Carro foi roubado com bebê dentro no centro #boato

By | 03/09/2016

Boato – Um carro, Uno 2006 prata, foi roubado no centro da cidade e o dono está louco porque tem um bebê dentro do veículo.

Atualmente, as redes sociais tornaram-se um grande oásis. Alguns usam para dar recados, outros para conversação, e outros para procurar alguma coisa. No início de julho de 2014, os grupos do WhatsApp ficaram acelerados com uma notícia de que roubaram o carro de algum conhecido no centro da cidade.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Carro foi roubado com bebê dentro, diz boato

Carro foi roubado com bebê dentro, diz boato

A mensagem pedia para a informação ser repassada para todos os seus amigos o mais rápido o possível. E pronto: o que era local, se tornou regional, estadual e nacional. Mais do que isso: nos idos de 2016, a história continua circulando online. Confira o recado.

Galera, ajuda a divulgar ai: Roubaram agora no centro . Uno 2006 prata, placa: GZB8905 ajuda a divulgar ai por favor. Liga no 8852-8589. O dono esta louco pois levaram o carro com a bebe dele dentro. Repassando. Repasse rápido, por favor. Eh sério

Carro foi roubado com bebê dentro no centro?

Reparem que não há código de área no que foi repassado, e, além disso fala apenas que o carro está localizado no centro da cidade. O que pode ser centro de Irati-PR, Ponta Grossa-PR, ou de Brasília-DF.

Ai claro, repassamos para ajudar o nosso suposto amigo que está precisando de nossa ajuda, poxa é de onde eu moro, não é mesmo? Na verdade não. Junto com o texto que foi repassado, uma imagem foi compartilhada, e aí que começam aparecer os erros. Na imagem aparece que o carro, um Fiat/Uno Mille Fire Flex/2005/2006 – Cinza é de Divinópolis-MG.

Mas tudo bem ser de Minas Gerais, por lá roubaram a nossa dignidade no Mineirão mesmo, repassar para o Brasil todo não vai passar mal, não é? Na verdade não, a história é a seguinte: um homem realmente teve o seu carro roubado, mas inventou a história com o intuito de encontrar logo seu automóvel.

Pouco depois, a Polícia Civil, confirmou que o carro foi realmente roubado, mas sem o bebê. Essa mensagem do esperto cidadão é original do dia 16 de abril de 2014, mas nós sabemos que boatos não têm hora para ganhar força e se espalhar.

O engraçado é que a história ganhou tanta força, que fez com que a Polícia de Santa Catarina, por exemplo, comunicar um alerta dizendo que a mensagem era falsa. Fato é que a história tornou-se um verdadeiro telefone sem fio, e na medida em que mais pessoas sabiam do conto, mais distorcida ela chegava para os próximos usuários do WhatsApp.

Resumindo: a história é falsa. Por isso, sempre ao receber um recado suspeito, pergunte de onde é, quem foi roubado e não repasse simplesmente para ajudar. Afinal, de boas intenções o inferno está cheio e a inocência pode ter lá seu preço no final das contas. Nesse caso, o trote foi pelo bem, como descobrimos, mas podia ser ao contrário, e aí não ia ser legal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *