“Não temos provas, mas temos convicção”, diz procurador da Lava-Jato sobre Lula #boato

By | 16/09/2016

Boato – Procurador da Operação Lava-Jato afirmou que não tem provas, mas convicção de que Lula é culpado de corrupção.

Uma das notícias que balançou o Brasil politicamente nos últimos dias foi a revelação da Força-Tarefa da Operação Lava-Jato do dia 14 de setembro. Durante uma coletiva, os procuradores do Ministério Público Federal acusaram o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva de ser o mentor do esquema de corrupção investigado na Operação Lava-Jato.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Procuradores disseram que não têm prova, mas têm convicção da culpa de Lula, diz boato

Procuradores disseram que não têm prova, mas têm convicção da culpa de Lula, diz boato

A notícia causou indignação por parte de quem é politicamente simpático a Lula. Um dos argumentos é que não há provas da participação dele no esquema e que os procuradores foram um tanto quanto verborrágicos na explicação. No meio de tudo isso, apareceu a informação de que foi dita a seguinte frase: “Não temos como provar, mas temos convicção”. Leia alguns textos que circulam online sobre o assunto:

Ministério Público Federal sobre Lula: ‘Não temos como provar. Mas temos convicção!’ rsrs

O conjunto de elucubrações parece uma de curso de Direito. Ela erra no que é essencial: prova. Mas a pergunta que se faz é: como podem procuradores da República convocarem a imprensa para, em cadeia nacional, fazerem um conjunto de acusações onde o elemento principal, a prova, não se faz presente? Qual a motivação para tamanha precipitação? Se ainda não conseguiram as provas indispensáveis que garantam a culpabilidade dos acusados, porque não investigaram mais a fundo?

Procurador da Lava-Jato disse “não temos provas, mas temos convicção”?

A fala, que foi atribuída em alguns momentos ao procurador Deltan Dalagnol e em outros ao procurador Roberto Pozzobon, gerou alguns memes na internet com a hashtag #MasTenhoConvição surgiram. Mas será mesmo que o procurador do MPF falou que não tem provas, mas tem convição. A resposta é não. Vamos aos fatos.

O que aconteceu, na realidade, foi uma junção de diversas partes da apresentação. De acordo com matéria publicada pelo G1, em partes diferentes foram faladas frases relacionadas, mas em nenhum momento foi falada a frase em si. Leia:

1. Dallagnol fala em ‘convicção’: Num primeiro momento, durante a apresentação da denúncia, Dallagnol fala, ao explicar as conclusões do MPF: “Provas são pedaços da realidade, que geram convicção sobre um determinado fato ou hipótese. Todas essas informações e todas essas provas analisadas como num quebra-cabeça permitem formar seguramente, formar seguramente a figura de Lula no comando do esquema criminoso identificado na Lava Jato.”

2. Pozzobon diz: “Precisamos dizer desde já que, em se tratando da lavagem de dinheiro, ou seja, em se tratando de uma tentativa de manter as aparências de licitude, não teremos aqui provas cabais de que Lula é o efetivo proprietário no papel do apartamento, pois justamente o fato de ele não figurar como proprietário do tríplex, da cobertura em Guarujá é uma forma de ocultação, dissimulação da verdadeira propriedade”, afirma o procurador.

3. Dallagnol volta a usar o termo ‘convicção’: “Dentro das evidências que nós coletamos, a nossa convicção com base em tudo que nos expusemos é que Lula continuou tendo proeminência nesse esquema, continuou sendo líder nesse esquema mesmo depois dele ter saído do governo. Mas nós precisamos lembrar que as investigações continuam, o trabalho do Ministério Público não termina aqui, as investigações continuam e se nós formarmos a convicção de que eles são responsáveis por esses crimes eles serão igualmente acusados.”

A íntegra do vídeo também mostra que em nenhum momento é dito “não temos prova, mas temos convicção”. Se tiver dúvida, assista:

Resumindo: a tese de que a procuradores falaram que não tem provas, mas tem convicção da culpa de Lula é falsa. A frase foi “formada” com diversas partes da apresentação para jornalistas. Em tempo: estamos aqui apenas para esclarecer essa parte. Se há provas ou não que Lula é culpado, cabe a Justiça responder.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão do leitor Mateus Vilela, se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org entre em contato com a gente pelo site ou Facebook.

13 thoughts on ““Não temos provas, mas temos convicção”, diz procurador da Lava-Jato sobre Lula #boato

  1. Guilherme

    Meu nome também não aparece nesse triplex. Logo, é uma forma de eu me ocultar. Aff…fala sério, seus procuradorezinhos…

    Reply
  2. kelly cruz

    Bola fora, equipe boatos.org.. a FRASE nao foi dita desta forma .. Mas Ela è o resumo de toda a explanaçao.. Quem assistiu, concluiu que foi isto que foi dito e demonstrado…

    Reply
  3. Arthur

    Dallagnol tentou foi driblar o significado de prova logo no ponto 1.
    “Provas são pedaços da realidade que geram convicção sobre um fato ou hipótese”
    Não. Prova é uma amostra objetiva da realidade, verídica e incontestável. Um vídeo não editado onde se vê um policial atirando em um civil desarmado é prova verídica, factual e incontestável de que tal aconteceu. Não gera convicção alguma, apenas apresenta um fato. A existência de um prédio é a prova de que aquela área está ocupada por uma estrutura, não uma “convicção”.
    Dallagnol não falou literalmente “não temos provas, mas temos convicção”, mas não deixou sombra de dúvida que foi basicamente isto que quis dizer. Ele não apresentou nenhuma prova de nada, na melhor das hipóteses, apenas algumas evidências fracas.

    Reply
  4. julio

    Na boa, só de saber que essas justificativas vem da globo, já me deixa no mínimo descrente

    Reply
  5. Fernando

    Esta mídia marron “underground” é mesmo interessante! Quer mais provas se o próprio Lula declarou o imóvel no Guarujá em 2006 já quitado. Ou seja ele deu o valor à vista. E os 87 milhões espalhados no instituto e em nome de laranjas? Eu prefiro o powerpoint do que a megalomania deste partido que saqueou o Brasil e permitiu que os outros saqueassem!

    Reply
  6. marcos

    “Não teremos aqui provas cabais de que Lula é proprietário do apartamento” – Isso foi dito literalmente sobre a base da denúncia e repetido outras vezes com outros sentidos. Já vi vários sites tentando justificar a presepada desses dois palermas.
    A questão não é Lula, Aécio, Serra, a questão é o ESTADO DE DIREITO de todos que é ameaçado, é a troca do probatório pelo julgamento moral.a condenar alguém que amanhã pode ser você. Isso aconteceu em uma época chamada Santa Inquisição, onde não haviam provas, somente convicções, aconteceu a Galileo, exemplos não faltam.
    Lula deve ser muito burro mesmo, incompetente. Como líder de um esquema de 42 bilhões levou 0,10%. Mais incompetentes ainda a PF, o MPF e todos que nem isso conseguem provar.

    Reply
  7. Leonardo

    Sim, não há a frase. Ela é obtida da interpretação do discurso e não está errado dizer que ele falou isso. Se uma pessoa diz em determinado momento que tem convicção sobre uma coisa e em outro momento diz que não tem prova sobre a mesma coisa, não está errado interpretar que a pessoa disse que não tem provas mas tem convicção. Não há boato nisso, pois não estão dizendo que ele disse exatamente essa frase. Estão dizendo que ele disse isso.

    Reply
  8. Aldo Jung

    Não dizer algo literalmente é simplesmente tentar mascarar o discurso. A frase resume muito bem tudo que os procuradores sabem, ou seja, que não há provas.

    Reply
  9. Claudio Queiroz

    Nao falou exatamente a frase, mas, tudo que foi dito se resume exatamente nosso. Estão convictos, porém sem provas. Então, em resumo, a frase é verdadeira!!

    Reply
  10. Pedro Timponi

    Sério… Até o sensacionalista tem mais verdade que aqui. Isso é pesquisa que se preste?? Copiar noticia do G1 e pronto??? Falta de VERGONHA NA CARA HEIN???
    RESUMINDO, ELES DIZERAM SIM! A FRASE SÓ FOI RESUMIDA. OU SEJA, NAO FOI UM BOATO E SIM UM RESUMO DE UMA FRASE.

    Reply
    1. Ruy Aguiar

      Ele nao disse a frase na sequencia. Mas o que se extrai da fala é exatamente o que voces estao chamando de boato. Voces erraram feio nesta. Não é boato e sim o teor do texto

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *