Chapecó esvaziou UTIs graças ao tratamento precoce (hidroxicloroquina, ivermectina etc.) #boato

Boato – Chapecó (SC) esvaziou UTIs graças ao tratamento precoce. Foi com hidroxicloroquina e ivermectina que não há mais leitos ocupados na cidade. 

No auge da pandemia, quando os casos e mortes por coronavírus aumentam exponencialmente, brasileiros ainda se dividem com duros debates na internet sobre o polêmico ‘kit covid’, um conjunto de medicamentos que inclui remédios sem eficácia para prevenir a Covid-19, como cloroquina e ivermectina, que está sendo usado como “tratamento precoce” contra a doença.

E como tudo que repercute nas redes sociais, obviamente, o assunto não poderia deixar de virar alvo de fake news. Mais uma publicação do tipo que começou a circular no Twitter, por exemplo, dá conta de que a cidade de Chapecó teria esvaziado as UTIs graças ao tratamento precoce com hidroxicloroquina, invermectina etc.

A informação seria baseada em um vídeo em que o prefeito, João Rodrigues (PSD), aparece falando sobre a queda dos casos e mortes por Covid-19 no município (segundo ele, de 4 mil casos ativos para 800), o que teria resultado até no fechamento de um hospital de retaguarda (unidade aberta exclusivamente para atender pacientes com diagnóstico da doença). Confira, a seguir, as versões do texto original das publicações que estão compartilhando o vídeo com a fala do prefeito de Chapecó:

Confira o desmentido em vídeo:

Versão 1: Prefeito de Chapecó, a trinta dias a cidade estava um caos, hoje as enfermarias estão vazias, e as UTIs esvaziando rapidamente. #TratamentoPrecoceSalvaVidas Versão 2: CHAPECÓ/SC ESVAZIA LEITOS DE UTIS COM TRATAMENTO PRECOCE • Assista o vídeo completo acessando o link abaixo. Aproveite e já se inscreva no canal no Youtube! [link]

Chapecó esvaziou UTIs graças ao tratamento precoce (hidroxicloroquina, ivermectina etc.)?

O vídeo viralizou e rendeu várias curtidas, retweets e comentários no Twitter. No entanto, a informação não procede. E desconfiamos disso, para começar, por conta do crescente histórico de boatos online sobre “cidades que teriam feito milagre com o tal tratamento precoce”. Aqui mesmo, no Boatos.org, nossa equipe já desmentiu uma enxurrada de fakes do tipo, que só mudavam o nome da cidade, como aquelas que apontavam que Búzios (RJ)Rancho Queimado (SC) e São Lourenço (MG) teriam zerado casos de Covid-19, por exemplo.

Além do mais, como também já explicamos por aqui, a ciência já provou que os medicamentos usados no chamado ‘kit covid’, como cloroquina, ivermectina, azitromicina, entre outros, não possuem qualquer eficácia contra a Covid-19. Sobre este primeiro, vários órgãos de saúde, como a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), divulgaram recomendações para evitar o uso do fármaco em casos da doença, devido à “pouca ou nenhuma redução na mortalidade de pacientes com COVID-19 hospitalizados quando comparados ao tratamento padrão”.

Depois disso, quando a ivermectina passou a ser usada no lugar da cloroquina (após descontinuação dos testes por parte da OMS), um estudo realizado por pesquisadores da Monash University (da Austrália) apontou que o remédio não passou nos testes clínicos (fases I, II e III), que são obrigatórios para verificar a segurança e eficácia de qualquer medicamento. Portanto, podemos dizer que não há qualquer eficácia do tal ‘kit covid’ no combate ao coronavírus.

E assim como nos casos citados, há erros na premissa de Chapecó ter supostamente esvaziado as UTIs com o tratamento precoce. Isso porque, para começo de conversa, é falso que as UTIs estão vazias. O Boletim Covid deste domingo (04/04/2021) da Prefeitura mostra que há 130 pessoas nas UTIs da cidade.

Há uma semana, também havia 130. Há duas, 128. Há três, 121. Há quatro semanas, havia 127. E há cinco, 96 pacientes em UTIs da cidade. Ou seja, não só as UTIs não esvaziaram, como aponta a publicação, como o número de internações continua igual.

Sobre o vídeo com a fala do prefeito de Chapecó, João Rodrigues, o que houve, na verdade, foi a desativação de 40 leitos na Enfermaria 2 do Centro Avançado de Atendimento Covid-19 (CAAC). Porém, o motivo não tem nada a ver com o tratamento precoce, mas sim com a alta e transferência de pacientes que estavam internados no local. Em nota divulgada em sua página oficial no Facebook, a Prefeitura de Chapecó esclareceu tudo:

“A desativação dos 40 leitos da Enfermaria 2 do Centro Avançado de Atendimento Covid-19 (CAAC) foi anunciada pelo prefeito de Chapecó, na noite desta quarta-feira, em transmissão nas redes sociais da Prefeitura. O motivo da desativação foram as quase 100 altas e cerca de 80 transferências de pacientes que foram atendidos na estrutura montada há pouco mais de um mês, no Centro de Cultura e Eventos.”, explicou.

Vale dizer, ainda, que ao analisarmos os dados da Covid-19 do município, é possível perceber que Chapecó é a cidade que tem o maior número de mortes por milhão dentre as cidades mais populosas de Santa Catarina. Com uma população de pouco mais de 220 mil habitantes, a cidade tem uma média de mais de 14 mil casos de Covid-19 acumulados por 100 milhões de habitantes, enquanto municípios bem maiores, como Joinville, por exemplo, com mais de 590 mil moradores, possui uma média de 11 mil.

Resumindo: A publicação que dá conta de que Chapecó esvaziou UTIs graças ao tratamento precoce não é verdadeira. Nem as UTIs foram esvaziadas (até o momento, há 130 pacientes internados) e nem há provas de que o tratamento precoce tenha funcionado na cidade ou em qualquer outro lugar do Brasil, já que o tal ‘kit covid’ sequer tem eficiência comprovada pela ciência contra o coronavírus.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3tP2fIR
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/38hcBcy