Câmera com infravermelho vai multar em lombadas eletrônicas de Curitiba #boato

Boato – Prefeitura instalou câmera com infravermelho em lombadas eletrônicas de Curitiba para fotografar e multar motoristas sem cinto e falando no celular.

Quando o assunto é fugir de multas, a internet se torna uma ferramenta “valiosa”. Aplicativos para driblar a fiscalização e grupos de WhatsApp para alertar sobre blitz são só alguns dos recursos famosos entre condutores.

Uma dessas mensagens, que circula no Facebook e WhatsApp, dá conta de que a Prefeitura de Curitiba instalou uma câmera com infravermelho para multar motoristas em lombadas eletrônicas. Leia o que diz a mensagem:

Print de notícia falsa sobre câmera com infravermelho em lombadas eletrônicas em Curitiba
Print de notícia falsa sobre câmera com infravermelho em lombadas eletrônicas em Curitiba

Câmera com infravermelho é instalada para multar geral em lombadas eletrônicas de Curitiba?

É claro que a notícia deixou muita gente preocupada. Mas será mesmo que essa história de câmera com infravermelho em lombadas eletrônicas de Curitiba é verdade? A resposta é não. Vamos aos porquês.

Não é a primeira vez que aparecem mensagens assim na internet. Há um ano atrás, se espalhava pela web uma história semelhante no Rio de Janeiro, informando que novas câmeras de trânsito multavam motoristas com celular e sem cinto.

Para além disso, o texto apresenta o mesmo enredo de boatos online: é alarmista, sem datas e fontes confiáveis e pedidos de compartilhamento. Mas, vamos a raiz do problema e ver de onde é que saiu essa história de câmera com infravermelho.

Pois bem, a mensagem circula desde março quando, de fato, a Prefeitura realizou uma atualização no sistema tecnológico de 30 lombadas eletrônicas da cidade. Porém, ao contrário do que se imagina, ninguém falou em câmera com infravermelho para multar.

A própria Setran desmentiu a história. Em entrevista à CBN, o coordenador de fiscalização eletrônica da Setran, Marcio Souza, informou que a informação não procede. Segundo Márcio, o equipamento foi substituído, mas segue com a mesma função de fiscalizar a velocidade. Confira:

A Prefeitura de Curitiba, por meio da Tribuna do Paraná, também desmentiu o caso. Em nota, a prefeitura informou que a manutenção dos aparelhos foi realizada e que as lombadas vão continuar desempenhando a mesma função: fiscalizar o limite de velocidade. Apenas isso.

Sendo assim, não há mais do que falar além de que é boato a história de que câmera com infravermelho é instalada para multar geral em lombadas eletrônicas de Curitiba. Se você receber essa mensagem, não compartilhe. Ou melhor, diga que é #boato.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 994325485.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)