Avião da Air Algérie que caiu no Mali não era do Real Madrid

By | 25/07/2014
Avião do Real Madrid não é o mesmo que caiu na África

Avião do Real Madrid não é o mesmo que caiu na África

Boato – Avião que caiu no dia 24 de julho de 2014 teria sido utilizado pelo time do Real Madrid entre 2007 e 2009.

A terceira semana do mês de julho foi, talvez, a mais trágica semana da história da avião mundial. Em sete dias, três aviões comerciais caíram causando a morte de muitos passageiros. O terceiro desses acidentes aconteceu com o avião da companhia Air Algérie, que caiu no Mali no dia 24 de julho de 2014.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Depois da tragédia que matou 116 pessoas, uma história, no mínimo, curiosa começou a aparecer em sites de notícia. De acordo com dirigente do Real Madrid, o avião que caiu na África teria sido usado pelo time entre os anos de 2007 e 2009. Leia uma das versões da notícia que apareceu na internet:

O avião MD83 da SwifrAir, operado pela Air Algerie, q ue se despenhou esta quinta-feira com 116 pessoas a bordo, foi a aeronave oficial do Real Madrid durante dois anos.

Chamado «La Saeta» em homenagem a Alfredo Di Stéfano, que era conhecido como «a seta loira» (La Saeta), começou a ser utilizado pelo clube merengue em outubro de 2007 para transportar atletas e dirigentes do clube em viagens nacionais e internacionais, em parceria com a Iberia, empresa de navegação aérea espanhola. Foi utilizado pelo Real Madrid até 2009.

O aparelho fazia o trajeto entre Ouagadougou, no Burkina Faso, e Argel, a capital da Argélia. Tinha descolado há 50 minutos quando desapareceu dos radares.

A história seria curiosa. Mas o mais curioso é que a informação não tem nada de realidade. Pelo o que apuramos, a informação errada surgiu do todo poderoso El País (sim, os grandes também criam boatos). De acordo com a matéria original, “fontes” do clube teriam confirmado que o avião da Air Algérie era o mesmo usado pelo clube.

Porém, um pouco mais de checagem mostrou que a aeronave era “apenas” do mesmo modelo, o McDonnell Douglas MD-83. Todos os jornais que embarcaram na informação do veículo espanhol tiveram que desmentir a história. O avião que caiu era o EC-LTV, o que sumiu na África, era o EC-JQV.

Ou seja, não deu tempo nem de criarem outras teorias da conspiração com base nesta história. O avião que caiu na África nunca pertenceu ao Real Madrid e a história não passou de um erro de informação da imprensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *