Lorota: pílula de gliter cria cocô colorido

By | 23/04/2015

Boato – GlitterPills, as pílulas de glitter, chegam às lojas para quem deseja fazer cocô com mais brilho e cor.

Acontece quase sempre na internet. Uma pessoa tem uma ideia, aí essa ideia se espalha e de repente, sem querer ou não, a ideia já se tornou concreta e estará disponível nos postos de venda mais próximos de você.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Já estão à venda as pílulas de glitter cosmestíveis que deixam o cocô colorido, afirma boato

Já estão à venda as pílulas de glitter cosmestíveis que deixam o cocô colorido, afirma boato

Foi assim com o dispositivo que projeta na pele o touchscreen do celular e com a história do Iphone à prova d’água se e somente se você instalar o iOS7. E agora, mais uma novidade já nas lojas: as glitter pills, pílulas de glitter feitas para ingerir e para deixar o cocô mais estiloso.

Não, não é brincadeira. Faz um tempo tem rolado na internet a história das pílulas de glitter comestíveis feitas para deixar o cocô colorido. E como aqui no Boatos.org seguimos o estilo ‘mata a cobra, e mostra o pau’, confiram o anúncio da grande novidade:

‘Loja vende pilula de glitter para pessoas que querem cagar colorido

Aproveitando a época das festividades, que tal transformar o seu cocô em algo mais cheio de brilho? Acredite, é para isso que existe a “GlitterPills“.

A marca tem uma cartela com 30 tipos de pílulas preenchidas com diferentes cores que vão desde o preto elegante ao dourado, passando por rosa e azul.

No entanto, a loja online que vende os produtos alerta para o consumo das pílulas, que são destinadas apenas para fins de decoração, ideal para quem quer presentear seus amigos com algo inusitado’.

Como não deve ser muito difícil perceber, é claro que isso é mentira. Ou melhor, em partes mentira. Confuso? Nós explicamos. Acontece que de fato existem as tais Glitter pills. No site Etsy elas são vendidas online em uma loja gerida por um homem chamado Kyle, de Newark, Ohio.

Desde fevereiro de 2013, Kyle vende as pílulas que ele próprio afirma serem para uso meramente decorativo. Com a ressalva de que devem ser mantidas longe do alcance de crianças.

Em entrevista ao site Vocativ.com, o vendedor deixou tudo bem claro: ‘Como você imagina, nós recebemos várias pessoas toda semana perguntando se as GlitterPills podem ser consumidas. A resposta é um grande não’. [tradução livre].

O glitter é feito de pedaços minúsculos de plástico, folhas de alumínio e outros elementos como ferro e titânio. Logo, não é recomendável que seja ingerido. Nessa outra postagem, a escritora Monica Beyer discute como pode ser não saudável a ingestão de tanto glitter.

De qualquer forma, você encontra pílulas de glitter para maquiagem, para artesanato e decoração, mas não para comer. E se no tédio, der vontade de inovar, que tal ter (sabe-se lá pra que) pílulas de ouro 24 quilates? Não, isso não é brincadeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *