Livro infantil do MEC com cenas de sexo #boato

Boato – MEC lançou livro infantil com cenas de sexo para crianças. 

Circula na internet uma imagem que aponta que um livro infantil que seria distribuído pelo MEC teria uma cena de sexo entre um homem e uma mulher. A imagem foi compartilhada no Facebook com a seguinte descrição: “Este é um livro infantil do MEC…”. O texto da imagem diz o seguinte:

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org
Siga o Boatos.org no Twitter:

Envie uma mensagem com a palavra #boato para (61) 99432-5485 e agende este número no seu telefone para receber as nossas atualizações gratuitamente no WhatsApp

Se inscreva no nosso canal no Youtube

“Para fazer um bebê os pais têm que estar muito junto, muito juntos, muito juntos. Tão juntos que o pai mete-se dentro da mãe. Dentro da mãe? Como quando um mergulhador se mete no mar? Não. O que se mete é o pênis do papá ma vagina da mamã. Os adultos gostam muito disso, porque é muito agradável” diz o livro.

Inicialmente, colocamos a história sob investigação para os leitores do Boatos.org. E como esperávamos, eles não nos decepcionariam. Fizemos os seguintes questionamentos:

– O livro está em português de Portugal. Pode estar lista do MEC como livro didático sem a “tradução”? O leitor Alexandre Ribeiro respondeu o seguinte: “Sim, o livro está em português ibérico. Não, não pode.Os livros são traduzidos, aqui e acolá!”

– Afinal, qual é esse livro? A leitora Aninha Cavinato nos apontou links que mostrou que o livro é “Os Bochechas querem saber como nascemos”, de Pepe Carreiro. Segue link sobre o livro. A leitora Giova Canti nos apontou o link para a coleção de livros. 

Ou seja, esse mistério foi resolvido. O MEC não é responsável por esse livro. Ele é de 2008 e está em português ibérico. Vale lembrar que algumas cartilhas do MEC causaram polêmica em anos anteriores e serviram de combustível para alguns políticos (como Bolsonaro) detonarem a metodologia de ensino às crianças. Independente da polêmica ou não, o fato é que esse livro não é do MEC.

PS: Esse artigo foi uma sugestão dos leitores Mel “e família” e Cristine Schwinden. Se você quer sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site ou pelo Facebook.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

14 comentários em “Livro infantil do MEC com cenas de sexo #boato

  • 15/01/2016 em 15:47
    Permalink

    Como assim??? Diariamente vejo crianças na rua de minha casa dançando e rebolando músicas imorais que falam de sexo,traição, orgias… Ninguém proíbe,ninguém censura, ninguém faz nada…Meus vizinhos tem crianças que iniciam sua vida sexual entre os próprios primos ,crianças pequenas… E eles falam na maior naturalidade:Sabe tia eu estava com fulano no banheiro da minha vó…Eu vejo um país de Hipócritas.Se for verdade a distribuição da cartilhas é por que os pais estão muito ocupados nos forrós da vida e não falam de sexo com seus filhos,e eles vão aprender na rua,na internet, na escola…de forma errada. Aff meu filho com 8 anos aprendeu em uma escola particular e evangélica de onde vêm os bebês…Nem por isso processei a escola.

    Resposta
  • 14/01/2016 em 00:28
    Permalink

    E sobre este livro: “aparelho sexual e cia. Um guia inusitado para crianças descoladas ”
    O que ele tem a ver com o MEC?

    Resposta
  • 13/01/2016 em 22:00
    Permalink

    Boatos existem dos dois lados. Agora te garanto que os esquerdopatas são os reis da mentira. O comunismo se alimenta da mentira.

    Resposta
  • 13/01/2016 em 19:07
    Permalink

    Tem o vídeo recente do Bolsonaro, e não se trata deste livro aí. Vocês estão querendo confundir ou esclarecer?

    E não podemos colocar links aqui, quão útil hein?

    Resposta
    • 14/01/2016 em 00:29
      Permalink

      E sobre este livro: “aparelho sexual e cia. Um guia inusitado para crianças descoladas ”
      O que ele tem a ver com o MEC?

      Resposta
  • 12/01/2016 em 17:12
    Permalink

    “Educação sexual” é uma ideia inútil se pensada como disciplina escolar.
    Sexo é natural, inerente ao ser humano, e mesmo à animais irracionais . Desnecessário e estapafúrdio um professor lhe “ensinando” que deve introduzir aqui ou acolá, e como fazer.
    A pior parte não é apenas ser dispensável, ou estaria “apenas” consumindo dinheiro público. Mas causa danos sociais.
    Crianças não são fisicamente, nem mentalmente preparadas pra absorver essas questões. Isso é consenso na psicologia, e bem fácil de ser constatado por qualquer. Falar sobre isso aos pequenos é abrir as portas para a prática. E o resultado qualquer macaco é capaz de imaginar.

    Resposta
    • 08/05/2016 em 19:35
      Permalink

      Sim para crianças acima de 16 anos,antes cabe a familia,nada de cartilhas sexuais para crianças de 6-7 anos!

      Resposta
  • 11/01/2016 em 12:58
    Permalink

    Enquanto tiver povo alienado, haverá boatos. O que seria dos ladinos se não fossem os idiotas?!

    Resposta
  • 11/01/2016 em 12:03
    Permalink

    Mais uma infâmia para colocar pelo em ovo, fruto da mentalidade deturpada dos coxinhas! Para a classe que eles tanto abomina, os pobres, a criança tem educaçõa sexual, mal dada em casa, com o pai e mãe fazendo sexo na frente deles pois não têm quartos separados!!HIPÓCRITAS!!

    Resposta
  • 11/01/2016 em 10:37
    Permalink

    Só quero que as crianças sejam educadas tradicional pois foi assim que Deus fez o homem e a mulher.Cada um tem seu modo de pensar o que não podemos é destorcer a verdade de que Deus é o altor da vida..

    Resposta
    • 11/01/2016 em 18:43
      Permalink

      mais tradicional que um homem fodendo com uma mulher impossivel….. só faltou um pastor ou padre no fundo do desenho dizendo amém kkkkkkkkkkkkkkkk

      Resposta
    • 11/01/2016 em 20:28
      Permalink

      Aprende a escrever pra depois ficar dizendo o que é ou não verdade e o que deve ou não ser ensinado. Vlw flw.

      Resposta
  • 10/01/2016 em 12:38
    Permalink

    Só uma correção… O autor é Pepe Carreiro e não Pepe Carneiro. :)

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)