Wagner Schwartz é preso após pedido de Marco Feliciano na Justiça #boato

Boato – A Justiça decretou a prisão de Wagner Schwartz, ator que ficou nu na performance La Bête, após pedido do deputado Marco Feliciano.

Já se passaram muitos dias desde o início da polêmica em torno da performance do coreógrafo Wagner Schwartz no Museu de Arte Moderna, em São Paulo. Mesmo assim, discussões e boatos continuam brotando na internet. Há poucos dias, desmentimos a história que apontava que ele teria sido morto. Agora, aparece uma história “mais leve”.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:
Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99432-5485 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Circula na internet a informação de que Wagner Schwartz teve a prisão decretada pela Justiça após pedido do deputado Marco Feliciano (PSC-SP). De acordo com o texto (que pode ser lido abaixo), o coreógrafo do La Bête foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável e a mãe da menina também foi indiciada. Leia:

Justiça decretou prisão de Wagner Schwartz após pedido de Feliciano?

A história, publicada em alguns blogs, se espalhou rapidamente no Facebook e, principalmente, no WhatsApp. Mas será mesmo que o deputado Marco Feliciano pediu a prisão de Wagner Schwartz e a Justiça atendeu? A resposta é não. Vamos aos fatos.

Para começar, o básico. O texto contém diversos erros de português e informações erradas sobre os personagens. Marco Feliciano é descrito como “Marcos Feliciano”. Wagner Schwartz é descrito como “Wagner Shwartz”. Já o juiz é descrito como “Edgard Marzola Colombini”. Em São Paulo, existe apenas um juiz chamado Rodrigo Marzola Colombini.

Para além disso, não há nenhum site confiável de notícias que tenha falado sobre o pedido de prisão de Wagner Schwartz. Com certeza, a história viraria notícia se fosse real. Ao buscar a fonte da informação, só encontramos sites “profissionais” em criar notícias falsas (mesmo que com uma qualidade textual amadora).

Para terminar, alguns detalhes descritos. O primeiro é que o fato de Marco Feliciano ser deputado não dá direito de “apresentar um pedido de prisão” (ele, inclusive, desmentiu a informação aqui). O máximo que civis podem fazer é dar queixa na polícia e, após um inquérito, pode ser pedida a prisão.

O segundo é que a performance não se encaixa em “estupro de vulnerável”. Você pode até condenar a performance, “mas uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa”. O mesmo vale para a denúncia contra a mãe da menina.

Resumindo: a história que aponta Wagner Schwartz, coreógrafo que fez a performance La Bête no MAM em São Paulo, foi preso é tão falsa quanto a notícia que aponta que ele foi assassinado. É só mais um boato sobre o assunto que circula online e foi desmentido até pelo deputado Marco Feliciano.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de Marcos Oliveira, Erico Villela, Carla Maria Herrlein, Patrícia rocha e de diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99432-5485.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

2 comentários em “Wagner Schwartz é preso após pedido de Marco Feliciano na Justiça #boato

  • 03/10/2017 em 13:54
    Permalink

    Gostaria de aproveitar o assunto para perguntar sobre a foto publicada, em que o artista está de mãos dadas com 4 crianças. É verdadeira? A mim parece uma montagem, já que na ocasião da performance só uma criança interagiu com o artista.

    Resposta
    • 05/10/2017 em 04:01
      Permalink

      A imagem é verdadeira, só não é no Museu de Arte Moderna em São Paulo, foi na apresentação dessa mesma performace nos dias 19 e 20 de agosto no Instituto Goethe, em Salvador.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)