Informação que Rachel Sheherazade convocou Marcha da Família é falsa

By | 20/03/2014
Boato diz que jornalista Rachel Sheherazade convocou pessoas para Marcha da Família

Boato diz que jornalista Rachel Sheherazade convocou pessoas para Marcha da Família

Boato – A jornalista Rachel Sheherazade usou a conta no Facebook para fazer uma convocação das pessoas para a Marcha da Família no dia 22 de março.

Rachel Sheherazade ganhou destaque na mídia por seus comentários polêmicos no SBT Brasil. E virou alvo na web. Só no Boatos.org já foi desmentida a informação de que ela seria funcionária fantasma e de que seria demitida do SBT. Agora, a jornalista é acusada de convocar a “Marcha da Família com Deus pela Liberdade”. A polêmica começou no sábado, 01 de março, quando saiu na coluna de fofocas de Felipe Patury, da revista Época, o seguinte texto: 

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Marcha da Família será reeditada 50 anos depois

 No próximo dia 22, em São Paulo, sai da Praça da República rumo à Catedral da Sé a segunda edição da Marcha da Família com Deus pela Liberdade. A original fez, em 1964, percurso semelhante dias antes de o ex-presidente João Goulart ser derrubado. Há 50 anos, a organização coube à então primeira-dama do estado, Leonor de Barros, e mulheres de empresários. A atual foi convocada pelas redes sociais, recebeu apoio de lideranças evangélicas, espírita e, pelo Facebook, da apresentadora Rachel Sheherazade, do SBT. O grupo diz contar com a simpatia do filósofo Olavo de Carvalho e até de Denise Abreu, a petista que mandou na aviação civil no governo Lula e ficou famosa por sua predileção por charutos.

A mensagem divulgada em seu perfil do Facebook, diz: “Gente boa, sempre vou defender a família. Participe da marcha, divulgue, mostre sua defesa em favor dessa instituição criada por Deus”.

A Marcha da Família relembra a ação dos golpistas em 1964 e tem como principal finalidade exigir intervenção militar constitucional. Folhetos distribuídos pelas ruas da capital pregam “fora o comunismo, o marxismo e as doutrinas vermelhas”, criticam “a contratação de médicos cubanos e os gastos para a realização de grandes eventos esportivos no Brasil”. O texto a seguir explica o que foi a Marcha em 64 e que consequências ela pode trazer.

O “apoio” de Rachel à manifestação gerou elogios e revolta. Na internet, já estão dizendo que a jornalista deveria se candidatar a presidente do país. Porém, a jornalista fez um alerta em sua página oficial: de que toda a informação era falsa. Leia o texto que ela publicou.

Olá, gente boa! Repito, aqui, neste meu perfil, o alerta que publiquei na minha conta oficial do twitter @RachelSherazade, esta manhã. Há pessoas se utilizando de FALSOS PERFIS para falar em meu nome na internet. Informo a vocês que não faço convocações através das minhas redes, nem tampouco campanha política para partido algum. Estou trabalhando para validar a autenticação numa conta única, assim, vocês terão certeza de que quem fala em meu nome sou eu mesma. Obrigada!”

A assessoria de comunicação do SBT também emitiu uma nota de esclarecimento alertando sobre os falsos perfis de Rachel Sheherazade. A assessoria afirma que a apresentadora nunca utilizou seus perfis para convocar atos ou marchas de qualquer natureza. Ainda disse que Rachel só usa seu perfil no Facebook para divulgar os vídeos com suas opiniões no SBT Brasil.

Portanto, o apoio de Rachel a Marcha da Família não passa de uma brincadeira de mau gosto de um perfil falso no Facebook. A jornalista disse, em entrevista para o TV FOCO, que está providenciando a autenticação de sua fanpage para que os internautas saibam que quem fala por ela é ela mesma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *