Gemidão do WhatsApp gera indenização por danos morais em SC #boato

Boato – Áudio com gemidão do WhatsApp gera indenização por danos morais em Santa Catarina. Juiz Alex Techi Sá é responsável pelo caso.

Se você usa o WhatsApp já deve ter sido surpreendido com o famoso “gemidão do zap”. Se ainda não caiu na pegadinha, é só questão de tempo. Acredite.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:

Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99432-5485 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Se inscreva no nosso canal no Youtube

O áudio, que virou febre no aplicativo, tem dado o que falar nas redes sociais. Isso porque circula na internet a notícia de que o gemidão teria gerado indenização por danos morais em Groanópolis, Santa Catarina. Leia o que diz o texto:

GEMIDÃO DO ZAP GERA INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS

O juiz Alex Techi Sá da 2ª Vara Cível da comarca de Groanópolis, em Santa Catarina, julgou procedente o pedido de um vendedor local em ação de indenização por danos materiais e morais, após ter recebido em seu telefone o famoso “gemidão do zap”.

O vendedor, que pediu para não ter o seu nome divulgado, alega em seu pedido inicial que estava atendendo um cliente, quando decidiu ouvir um áudio que fora enviado por um outro vendedor da empresa, que veio com a seguinte mensagem: “pare tudo o que você está fazendo e ouça isso, é urgente”.

O autor da demanda, alegou que estava fechando uma venda de elevado valor para uma loja de produtos religiosos, quando pediu licença ao cliente para ouvir o áudio, pois era uma mensagem profissional, quando para a sua surpresa, o áudio recebido era o tal “gemidão do zap”.

Ao se deparar com famoso gemidão, o autor da demanda alega que até tentou desligar o telefone, mas não conseguia, tamanho era o seu nervoso e desespero. Porém, o desespero e a humilhação do vendedor não foram suficientes para despertar a benevolência da empresa compradora, pois o cliente que estava sendo atendido pelo vendedor se sentiu constrangido e encerrou as negociações…

Gemidão do WhatsApp gera indenização por danos morais em SC?

Parece brincadeira e, apesar de muita gente ter acreditado, a história não passa de mais uma zoeira da internet. Sem mais delongas, vamos aos fatos.

Para começo de conversa, não existe outra notícia sobre o assunto circulando em portais de notícias confiáveis, a não ser a copiada da mesma fonte. Para além disso, saiba que o juiz Alex Techi Sá não existe e muito menos a cidade de Groanópolis, em Santa Catarina.

Embora muitos não tenham notado, o nome “Alex Techi Sá” é uma referência a atriz de filmes adultos Alexis Texas, que é a dona da voz do gemidão. A título de conhecimento, saiba que o áudio é fruto da cena de um filme adulto chamado “Alexis Texas Boxing”. A cidade Groanópolis também é uma brincadeira com a palavra, que é sinônimo de grito.

Por fim, mas não menos importante, a história surgiu em uma sessão do site “Não Entendo Direito”. O site, que é de humor, sempre lança algumas balelas sobre decisões judiciais na categoria embuste. Enfim, se os sites tivessem entendido direito, não teriam caído na balela.

Outro detalhe: o site já foi protagonista de outros boatos na internet. Lembra da história do juiz que proibiu os estagiários de comer os pães no lanche do Fórum ou da mulher que pediu indenização após se casar com homem de pênis pequeno? São frutos do mesmo lugar.

Resumindo: a história de que o gemidão do WhatsApp gerou indenização por danos morais em SC foi publicada por um site de humor e, obviamente, se tratava de mais uma zoeira da web. Ou seja, pode continuar compartilhando o áudio porque é #boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão do leitor Nelsinho Jr. e diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99331-6821.   

4 comentários em “Gemidão do WhatsApp gera indenização por danos morais em SC #boato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)