Governo vai gastar R$ 134 mi em filme sobre José Dirceu, diz hoax

By | 19/03/2015

Boato – Filme sobre ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, foi aprovado pelo Ministério de Cultura. Repasse aprovado é de R$134 milhões.

Em 2006 o país parou para assistir os casos de corrupção envolvendo o PT e o pagamento de propina a congressistas para aprovação de projetos. Eram os primeiros capítulos da novela Mensalão, que foi ter seu fim (ou não) com o julgamento e condenação dos envolvidos em 2012.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Boato afirma que Ministério da Cultura repassou 134 milhões de reais para filme sobre José Dirceu

Boato afirma que Ministério da Cultura repassou 134 milhões de reais para filme sobre José Dirceu

Entre eles um dos protagonistas, José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil é a razão desse desmentido. Vários blogs e sites na internet têm anunciado a produção de um filme sobre o Dirceu que supostamente receberá apoio financeiro do Ministério da Cultura.

Confira o texto na íntegra:

‘O Diario Oficial da união de 15 de fevereiro publicou portaria do ministério da cultura na qual aprova destinação de 134 milhões de reais para o filme “O guerreiro do povo brasileiro”, que conta a vida de presidiário José Dirceu’.

Como se não bastasse os escândalos políticos e econômicos atuais, essa história surgiu deixando mais pessoas descontentes e um amontoado de comentários revoltosos na internet. O valor de R$134 milhões, então, só piora a situação.

Entretanto, é tudo mentira. Não tem repasse, não tem Diário Oficial decretando essa verba, não tem filme chamado ‘O Guerreiro do povo brasileiro’. E essa nem foi difícil de descobrir.

Em 15 de fevereiro não teve Diário Oficial da União, uma olhada rápida já escancarou a primeira mentira. O dia 15 de fevereiro foi um domingo, e aos domingos não tem Diário Oficial. Como se não bastasse, quem inventou essa não teve o menor cuidado, já que esse domingo em específico foi domingo de Carnaval. Houve expediente no Carnaval? Óbvio que não.

A replicação idêntica do conteúdo nos diferentes lugares em que ele apareceu é característica muito comum em boatos. Nada constando nas mídias tradicionais, como já cansamos de mencionar, também.

O que pode ter servido para que essa história surgisse é o documentário sobre José Dirceu que realmente está sendo feito. O projeto da cineasta Tata Amaral já começou e vai contar a história do ex-ministro, da carreira na Casa Civil até o cumprimento da pena por envolvimento com o Mensalão.

Outra possível confusão é que a cineasta busca apoio para a produção através da Lei Rouanet. O valor estimado do documentário é de R$1,5 mi, segundo Tata Amaral.

De qualquer forma, a história é falsa e realidades semelhantes não justificam a invenção desse boato. Com o nome ‘O vilão da República’, o documentário que mostra José Dirceu como protagonista ainda não está pronto e teremos que esperar para julgá-lo bom ou ruim.

Até lá, um sábio ditado das gerações passadas já ensina: na falta de algo útil a ser dito, melhor mesmo é ficar calado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *