Lenda: Lucy in The Sky With Diamonds é a canção do LSD

By | 25/09/2014
Boato do rock afirma que os Beatles fazem apologia ao LSD

Boato do rock afirma que os Beatles fazem apologia ao LSD

Boato – Música marcante dos Beatles descreve viagem psicodélica de John Lennon e faz apologia ao uso de drogas

Império, a nova novela das nove, que na verdade não é mais tão nova assim (já são quase 60 capítulos exibidos) chegou conquistando público, recuperando a audiência depois do fiasco de Manoel Carlos, (Em Família) e há quem acredite que a trama de Aguinaldo Silva vai alcançar o sucesso estrondoso da saudosa Avenida Brasil.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

A novela que gira em torno de um migrante nordestino que agora é um magnata das jóias tem em sua abertura um clássico do rock – Lucy in The Sky With Diamonds – em uma versão regravada pelo cantor Dan Torres (aquele do reality show Fama que a Globo apresentou de 2002 a 2005).

De volta as paradas de sucesso e na ponta da língua do povo por abrir a novela do horário nobre de segunda a sábado, a música dos Beatles está em alta assim como as ‘polêmicas’ em que sempre esteve envolvida.

Lucy in The Sky With Diamonds foi composta por John Lennon, gravada pela banda britânica em 1967 e lançada no álbum Sgt Pepper’s Lonely Hearts Club Band. A coincidência das letras iniciais do título formarem a sigla LSD foi suficiente para na época (e há quem acredite nisso hoje em dia) a canção ser considerada uma apologia descarada ao uso de drogas.

A letra surrealista, que menciona caleidoscópios, flores de celofane , sol nos olhos e uma menina no céu com diamantes, parece a descrição de uma viagem psicodélica de John Lennon e foi até censurada na BBC logo que lançada.

No entanto, os fanáticos por mensagens subliminares que desculpem, mas a coisa toda não tem nada a ver. Incansavelmente, tanto Lennon como a banda negaram que a música faz apologia ao uso do LSD, ou tenha resultado de um passeio nos efeitos da substância.

Lucy in The Sky With Diamonds surgiu, na verdade, de um desenho feito por Lucy, uma amiga de escola do filho mais velho do compositor, Julian Lennon, que se empolgou com a pintura e mostrou ao pai. A menina no céu com diamantes foi suficiente para inspirar Lennon a criar a canção.

A fonte da inspiração da música, Lucy O’Donnell, morreu em 2009, aos 46 anos depois de anos de convívio com o Lúpus. Na época, Julian Lennon tinha retomado a amizade com a colega da infância.

Os Beatles reconheceram que muitas letras da banda foram compostas em viagens alucinógenas causadas pelo uso de substâncias incentivadoras da imaginação (risos para o eufemismo), mas com ‘Lucy in The Sky With Diamonds’ foi diferente. Ao que parece, é bem mais fácil acreditar que a letra é fruto do uso de dietilamida ácido lisérgico (LSD) do que da imaginação fértil de uma criança, vai saber por quê.

Desvendado esse mito, vamos ao próximo. Que tal falarmos de alguma canção do excelentíssimo Raúl Seixas?

One thought on “Lenda: Lucy in The Sky With Diamonds é a canção do LSD

  1. Vágner Rondon

    Sua superficial análise focou exclusivamente no título da música e esqueceu o principal, o conteúdo. Se o gatilho para a criação foi um desenho, absolutamente não significa que o resultado seja.

    Eu fico imaginando a “criança” que criou isso:

    “Imagine você mesmo em um barco em um rio
    Com árvores de tangerina e céus de marmelada
    Alguém te chama, você responde lentamente
    Uma garota com olhos de caleidoscópio”

    ou isso:

    “Táxis de jornal aparecem à margem do rio
    Esperando pra te levar
    Suba na traseira com sua cabeça nas nuvens
    E você se foi”

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *