Uruguai emite alerta de tsunami após mar recuar #boato

Boato – O mar recuou quase quatro metros no Uruguai, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Há alerta de tsunami.

Mesmo o Brasil sendo um país no qual não acontecem tsunamis (pelos menos não o tsunami “clássico”, que tem origem em terremotos), muitas pessoas sabem de uma regra básica dos “vagalhões”. Quando o mar recua, o perigo é iminente. Justamente por isso, um fato está assustando muitas pessoas.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99331-6821 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Desde o final da segunda semana de agosto de 2017, imagens da cidade de Punta del Leste (Uruguai) têm chamado atenção. De acordo com textos que estão circulando no Facebook e WhatsApp, o mar recuou no nosso país vizinho e há risco de tsunami no Uruguai, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Leia textos que circulam online:

O mar recuou quase 4 metros de maré na costa do Uruguai A barra do chui quase atravessa a pé Falam em risco de tsunami quando o mar voltar. Todos em.alerta! O mar recuou de maneira unica nunca vista , meu Deus misericórdia !!!!

O mar recuou quase 4 metros de maré na costa do Uruguai. Punta del diablo, punta del este, piriapolis! Ciclone e anticiclone juntos.. Todos em alerta! O mar recuou de maneira unica nunca vista. Falam em risco de tsunami quando o mar voltar

Uruguai emitiu alerta de tsunami após mar recuar?

É fato que o mar e diversos rios como o Tramandaí (em Tramandaí, litoral do Rio Grande do Sul) baixaram. Porém, a explicação, ao contrário do que dizem os textos da internet, não têm nada a ver com tsunami ou alerta de ondas gigantes. Vamos aos fatos.

Antes de vir para o Brasil, o boato circulou pelo próprio Uruguai. E aí veículos de comunicação trataram de esclarecer o caso. O que acontece é um fenômeno causado por fortes ventos vindos do norte para o sul. De acordo com o jornal El Observador, não há risco de tsunami. O El Pais também fez um artigo sobre o assunto tranquilizando as pessoas. O Inumet (instituto de meteorologia do país) também não tem alerta algum.

No Brasil, os institutos de meteorologia também emitiram informações a respeito do recuo do mar. A explicação é a mesma e, de fato, há risco de ressacas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro. Porém, não há nada relacionado a tsunami. Haverá ondas grandes, mas o mar não vai avançar.

Vale explicar ainda que se, de fato, houvesse risco de tsunami, o processo do mar recuar e avançar contra as cidades duraria apenas algumas horas. Como a história está circulando há, no mínimo, dois dias, é possível afirmar que o mar já teria avançado se o alerta da catástrofe natural fosse verdadeiro.

Resumindo: o recuo do mar foi causado por ventos vindos do norte para o sul e não há alerta de tsunami. O mar pode até não estar para peixe, mas, pelo menos desta vez, não ameaça a vida quem mora próximo a ele.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)