Balela: bares que quiserem transmitir Copa terão que pagar taxa para FIFA

By | 07/06/2014
Todos os bares terão que pagar taxa para transmitir jogos da Copa, diz boato

Todos os bares terão que pagar taxa para transmitir jogos da Copa, diz boato

Boato – Todos os bares que quiserem transmitir partidas da Copa do Mundo têm de pagar taxa para a FIFA que pode chegar a R$ 28 mil.

Faltando menos de uma semana para a Copa do Mundo no Brasil, a grande maioria dos brasileiros está animada para prestigiar um dos maiores eventos esportivos mundiais. Pra quem não quer ver sozinho a seleção brasileira em campo, os bares e restaurantes são boas opções para uma reunião com os amigos mais empolgados.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Cerveja gelada, petiscos gostosos e “de repente é aquela corrente pra frente, parece que todo o Brasil deu a mão! Todos ligados na mesma emoção”, já dizia a música Pra Frente Brasil, do grupo Os Incríveis. Esse, provavelmente, será o cenário típico de uma partida do Brasil assistido em todos os bares espalhados pelo país. Ou pelo menos, seria.

Uma notícia publicada no dia 03 de junho, pelo site paraiba.com.br dá a entender que, todos os estabelecimentos comerciais que desejarem transmitir os jogos da Copa do Mundo ao vivo, deverão pagar uma taxa para a FIFA. Leia trechos da matéria:

O Secretário Helton Renê da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de João Pessoa vai reunir na próxima semana os proprietários de estabelecimentos comerciais para definir um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para a Copa. Os bares e restaurantes que quiserem exibir os jogos da Copa do Mundo devem possuir uma licença e pagar uma taxa para a Fifa (o valor vai de R$ 2 a R$ 28 mil, a depender da estimativa do público.

Conforme o regulamento da Fifa, todo estabelecimento deve pedir autorização para transmitir uma partida, e a Fifa considera todo espaço como área comercial, desde os menores bares até os grandes shoppings. Só as residências que não precisam de autorização.

O professor Renan Palmeira, que é um dos organizadores do protesto ‘contra a Copa’ que aconteceu na Estação Ciência, quando a taça do torneio estava na Paraíba, trouxe à tona mais essa denúncia e afirmou que ‘A secretaria que deveria defender os direitos e interesses dos consumidores municipais, servindo de porta voz dos interesses da FIFA, depois dessa a secretária deveria mudar o seu nome para ‘Secretária Municipal de Proteção e Defesa da FIFA”.

Muitos donos de bares e restaurantes ficaram assustados com a notícia. Mas calma aí! Será mesmo que isso é verdade? É o que vamos descobrir. Muitas pessoas não têm o hábito de ler os regulamentos e é exatamente no Regulamento Oficial da FIFA, onde podemos ler a verdade. Tudo isso não passa de mentira ou, como também podemos dizer, uma má interpretação e intriga da oposição.

 

Intriga da oposição, porque ao longo do texto publicado no site, pode-se notar a escrita partidária e opinativa do autor, criticando o atual governo e escolhendo um manifestante como “especialista”. E se voltarmos ao Regulamento da FIFA para eventos de exibição pública, veremos no item 2, a seguinte descrição:

“Para fins de esclarecimento, Eventos de Exibição Pública em “estabelecimentos comerciais”, tais como pubs, boates, bares e áreas de uso comum de shopping centers, são considerados Eventos de Exibição Pública Não Comerciais, a menos que sejam realizadas, junto com as atividades de exibição pública, outras práticas comerciais, tais como a cobrança direta ou indireta de taxas de entrada ou atividades com patrocínio. Nesses casos, contanto que o evento não esteja incluído abaixo na definição de Evento de Exibição Pública Não Comercial Especial, a licença não é necessária […]”

Ou seja, os bares e restaurantes que não cobrarem nenhum tipo de entrada, podem exibir sem maiores problemas os jogos da Copa. Aqueles que optarem por cobrar qualquer tipo de taxa de entrada no local, devem ter licença da FIFA e da TV Globo (emissora oficial da Copa). Mesmo assim, os estabelecimentos ainda devem seguir algumas regras. 

Entre elas, está a transmissão exclusiva da TV Globo. Os jogos devem ser exibidos através do canal da emissora e somente ao vivo. Reprises e VTs estão proibidos. Além disso, o sinal deve ser ligado 10 minutos antes do início do jogo e desligado 10 minutos depois do encerramento.

As regras existem sim, mas não a ponto de restringir a exibição dos jogos para os bares ou a ponto de cobrar taxa do boteco do seu Zé, que só vai lucrar com cerveja e petiscos. Portanto, os donos de bares e restaurantes já podem comemorar e organizar uma boa transmissão para seus clientes. Boa Copa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *