História falsa: Dilma agride camareira e responde a processo na Justiça

By | 23/10/2014
Boato diz que Dilma agredia camareira no Palácio do Planalto

Boato diz que Dilma agredia camareira no Palácio do Planalto

Boato – Presidente Dilma responde a processo por injúria qualificada por ter agredido camareira do Palácio do Planalto.

Na semana final da corrida eleitoral, os candidatos parecem ter dado uma trégua nos ataques. Boa parte desta “bandeira branca” se deve a ótima atitude do TSE de proibir ataques diretos nas propagandas eleitorais dos candidatos. Porém a falsa sensação de paz que se vê na TV dá lugar a um fogo cruzado na internet.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Os boatos sobre Dilma e Aécio continuam aparecendo diariamente na web. Enquanto o candidato do PSDB é acusado de ser usuário de cocaína e de ter agredido a então namorada Letícia Weber em 2009, a postulante à reeleição é acusada de ser terrorista, de ter um relacionamento com outra mulher e, agora, de agredir a camareira do Palácio do Planalto.

Começou a circular pelo WhatsApp e por redes sociais a informação de que Dilma está respondendo um processo na Justiça por “Injúria Qualificada” por ter esbofeteado uma camareira do Palácio do Planalto. O motivo seria ela ter pego um colar diferente do que a “patroa” havia pedido. Leia texto:

Dilma responde processo por injúria qualificada por ter desferido um tapa na cara de uma camareira do palácio do planalto. Consulte o processo:

Junto ao texto, há um link de uma coluna no site Diário do Poder. Leia trecho do texto:

A oposição trabalha para levar à TV, na campanha, testemunhos de funcionários dos palácios do Planalto e da Alvorada supostamente ofendidos pela presidenta Dilma. Como o caso da camareira que teria tomado uma bordoada, após pegar um colar diferente do solicitado pela patroa temperamental. Ou os médicos e militares, ajudantes de ordem, que, maltratados, passaram a enfrentar até problemas emocionais.

Poxa. Será mais um escândalo nacional? Estaria a presidente sendo processada por agressão uma mulher tão humilde como a camareira? Tudo aponta que assim como outras histórias que apareceram na internet, adivinhem: não.

O primeiro ponto que denuncia a farsa da agressão de Dilma é o próprio link do processo que é apresentado na mensagem. Se, ao copiar o link da imagem, você tentar acessar o navegador, vai ter a surpresa de encontrar processo algum. A página de destino é um link quebrado do CNJ. Tentamos achar outras referências sobre o tal processo, mas não encontramos nada.

Não bastasse o link quebrado e o processo que não existe, se Dilma realmente tivesse sido intimada a responder na Justiça seria por lesão corporal e não por injúria qualificada. Só para ter um exemplo, os torcedores do Grêmio que hostilizaram o goleiro Aranha do Santos vão responder por injúria qualificada. Se tivesse rolado agressão física, a acusação teria sido de lesão corporal.

Resumindo: a história da agressão é falsa. Ou será que uma agressão a uma camareira e um processo na Justiça seria abafado pela imprensa e apenas o site Diário do Poder que iria publicá-lo? Definitivamente, não. A história é, sim, falsa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *