Foto de milhares de mortos em praia na Venezuela é falsa

By | 19/02/2014

Boato – Tumblr mostra imagem de diversas pessoas mortas depois de protestos na Venezuela. Informação é de que corpos foram desovados na praia a mando do presidente Nicolás Maduro.

Em fevereiro de 2014, um dos assuntos mais falados na web são os protestos sobre a Venezuela. Entre as informações, estão diversas imagens das “maldades provocadas” pela ditadura do sucessor de Hugo Chavez, Nicolás Maduro. Uma das fotos que mais chamam atenção na internet é de corpos de “opositores” despejados na praia depois de mortos. Além disso, há manifestantes obrigados a ficarem nus, jovens obrigados a rasparem o cabelo, entre outras.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Os textos reforçam o que, supostamente, é passado pelas imagens, como pode ser conferido abaixo no caso da foto de diversas pessoas nuas na praia:

#AcordaVenezuela

 Estima-se que 12 milhões de pessoas já morreram na Primavera Venezuelana. Milhares de corpos venezuelanos são encontrados em uma praia da Bolívia. A informação é a de que o governo de Maduro despejou no mar pelo menos 2.000 contêineres com corpos de opositores.

Não precisa ser muito esperto para perceber que tudo não passa de uma brincadeira (de gosto meio duvidoso) com o número de boatos que têm aparecido na web. A imagem principal dos vários corpos nus jogados na praia não passa de uma montagem com fotografias de Spencer Tunick, um estadunidense conhecido por suas fotos de aglomerações de corpos nus.

O único problema do #AcordaVenezuela foi não deixar claro o suficiente a brincadeira (às vezes precisa desenhar mesmo). Mesmo com imagens da Guerra do Vietnã, da série Spartacus, do jogo Grand Theft Auto (GTA), do filme Tropa de Elite e até do Darth Vader do filme Star Wars, houve quem acreditasse em algumas informações.Só para citar um caso, o Tumblr fez menção aos 3000 mortos pela ditadura de Maduro, já desmentidos aqui no site. E que muitos acreditaram.

Além do ‘Acorda Venezuela’, outras imagens falsas vem sendo utilizadas nas redes sociais e em sites para “mostrar” os conflitos no país Sul-Americano. Fotos de 2013, uma ação violenta de polícia da Bulgária, um ato policial no Chile, dentre outras vem sendo divulgadas nas redes sociais para referir-se aos protestos venezuelanos. Essa matéria do Opera Mundi fala do assunto. 

O assunto foi aproveitado para discutir o poder das redes sociais, como o caso da atriz venezuelana Amanda Gutierrez, que divulgou as imagens de uma jovem “sendo estuprada pela ditadura de Maduro”. Porém, as imagens pertenciam a um pornô norte-americano e a atriz compartilhou a imagem com mais de 227 mil fãs.

Tudo isso foi proporcionado pelo blogueiro “Jornalismo Wando”, que enviou informações falsas para pessoas famosas que repassaram as informações sem confirmar. O mesmo Wando responsável por criar o Tumblr ‘Acorda Venezuela’

Por fim, podemos concluir que existem muitas imagens divulgadas sobre os conflitos na Venezuela que são falsas (algumas propositalmente, outras não. Algumas brincadeiras e outras não). Por isso, preste atenção no que ver na web sobre o assunto.

PS: esse artigo foi uma sugestão do leitor Simon Salama. Se você quiser sugerir um tema para o Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site ou pelo Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *