Lenda urbana: nova modalidade de assalto usa criança chorando na rua

By | 27/12/2013
Nova modalidade de sequestros usam crianças como isca

Nova modalidade de sequestros usam crianças como isca

Boato – Bandidos estão usando crianças como iscas para assaltar pessoas. Elas ficam chorando na rua, dizendo que estão perdidas e te leva até os assaltantes.

Esse é mais um daqueles textos que não se sabe de onde veio e que fala de “uma nova modalidade de crime” que assola as cidades brasileiras. De acordo com o texto que circula em redes sociais, a nova tática dos bandidos seria usar crianças como isca para assaltar crianças.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

A tática seria colocá-las na rua chorando e dizendo que estão perdidas. Quando alguém aparecer para ajudá-las, elas vão entregar um endereço. É lá que estão os bandidos, que vão sequestrá-lo, tomar o seu carro e levar para um cativeiro. Leia o texto:

ALERTEM SEUS FILHOS, SOBRINHOS, FILHOS DE AMIGOS, OS PRÓPRIOS AMIGOS, CONHECIDOS, ETC. PRINCIPALMENTE AQUELES QUE, POR ALGUM MOTIVO, NECESSITAM SAIR A NOITE. SE VOCÊ ENCONTRAR UMA CRIANÇA CHORANDO PELA RUA OU ALGO SEMELHANTE, DIZENDO QUE SE PERDEU DOS PAIS OU COISA ASSIM, MAS COM UM ENDEREÇO NA MÃO E LHE PEDIR PARA ACOMPANHA-LA ATÉ SUA CASA, NO ENDEREÇO CITADO, NÃO LEVE-A.

SOLICITE IMEDIATAMENTE UMA VIATURA DA POLÍCIA, PARA QUE FAÇA A ENTREGA DA CRIANÇA NO ENDEREÇO DADO. E NÃO A SIGA ATÉ O ENDEREÇO MENCIONADO PELA CRIANÇA. ISTO É UM NOVO MÉTODO DE SEQUESTRO EM QUE VC LEVA A CRIANÇA AO ENDEREÇO DADO E LÁ ESTÃO MARGINAIS PARA TOMAR O SEU CARRO E SEQUESTRÁ-LO LEVANDO-O PARA UM OUTRO PONTO (O CATIVEIRO).

A IMAGINAÇÃO DOS MARGINAIS NÃO PARA. O PIOR É QUE ESTÃO ENVOLVENDO CRIANÇAS. ESTA MODALIDADE DE CRIME JÁ VEM OCORRENDO EM VÁRIOS ESTADOS DO BRASIL.

Tentamos encontrar na internet algum caso que atende esta descrição (afinal, “já vem ocorrendo em vários estados do Brasil”), mas não encontramos nada. A única fonte que falava do assunto e encontramos foi deste blog do Jornal Diário de Pernambuco, que apontou que a polícia de Pernambuco alertou sobre o golpe.

Lendo de forma mais aprofundada o texto do DP, vimos que, na realidade, a PM repassou a informação que encontrou no Facebook e afirmou que ainda não teria acontecido nenhum caso no estado.

Vamos aos fatos. Qual é o bandido que vai tentar sequestrar alguém usando uma tática tão vulnerável? Digamos que a pessoa “que encontra a criança” vá até a polícia e os policiais tentam localizar a família da criança. Não há risco dos policiais encontrarem algum foragido da Justiça?

Outra questão: os sequestros dificilmente acontecem aleatoriamente (ao contrário, de certa forma, do que os assaltos). Quando os bandidos realizam esta modalidade de crime, normalmente estudam a vítima e, em muitos casos, contam com a ajuda de alguém próximo a ela (um empregado, talvez). Dificilmente, uma ação aleatória assim resultaria em um sequestro.

Pela falta de provas, chegamos a conclusão de que se trata de mais um texto falso que circula na internet. Porém, vale salientar que realmente se você encontrar uma criança perdida, deve encaminhá-la para um policial. Não pelo risco de assalto, mas digamos que a polícia encontre você com uma criança estranha no carro. O que você vai falar a respeito?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *