Mãe bate no filho que estava roubando e é presa no Maranhão #boato

Boato – Mãe que bateu no filho e o deixou de castigo por uma hora após descobrir que ele roubou um celular teve prisão decretada.

Entre pais e filhos, quem nunca ouviu o “quem pariu Mateus que balance” ou um “toma que o filho é teu” é só porque ainda não presenciou a famosa mania que as pessoas têm de escancarar para o outro suas responsabilidades parentais. Ainda vai acontecer com você ou alguém próximo, é só questão de tempo.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:

Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99432-5485 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Se inscreva no nosso canal no Youtube

No entanto, com a mesma facilidade com que se costuma lembrar de quem é a obrigação de educar os filhos, costuma-se também opinar (favoravelmente ou não) sobre como se faz isso. Mas algumas questões pairam por aí: é certo dar pitaco na educação do filho alheio? Quem pode/deve fazer isso?

Segundo uma notícia que tem sido compartilhada na internet, o Conselho Tutelar do Maranhão se intrometeu nos métodos educacionais de uma mãe descontrolada. A história fala de Dona Lourdes, mãe que foi presa por bater no filho que havia roubado um celular. Confira:

O Conselho Tutelar da cidade de Campestre, no Maranhão, pediu a prisão da senhora Maria de Lourdes, de 66 anos. Segundo o diretor do conselho, Mario Junior de Melo, o motivo seria uma agressão cometida por dona Lourdes ao seu filho de 13 anos com as iniciais M. A. M.

“Ontem cheguei em casa e vi ele com um celular novo. Desconfiei, porque ele não trabalha. Então perguntei onde ele tinha conseguido. Ele disse que achou. Horas depois, um rapaz do mesmo bairro veio atrás do celular, dizendo que ele tinha roubado de dentro de sua casa. Então eu tive que bater nele, pois não é a primeira vez que ele apronta” Afirmou Maria de Lourdes.

Dona Lourdes foi indiciada por agressão e continua detida enquanto aguarda a presença de um advogado público, pois a mesma não tem condições de pagar um particular. […]

Mãe bateu no filho que estava roubando?

Essa notícia foi replicada em vários sites e rendeu alguns comentários polêmicos de apoio e condenação à dona Lourdes. Mas o fato mesmo é que não há dona Lourdes e nem agressão de mãe para o filho por causa de roubo.

O que há nessa história é uma invenção qualquer, com nomes fictícios aos quais procuramos qualquer menção na internet e as únicas que aparecem são desta mesma notícia. Para quem não lembra, isso é sinal de boato.

Também não apareceu em nenhum jornal local ou regional de respeito, por assim dizer, o caso de agressão aí mencionado. Por conhecimento midiático e jornalístico afirmamos, a imprensa cobriria uma história assim. E se não o fez, isso é sinal de boato.

E para finalizar, as fotografias que supostamente mostram mãe e o filho são de outras situações que não tem relação alguma. A mulher da foto não é dona Lourdes e sim uma idosa de 73 anos presa em Goiânia por tráfico de drogas em 2015. O menino mostrado não é filho da mulher na fotografia, e sim um menor retido em Porto Seguro em 2014 por porte ilegal de arma.

Ou seja, mais que um sinal de boato, essa história toda é um boato simplesmente. Não houve agressão da mãe, não houve roubo nem prisão por ordem do Conselho Tutelar. Alguém juntou fotos com uma história criativa e as pessoas saíram compartilhando como verdadeira. Fica a nossa dica, na dúvida não compartilha não, afinal (de volta aos ditados) “muito ajuda quem pouco atrapalha”.

PS: Esse artigo foi uma sugestão do leitor Islan da Costa e diversos leitores via WhatsApp. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook ou WhatsApp, no telefone (61) 99331 6821.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)