemplo recente pra calar a boca dos fanáticos: Lula mentiu descaradamente, e isso está em vídeo, dizendo que o avô de um Ministro do TRF-4 teria matado Antônio Conselheiro. O avô do ilustre Ministro morreu 3 meses antes do fato … e, até onde se sabe, seu espírito não baixou em ninguém.

    Mais uma Fake News Desmascarada. #Bolsonaro2018.

    Resposta
    • 18/02/2018 em 23:03
      Permalink

      Nossa. Você e Bolsonaro estão sintonizados. Vocês compartilham do mesmo nível de inteligência e capacidade.

      Resposta
  • 14/02/2018 em 06:59
    Permalink

    Sem essa! Mais uma vez o mentecapto abriu a boca para soltar uma das suas.
    Fico imaginando o desespero dos coordenadores de campanha do sujeito que devem ficar roendo as unhas a cada vez que esse descerebrado resolve se manifestar. O pior é constatar que esse senhor tem uma legião de seguidores, o que de certa forma não surpreende, haja vista a massa de ignorantes que habita essa terra triste, assolada por tanta violência, miséria, corrupção, malandragem, vigarice e estupidez.

    Resposta
    • 14/02/2018 em 23:15
      Permalink

      Provas? Cadê?
      Mas o PT apoia a ditadura na Venezuela e os crimes que estão acontecendo pelos desmandos de Maduro … isso podemos provar.

      Resposta
    • 19/02/2018 em 13:14
      Permalink

      Fernando, é melhor Jair se acostumando l.
      #BolsoMitoPresidente

      Resposta
  • 14/02/2018 em 06:18
    Permalink

    Puts, até a Globo já desmentiu, mas a esquerdalha prefere continuar achando que é verdade. Isso sim é Fé Cega! Aliás, a mesma com que defendem o lularápio.

    Resposta
  • 14/02/2018 em 05:48
    Permalink

    Vez o outra acesso a página e gosto bastante das matérias mas tenho que concordar com os colegas acima que esta foi bem forçada.

    Resposta
  • 13/02/2018 em 17:25
    Permalink

    O desmentido não desmente totalmente. O que Bolsonaro defendeu foi um confronto entre a policia e os bandidos no local, o que teria o mesmo efeito sobre a população local de metralhar a favela. Só ver os noticiários sobre as vitimas de balas perdidas.

    Resposta
    • 18/02/2018 em 09:46
      Permalink

      mas não tá falando que era para confrontar na mata, fora da favela? quer ficar insistindo nisso? não gostou de ter provado que é mentira? arruma outra cara, essa não dá mais.

      Resposta
  • 13/02/2018 em 10:12
    Permalink

    Na politicagem vale tudo.
    Vergonha o que certos jornalista e comentaristas fazem para derrubar os outros.
    Isso é Brasil !

    Resposta
  • 12/02/2018 em 22:36
    Permalink

    Boatos.org desmentir um jornalista com base na fala de outro jornalista me soa no mínimo estranho, já que Augusto Nunes é um “jornalista” fake news do PIG. A grande imprensa nacional já é conhecida mundialmente como fake news.

    Resposta
  • 12/02/2018 em 20:58
    Permalink

    Respeito o trabalho de Boatos.org mas “desmentido” de Augusto Nunes não me parece crível. Mas sair das entranhas purulentas e infectas de Bolsonaro aquela declaração absurda, é perfeitamente factível.

    Resposta
  • 12/02/2018 em 20:33
    Permalink

    Acho que esse desmentido não me convenceu. Acredito que a fala de Bolsonaro foi descontextualizada, mas a versão do jornalista que desmente vale tanto qto a que afirmou. Acho que um evento fechado e sem gravações é bastante suspeito.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)