Hamza Bendelladj, hacker que ajudou Palestina, foi condenado à morte #boato

By | 15/03/2016

Boato – Hamza Bendelladj, hacker e ativista argelino, foi condenado à morte e executado com “sorriso” no rosto.

Considerado como herói por muitos, o hacker Hamza Bendelladj ou simplesmente Bois Hobin, ficou famoso por ser um dos hackers mais procurados pelo FBI e Interpol. Uma história, que circula na internet, anuncia a morte de Bendelladj.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Hamza Bendelladj foi condenado à morte, diz boato.

Hamza Bendelladj foi condenado à morte, diz boato.

A mensagem, publicada por páginas no Facebook, conta que o hacker foi condenado à morte e foi executado com um “sorriso” no rosto. Confira o que diz as mensagens que circulam online:

Ele é Hamza Bendelladj. Hackeou 217 bancos e fez 400 milhões dólares! Doou tudo para África e Palestina! Ele foi executado com um sorriso! “O dinheiro e o poder não são nada, se não forem usados para criar um mundo melhor!”

Em outra publicação com a mesma foto, a mensagem diz o seguinte:

Gente olha essas fotos, este homem foi enforcado no Iraque por se recusar a renunciar Jesus Cristo. Olha a alegria no rosto como ele manda xau para a família. Olha o sorriso no rosto. Oh Deus. Que sua alma descanse em paz em nome de JESUS!! Se você está orgulhoso por servir a de Jesus? Por favor compartilhe…

Hamza Bendelladj foi condenado à morte?

Antes de começar a desvendar a história, vamos fazer um jogo de Quiz. Qual o erro das histórias citadas? Se você pensou “as fotos são iguais e as informações são diferentes”, matou a charada!

Mas aí resta a dúvida: será que Hamza Bendelladj foi mesmo condenado à morte? A resposta é categórica: não. Vamos aos fatos.

Primeiro, o Hamza Bendelladj, foi mesmo acusado de usar um vírus de computador para roubar dinheiro de mais de 200 bancos americanos. Porém, Bendelladj, que se declarou culpado, foi condenado a prisão e pagamento de multas.

Além disso, a história de que o hacker Hamza Bendelladj foi condenado à morte por um júri dos Estados Unidos também foi desmentida em um site de notícias da internet. Já a foto em que Bendelladj aparece sorrindo, foi tirada enquanto o hacker era levado em custódia no Aeroporto Internacional de Bangkok- Suvarnabhumi.

Em 2013, a BBC News publicou uma matéria a respeito do caso. De acordo com o texto, o hacker foi preso no aeroporto de Bangkok, na capital da Tailândia. Durante a prisão, o hacker relatou que gastou o dinheiro roubado com viagens e uma vida de luxo.

Concluindo: a história de que Hamza Bendelladj foi condenado à morte é falsa. Tudo não passa de mais um desses hoax que circulam na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *