Virada de ano na Tijuca (RJ) tem queima de fogos com tiroteio #boato

Boato – Vídeo mostra tiroteio durante queima de fogos de artifício em comemoração de ano novo de 2018 no bairro da Tijuca, na cidade do Rio de Janeiro.

Ano novo. 2018. Férias. Comemoração. E o Rio de Janeiro parece ser um dos lugares preferidos dos brasileiros para curtir a virada de ano. A tradicional queima de fogos por toda a orla da capital fluminense chama a atenção não só de turistas brasileiros, mas também de estrangeiros.

E os fogos de artifício desse ano criaram uma verdadeira discussão nas redes sociais, principalmente pelas postagens sobre mortes de animais provocadas por conta da queima dos fogos. Mas não as discussões não pararam por aí. Outro fato que também chamou a atenção dos internautas parece ter acontecido na Tijuca (RJ).

De acordo com o vídeo que está circulando pelas redes sociais, houve um tiroteio durante a queima de fogos na Tijuca (RJ). As imagens impressionam e os internautas resolveram protestar nas redes sobre o motivo da emissora Globo não ter transmitido as imagens.

“Tu ta pensando q É guerra no Iraque. Porta nenhuma. Isso aí é a virada de ano 2017/2018 na Tijuca. Isso a Grobo não mostra. Gastaram mais balas traçadas q os fogos de Copacabana. Aí vem às OnGgs e pedem paz. Porta os cara tem mais armas e munições q o Ditador Coreano”, diz uma das versões. Confira outra delas:

Virada de ano na Tijuca (RJ) tem tiroteio e queima de fogos, diz boato
Virada de ano na Tijuca (RJ) tem tiroteio e queima de fogos, diz boato

Virada de ano na Tijuca (RJ) tem tiroteio e queima de fogos?

Bom, as imagens chamam a atenção e até assustam. Afinal, a onda de violência pela qual o Rio de Janeiro vem passando nos últimos meses não tem sido algo fácil de se lidar. Porém, essa história toda de tiroteio durante a queima de fogos não passa de mentira. E tem coisa melhor do que começar o ano desmentindo boato? Não. Então, continua lendo e confere os detalhes dessa história.

Pra começo de história, quando buscamos o vídeo publicado nas redes sociais em outros sites, descobrimos que o mesmo vídeo tem uma história com versão mais antiga. Uma delas, por exemplo, se passa na virada de 2016. Ou seja, não dá pra atribuir o vídeo à virada de 2018.

Além disso, ao tentar procurar qualquer informação sobre um possível tiroteio na Tijuca (RJ) durante o réveillon, também não encontramos nada. E convenhamos, se houvesse realmente um tiroteio durante a virada de ano no Rio de Janeiro, com certeza o assunto já estaria na mídia. Então, o motivo das imagens não aparecerem na Rede Globo de Televisão não foi porque algum diretor não quis, mas sim porque a história é falsa.

E senta aí que tem mais. Em uma busca posterior, encontramos o vídeo com a mesma história, porém, na Síria. O vídeo afirma que a comemoração aconteceu em 2016, nas cidades de Lataquia e Damasco, e destaca as balas traçadoras em meio a supostos fogos de artifício. Apesar de a versão “ano novo na Síria” também não ser 100% confirmada, já é possível saber que, pelo menos, no Rio e em 2018 não foi.

Portanto, a história que diz que a situação aconteceu na Tijuca (RJ), durante a virada de 2018, é apenas uma mentira mal contada, que já teve diversas versões. Sendo assim, antes de compartilhar, pesquise e comece o ano longe de boatos. Até mais.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 994325485.

3 comentários em “Virada de ano na Tijuca (RJ) tem queima de fogos com tiroteio #boato

  • 07/01/2018 em 15:19
    Permalink

    Um erro do artigo: Tiroteio na tijuca _não_ vira notícia. Acontecem constantes. RJ para a mídia é ipanema/copacaba/leblo.. Aí sim viraria.

    Resposta
  • 05/01/2018 em 09:53
    Permalink

    Eu tb pensei que o vídeo do tiroteio na Tijuca fosse real e compartilhei. Errei feio

    Resposta
  • 03/01/2018 em 17:58
    Permalink

    Na verdade foi em Aleppo, na primeira virada do ano após a liberação da cidade, por isso tanta bala pro céu(fazia pouco mais de um mês da liberação da cidade que estava com largos contingentes do exército sírio por lá). Mas sim, já vi várias versões atribuindo ao Rio no passado.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)